Você está aqui

Também na Radioagência Nacional

Subscrever feed Também na Radioagência Nacional
Atualizado: 4 minutos 36 segundos atrás

Justiça obriga governo do Rio a pagar indenização à família de vítima de bala perdida

1 hora 7 minutos atrás

A Justiça do Rio de Janeiro condenou o estado Rio de Janeiro ao pagamento de indenização por dano moral, no valor de R$ 200 mil para a família de uma vítima de bala perdida.

 

O valor deverá ser pago a Fabiana Moreno, viúva de Adilton Neves Moreno, morto no dia 25 de junho de 2015, na rodovia RJ-126, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

 

A 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça acompanhou, por unanimidade, o voto do relator, desembargador Luciano Rinaldi, que também condenou o estado a pagar pensão vitalícia para Fabiana, no valor de um salário mínimo nacional, retroativa à data da morte do comerciante.

 

Na madrugada do crime, Adilton conduzia seu caminhão para o Ceasa, quando foi surpreendido por uma perseguição de policiais militares a um veículo suspeito. Ele foi atingido nas costas por um tiro e não resistiu.

 

Trump alcança aprovação mais baixa entre presidentes dos EUA nos últimos 70 anos

1 hora 21 minutos atrás

Donald Trump encerra o primeiro semestre na casa branca com a aprovação mais baixa do que a de qualquer outro presidente norte-americano nos últimos setenta anos. No poder desde janeiro, o republicano assinou quarenta e duas leis. Nessa conta, estão decretos como o que restringiu a entrada de muçulmanos de seis países nos Estados Unidos.

 

O republicano ainda não conseguiu nenhuma grande aprovação no congresso. Até aqui, enfrenta dificuldade para cumprir uma das promessas centrais de campanha, a revogação e a substituição da atual lei do sistema de saúde, o Obamacare.

 

Trump retirou os Estados Unidos da negociação do tratado transpacífico de livre comércio. E, no plano ambiental, anunciou a saída dos Estados Unidos do Acordo de paris, assinado por 195 países, para tentar conter os efeitos das mudanças climáticas.

 

O presidente apertou a repressão contra os imigrantes em situação ilegal. A agência de imigração e alfândega teve o orçamento reforçado e o número de prisões de ilegais deu um salto. Por outro lado, o prometido e polêmico muro para a fronteira com o méxico ainda não ganhou previsão orçamentária.

 

Trump criou uma rotina presidencial de criticar a imprensa por, segundo ele, produzir notícias falsas./ Muitas das críticas foram feitas pelas redes sociais.

 

O tema negativo mais frequente no noticiário sobre o governo é a controvérsia sobre o papel da rússia nas eleições presidenciais do ano passado. As agências de inteligência afirmam que os russos tentaram interferir.

 

Diversas pessoas ligadas à campanha de trump respondem à questionamentos sobre contatos mantidos com autoridades da Rússia.

 

Ainda na esfera internacional, trump reverteu parte do acordo de reaproximação com cuba, iniciado por Barack Obama.

Sindicalistas buscam alternativa para fim da cobrança do imposto sindical obrigatório

1 hora 46 minutos atrás

Insatisfeitos com o texto final da reforma trabalhista, que colocou um fim a cobrança do imposto sindical obrigatório, sindicalistas vieram até o Planalto nesta quinta-feira (20) para tentar achar uma alternativa.

Em conversa com o presidente Michel Temer, a solução proposta é uma contribuição voluntária, que seja acordada em assembleias dos trabalhadores. É que explica, o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, conhecido como Juruna.

 

Ainda de acordo com Juruna, na prática, como todos os trabalhadores são beneficiados pelo acordo coletivo, todos passariam a contribuir com o financiamento de sua entidade sindical.

 

A expectativa dos dirigentes é que essa regulamentação venha por meio de medida provisória, que está no Congresso, já que o texto principal da reforma trabalhista foi aprovado na última semana.

 

A MP é um compromisso do governo com o Senado, para alterar alguns pontos polêmicos da reforma trabalhista, como a jornada intermitente, e o trabalho de gestantes em locais insalubres.

 

O líder do governo enviou o texto prévio da MP para o Congresso, mas nos pontos enviados, a contribuição sindical não aparece.

 

Estiveram presentes na reunião dessa quinta-feira, entre outros, representantes da Central dos Sindicatos Brasileiros, a Força Sindical e a União Geral dos Trabalhadores e a Central dos Trabalhadores. A CUT e a Nova Central Sindical de Trabalhadores não participaram do encontro.

Em sua página na internet, a CUT criticou a reunião, mas defendeu o fim do imposto sindical.

Defesa de Lula pede suspensão do bloqueio de bens e valores do ex-presidente

qui, 20/07/2017 - 22:19

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com um pedido nessa quinta-feira (20) para suspender o arresto de bens e valores do ex-presidente, determinado pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância.

 

A solicitação da defesa foi encaminhada ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que é a segunda Instância da Justiça Federal, em Curitiba.

 

No pedido, os advogados Cristiano Zanin e Valeska Teixeira classificaram a decisão de Moro de ilegal e abusiva.

 

Nesta quinta-feira, o juiz determinou o confisco de imóveis e veículos de Lula, o bloqueio de R$ 600 mi das contas do ex-presidente e mais de R$ 9 milhões em planos de previdência. Moro atendeu o pedido do Ministério Público e esses recursos são para fins de reparação de danos à Petrobras.

 

No mandado de segurança, a defesa de Lula argumenta, entre outros fatores, que os bens foram adquiridos de forma licita por Lula antes dos fatos afirmados pela acusação.

 

No despacho em que decretou o bloqueio de bens de Lula, Moro afirmou que a medida é necessária para reparação de danos à Petrobras.

 

A medida foi tomada no processo em que o ex-presidente foi condenado a 9 anos e meio de prisão, no caso do tríplex do Guarujá.

 

Com informações da Agência Brasil.

Governador do Rio diz que folha de pagamento deve ficar em dia a partir de agosto

qui, 20/07/2017 - 21:51

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou que deve colocar toda a folha de pagamento dos servidores do estado em dia ao longo do mês de agosto.

 

Pezão deu a declaração, em Brasília, nesta quinta-feira (20), após reunião com o presidente Michel Temer, que discutiu a situação financeira do Rio e o reforço da segurança no estado.

 

Atualmente, apenas os servidores ativos da Fazenda, Educação, e do Degase, Departamento Geral de Ações Socioeducativas, os ativos, inativos e pensionistas da Segurança e pouco mais de 11 mil servidores de outras áreas estão com o salário em dia.

 

Mais de duzentos mil ainda não receberam a totalidade dos vencimentos de maio, junho, nem o décimo terceiro.

 

O estado tem mais de 46O mil profissionais vinculados, incluindo aposentados e pensionistas. O valor líquido da folha do Executivo é de R$ 1,6 bilhão.

 

Enquanto as tratativas em Brasília continuam, no Rio de Janeiro os servidores públicos, ativos, aposentados e pensionistas, fazem fila para receber doação de alimentos.

 

Desde sábado, a cena se repete. Nesta sexta, o atendimento será feito na Uenf - na Universidade do Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes.

Ministério Público cobra solução para continuidade de obras do VLT de Cuiabá

qui, 20/07/2017 - 21:20

O governo de Mato Grosso e o Consócio VLT Cuiabá-Várzea Grande têm até a próxima quinta-feira (27) para apresentar uma nova minuta de acordo que contemple as condições e modificações exigidas pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual.

 

O governo já informou que vai apresentar uma segunda versão do acordo, antes do fim do prazo. O objetivo é retomar e concluir as obras.

 

A decisão foi do juiz Ciro Arapiraca, da 1ª Vara da Justiça Federal de Mato Grosso após os MPs informarem que governo e o consócio não resolveram as irregularidades comprovadas na ação judicial para retomada das obras.

 

Entre os problemas apontados está a divergência do prazo fixado pelo estado para conclusão das obras, que seria de 24 meses. Segundo auditoria contratada pelo próprio Estado, 19 meses seriam suficientes, já que restam apenas 30% das obras para serem concluídos.

 

Outro problema apontado foi o valor do contrato. Mais de R$ 1 bilhão já foram investidos no projeto. Governo e consórcio querem mais R$ 900 milhões para a conclusão da obra. Mas para os procuradores e promotores do caso, seria necessário bem menos, R$ 300 milhões.

 

O VLT entre Cuiabá e Várzea Grande tem 22 quilômetros de extensão e deveria ter sido entregue na Copa do Mundo de 2014.

Imposto sobre a gasolina vai subir 41 centavos por litro a partir desta sexta

qui, 20/07/2017 - 20:56

O imposto sobre a gasolina, o etanol e o diesel sofrerá aumento já a partir dessa sexta-feira (21). O decreto foi assinado nessa quinta-feira (20) e aumenta a alíquota do tributo PIS/Cofins sobre combustíveis. O imposto sobre a gasolina vai subir 41 centavos por litro, ficando em 79 centavos por litro, mais que o dobro da alíquota atual, que é de 38 centavos por litro.

 

O imposto do diesel sobe 21 centavos por litro e o do etanol sobe 1 centavo por litropara o produtor e 19 centavos para o distribuidor, que hoje não paga Pis/Confins sobre o etanol.

 

Com os aumentos, o governo espera arrecadar quase R$ 10,5 bilhões a mais. Do lado das despesas, o ministério da Fazenda e do Planejamento anunciaram que haverá um novo contingenciamento de gastos de quase R$ 6 bilhões. Com isso, chegou a R$ 45 bilhões o total bloqueado temporariamente do orçamento de 2017.

 

O aumento de imposto e o contingenciamento de gastos visam cumprir a atual meta fiscal. O governo diz que o aumento é necessário para preservar o ajuste fiscal e o crescimento econômico.

 

O especialista ouvido pela reportagem Linneu Albuquerque Mello, professor de direito tributário, disse acreditar que o valor do aumento será repassado para o consumidor final.

 

O imposto sobre combustíveis foi escolhido porque, segundo o ministro da Fazenda Henrique Meirelles, pode ser aumentado por decreto, sem necessidade de aprovação do Congresso Nacional. O ministro justificou o motivo do aumento.

 

O relatório bimestral da evolução de receitas e despesas do governo será divulgado nessa sexta-feira (21) pelo ministro do planejamento, Dyogo Oliveira. No relatório, também está prevista a expectativa do governo para o comportamento da economia nos próximos meses.

Governo reajusta tributos sobre combustíveis para garantir cumprimento da meta fiscal

qui, 20/07/2017 - 19:40

Com dificuldades em recuperar a arrecadação, o governo decidiu aumentar tributos para reforçar o caixa em quase R$ 11 bilhões.

 

Em nota oficial os  ministérios da Fazenda e do Planejamento informaram que vão reajustar o PIS/Confins da gasolina, do diesel e do etanol para garantir o cumprimento da meta fiscal de déficit de R$ 139 bilhões para este ano.

 

O governo também vai bloquear mais R$ 5,9 bilhões de despesas não obrigatórias do Orçamento. Os novos cortes serão detalhados nesta sexta-feira pelo Ministério do Planejamento.

MP quer licitação para bilhetagem eletrônica nos transportes do Rio

qui, 20/07/2017 - 18:41

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Defensoria Pública ajuizaram, nesta terça-feira (18), uma ação civil pública que o serviço de bilhetagem eletrônica nos tranportes deixe de ser oferecido pela Federação das Empresas de Transportes (Fetranspor-) e pela Riocard.

 

Os órgãos alegam que o sistema atual é inconstitucional e ilegal porque foi concedido gratuitamente às duas entidades. A ação pede ainda que a Fetranspor e a Riocard sejam condenadas a pagar os prejuizos causados aos consumidores no valor de  R$ 100 cem para cada um deles e de R$ 260 milhões para toda população fluminense a título de danos morais coletivos.

 

O valor dos danos morais coletivos foi estimado a partir do dinheiro desviado dos cofres públicos mediante o pagamento de propinas ao grupo criminosos do ex-governador Sérgio Cabral, conforme investigado pela Operação Lava Jato.

 

No início deste mês, a Policia Federal prendeu o presidente da Fetranspor, Lelis Teixeira, acusado de integrar esse esquema que pagou R$ 260 milhões de propinas  para que o governo estadual autorizasse o aumento de passagens e concedesse benefíciso fiscais às empresas do estado.

 

Os autores da ação afirmam ainda que o modelo atual permite que os representantes das empresas controlem informações essenciais para a fiscalização da qualidade do serviço, a definição do preço das passagens e o pagamento de subsídios às empresas de ônibus, o que equivale, segundo a ação, a situação em que “a raposa cuida do galinheiro” .

 

Em nota, a Riocard afirmou que não comete nenhuma ilegalidade ou inconstitucionalidade porque a bilhetagem é uma obrigação do concessionário e não um serviço público  e ainda que faz cobranças pela bilhetagem  nem ao estado  nem aos passageiros,  já a gestão do bilhete único intermunicipal é feita mediante termo de cooperação tenica firmado entre o estado e a Riocard, fiscalizado pelo Tribunal de Contas. 

Reforço na segurança do Rio de Janeiro vai envolver mil agentes de efetivo federal

qui, 20/07/2017 - 18:26

O governo federal vai enviar mais reforços para combater a violência no estado do Rio de Janeiro. De acordo com o governador Luiz Fernando Pezão, são mil homens, que devem chegar ao estado até o fim deste mês. Pezão afirmou que as ações vão reforçar a segurança nas rodovias.

 

O anúncio foi feito após uma reunião do governador fluminense com o presidente Michel Temer e cinco ministros, no Palácio do Planalto. Segundo Pezão, Temer garantiu que não faltará recurso para essas ações, que fazem parte do Plano Nacional de Segurança Pública e estão previstas para durarem até o fim do ano que vem.

 

O chefe do gabinete de Segurança Institucional, general Sérgio Etchegoyen, informou que esse reforço é temporário.

 

O ministro interino da Justiça, José Levi, disse que o objetivo é integrar as forças de segurança municipal, estadual e federal.

 

Nas últimas semanas, os episódios de violência se intensificaram no Rio de Janeiro, com destaque até na imprensa internacional.

Estudantes e reitoria criticam proposta que altera Universidade Latino-Americana

qui, 20/07/2017 - 17:56

Uma emenda do deputado Sergio Souza do PMDB do Paraná à Medida Provisória, que transforma a Universidade Latino-Americana, a Unila, com sede em Foz do Iguaçu, na Universidade Federal do Oeste do Paraná, provoca reação contrária de parte da comunidade acadêmica.

 

Na proposta do deputado, há pedido para extinção de artigos da criação da Unila, que a caracterizam como uma universidade para a integração latino-americana. Ainda na proposta do deputado, há a possibilidade de integrar os campi de Toledo e Palotina, que atualmente integram a Universidade Federal do Paraná, nessa nova universidade.

 

A docente de espanhol do curso básico da Unila, a argentina Jorgelina Tallei, diz que a proposta implicaria na extinção do ciclo comum de estudos, utilizado na Unila, com base nos pilares do bilinguismo, interculturalidade e integração.

 

Para Jorgelina, essa extinção seria muito prejudicial em termos aprendizagem e de riqueza cultural, diversidade cultural, não só da comunidade acadêmica como também para os moradores de Foz do Iguaçu

 

Para o estudante de Ciencias Sociais e Sociologia Felipe Santanna, a proposta do deputado é autoritária, por que o parlamentar não teria dialogado antes com a comunidade acâdemica da Unila. Santana informa também que existe uma mobilização contrária a essa emenda no campus, onde circula um abaixo assinado que já teria mais de 10 mil assinaturas.

 

A reitoria da Unila se manifestou em nota contra a emenda apresentada do deputado, argumentando que a proposta do deputado não tem respaldo político nem jurídico, ressaltando que seguirá acionando canais administrativos, jurídicos e políticos para defender o projeto original de criação da universidade.

 

O Ministério da Educação informou em nota que a emenda faz parte da atividade parlamentar, e não cabe à pasta comentar antes da aprovação pelo Congresso Nacional e sanção presidencial.

 

Procurado pela reportagem, o deputado federal Sérgio Souza enviou, através da assessoria, artigo assinado pelo parlamentar, onde ele se declara favorável ao debate sem patrulha ideológica. Ele defende que o Brasil não tem condições de manter estudantes estrangeiros. Souza propõe ainda um debate despolitizado com a comunidade paranaense, argumentando que o principal nessa questão é a busca pelo desenvolvimento da região.

Nacional Informa: Número de mortes por aids caiu quase 50% no mundo desde 2005

qui, 20/07/2017 - 17:18

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 17 horas, ao vivo, nas rádios EBC

Edição: Roberto Piza

Trabalhos Técnicos: Jaime Batista

Operação revela desvio de R$ 9,5 milhões da saúde indígena no Acre

qui, 20/07/2017 - 16:59

Cerca de R$ 9,5 milhões destinados à saúde indígena no Acre foram desviados. Foi o que apontou a Operação Abaçaí deflagrada nesta quinta-feira (20) pela CGU - Controladoria Geral da União em parceria com a Polícia Federal.

 

As irregularidades eram praticadas por servidores do Distrito Sanitário Especial Indígena Alto Rio Purus em acordo com empresários da região que prestavam serviços ao órgão.

 

As investigações identificaram uma série de irregularidades. Entre elas, fraudes em contratos de transporte aéreo de paciente até a capital Rio Branco, fornecimento de alimentação aos pacientes da Casai – Casa de Saúde Indígena, além do serviço de lavagem de roupa.

 

Os desvios eram cometidos com a prática de superfaturamento por sobrepreço e por pagamento de serviços não realizados. As apurações também mostraram indícios de combinação entre empresas para direcionar o resultado de licitação.

 

Ainda segundo as investigações, os gastos com fretamento de aeronaves mais que duplicaram – de uma média mensal de R$ 75 mil para R$ 160 mil; isso sem que tivesse aumento na quantidade de pacientes transportados.

 

E as irregularidades se estendiam também para a frota de carros. Peças de automóveis de alto valor eram pintadas para que parecessem novas e dificultassem a identificação. Os preços praticados nas trocas dos equipamentos pelas empresas excediam os de mercado em até 10 vezes.

 

A Operação contou com a colaboração de 80 policiais e seis auditores da CGU. Ao todo foram expedidos 15 mandados de condução coercitiva e 21 de busca e apreensão; além da suspensão do exercício da função pública de alguns investigados.

 

A reportagem entrou em contato com o Ministério da Saúde – responsável pelos Distritos Sanitários Especiais Indígenas em todo o país – mas até o fechamento desta edição não teve retorno.

Justiça decreta prisão de suspeito de matar policial militar na Mangueira

qui, 20/07/2017 - 16:32

O Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decretou nesta quinta-feira a prisão temporária por 30 dias de José Carlos Moreira da Silva Júnior, suspeito de matar o cabo da Polícia Militar Bruno dos Santos Leonardo.

 

O policial foi alvejado, junto com outro colega, durante um ataque de criminosos armados na comunidade da Mangueira, na zona norte da cidade, na última segunda-feira.

 

Durante o ataque, o soldado da PM Luís Cláudio Stelmann dos Santos Júnior também foi ferido e está internado no Hospital Central da PM.

 

O pedido da prisão foi feito pelo Ministério Público, com base em investigações da Delegacia de Homicídios que aponta José Carlos como o homem que fez disparos contra a guarnição da PM na comunidade. A prisão foi decretada pela juíza Maria Izabel Pena Pieranti.

Nacional Informa: Deputado preso quer frequentar a Câmara no recesso

qui, 20/07/2017 - 16:14

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 16 horas, ao vivo, nas rádios EBC

Edição: Robeto Piza

Trabalhos Técnicos: Paulo Meireles

Temer defende cooperação em áreas sociais entre países de língua portuguesa

qui, 20/07/2017 - 15:57

Na abertura da reunião da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o presidente Michel Temer destacou a importância de cooperação entre os países-membros em áreas como saúde, educação, justiça e direitos humanos. Temer afirmou que esses temas são fundamentais para o desenvolvimento das nações.

 

O presidente disse também que a Língua Portuguesa é o primeiro elo que torna irmãs as nações que falam o português e destacou que o idioma tem presença forte em toda comunidade internacional. Disse que é preciso difundir a língua portuguesa e falou sobre o futuro do grupo,

 

A Comunidade de Países de Língua Portuguesa é formada por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Nacional Informa: Aeroportos fazem inspeção mais rigorosa no embarque para os EUA

qui, 20/07/2017 - 15:17

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 15 horas, ao vivo, nas rádios EBC

Edição: Paula de Castro

Trabalhos Técnicos: Egberty Martins

Prévia do IPCA-15 registra deflação em julho; menor taxa em quase 20 anos

qui, 20/07/2017 - 15:08

A prévia da inflação medida pelo Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15  ( IPCA 15) apresentou variação negativa de 0,18% em julho.

 

De acordo com o IBGE esta é a maior deflação para este mês registrada desde setembro de 98, juntamente com o índice de julho de 2003.

 

O maior responsável pelo resultado negativo foi o grupo dos alimentos que teve queda de 0,14%  e responde por um quarto das despesas das famílias brasileiras.

Governo federal enviará reforço da PRF e da Força Nacional para segurança do Rio

qui, 20/07/2017 - 15:04

O governo federal vai enviar mais reforços para combater a violência no estado do Rio de Janeiro.

 

Segundo informações do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, que se reuniu nesta quinta-feira (20) com o presidente Michel Temer, serão 380 policiais rodoviários federais.

 

O reforço contará também com 420 militares da Força Nacional de Segurança, que se juntarão a outros 200 agentes da Força Nacional que já estão no estado, totalizando 620 militares da Força Nacional.

 

* A participação do repórter foi ao vivo.  

Falta de verba pode interromper serviço do Samu no Rio

qui, 20/07/2017 - 14:38

O Samu, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, acionado pelo número 192, pode parar a qualquer momento devido ao não recebimento de repasses do governo estadual.

 

A falta do dinheiro pode ocasionar a interrupção dos atendimentos da empresa administradora do serviço de telefonia usado para efetuar os chamados em todo o estado do Rio de Janeiro.

 

Até o momento, a Secretaria Estadual de Defesa Civil não confirmou nenhuma interrupção nos chamados. O órgão apenas informou que a verba para o pagamento do contrato é de repassada pela Secretaria Estadual de Saúde.

 

Já a Secretaria de Estado de Saúde afirma que solicitou ao Corpo de Bombeiros a renegociação do contrato com a empresa HSI Solutions, responsável pelo serviço.

 

Segundo o texto, a atual gestão tem buscado reduzir o valor dos contratos e realizar cortes de custeio tendo em vista a atual crise financeira. Até agora, a economia nos gastos já chega a R$ 1,4 bilhão.

 

A HSI Solutions foi procurada mas não respondeu aos questionamentos até o fechamento desta reportagem.

 

Só na capital fluminense, o Samu faz em média cerca de 450 atendimentos por dia. Caso haja paralisação nos serviços, o recomendado pelas autoridades governamentais é ligar para os bombeiros no telefone 193.

Páginas