Você está aqui

Também na Radioagência Nacional

Subscrever feed Também na Radioagência Nacional
Atualizado: 4 minutos 27 segundos atrás

Governo do Rio envia mais dois projetos à assembleia para combater crise econômica

sab, 27/05/2017 - 13:37

O governo do estado do Rio de Janeiro encaminhou à Assembleia Legislativa mais duas mensagens do pacote que tenta combater a crise financeira. Um dos projetos formaliza a adesão do Rio ao Regime de Recuperação Fiscal dos Estados que terá duração de três anos, podendo ser prorrogado por mais três.

 

De acordo com o Regime, sancionado no último dia 19 pela Presidência da República, o estado que quiser aderir ao regime deve aprovar uma lei para ser contemplado.

 

O outro projeto altera as regras dos benefícios da pensão por morte do Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Rioo. As alterações somente valerão para os benefícios que forem concedidos após a entrada em vigor da lei.

 

Dentre as mudanças propostas, estão a que determina que o dependente menor de idade receberá a pensão até 21 anos, e não mais até os 24, mesmo cursando universidade. Outra medida prevê que só terão direito ao benefício vitalício as pessoas que, no dia da morte do cônjuge ou companheiro, tiverem, pelo menos, 44 anos de idade, dois anos de casamento ou união estável e que o servidor tenha recolhido, no mínimo, 18 contribuições para a previdência. Na última quarta-feira (24), a Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei, que aumenta a contribuição previdenciária de 11% para 14% para todos os servidores ativos dos três poderes do estado.

 

Defensoria Pública do Pará entra na Justiça contra reajuste de 35% na conta de água

sab, 27/05/2017 - 09:02

A Defensoria Pública do Pará entrou com uma ação civil pública na Justiça contra o aumento de 35% na conta de água, previsto para ser implantado em junho, pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa).

Na avaliação da Defensoria, faltam estudos que justifiquem o aumento. Segundo o defensor Cássio Bittar o valor da taxa de reajuste está fora da realidade econômica local.

Confira dos detalhes na matéria de Felipe Feitosa.

Reunidos na Itália, líderes do G7 reforçam compromisso de combater terrorismo

sex, 26/05/2017 - 21:34

Reunidos na Itália nesta sexta-feira (26), os líderes dos países do G7, Estados Unidos, Alemanha, Canadá, França, Itália, Japão e Reino Unido concordaram em reforçar a luta contra o terrorismo.

 

A primeira-ministra britânica, Theresay May, disse que o grupo vai incentivar empresas de tecnologia a controlar melhor o conteúdo de grupos extremistas nas redes sociais.

 

Mas, outros temas foram mais controversos.

 

A chanceler alemã Angela Merkel disse que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi pressionado por todos os outros líderes para que os norte-americanos não abandonem o Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas.

 

Ela também afirmou que os Estados Unidos não podem atacar políticas comerciais de países da União Europeia individualmente, sem levar em conta que eles formam um bloco comercial.

 

A declaração veio em resposta a relatos que circularam na mídia alemã de que Trump teria dito que a política comercial alemã é "muito ruim" e que os Estados Unidos poderiam limitar a venda de carros alemães no país.

 

Mas, outros líderes tentaram diminuir a tensão. O presidente da Comissão Europeia garantiu que Trump não foi agressivo em sua fala, mas organizações não governamentais também criticaram sua fala.

Governo do Rio Grande do Norte afirma que pediu ajuda federal uma semana antes da fuga de detentos

sex, 26/05/2017 - 20:39

Uma semana antes da maior fuga prisional do Rio Grande do Norte, ocorrida na madrugada desta quinta-feira (25), o governo estadual pediu ao Ministério da Justiça o aumento do efetivo da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária para reforçar o pessoal na Penitenciária Estadual de Parnamirim, unidade de onde 88 detentos escaparam. O pedido foi feito em uma reunião, segundo o secretário de Justiça e Cidadania, Luis Mauro Albuquerque Araújo.

 

A Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária foi criada pelo Ministério da Justiça para dar apoio aos estados depois das rebeliões violentas ocorridas em presídios de diferentes regiões do país no início do ano.

 

De acordo com o secretário Luis Mauro, o pedido para disponibilizar 140 agentes para o Rio Grande do Norte será formalizado por escrito e deve ser entregue ainda nesta semana. O Ministério da Justiça respondeu que 59 agentes atuam na Penitenciária de Alcaçuz com a Força-Tarefa, e que “não há disponibilidade para aumentar o número de profissionais.

 

A falta de pessoal foi citada pelo secretário de Justiça estadual como um dos motivos que facilitaram a fuga dos 88 presos, já que existe dificuldade em fazer vistorias em busca de túneis e ferramentas. Ele também afirmou que a ausência de grades nas celas permitiu que eles trabalhassem livremente, e a falta de guaritas no muro externo da penitenciária acabou ajudando os fugitivos.

 

O estado está realizando um concurso público para contratação de 570 agentes penitenciários. A previsão é que em novembro eles comecem a trabalhar, de acordo com o secretário de Justiça. Sobre a fuga em massa, o gestor afirmou que o caso é investigado pela Polícia Civil. Uma força-tarefa também foi criada para encontrar os fugitivos. Por enquanto, nenhum dos 88 presos foi recapturado.

Governo do Pará afasta 29 policiais da operação que resultou na morte de dez sem terra

sex, 26/05/2017 - 20:12

A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Pará afastou 21 policiais militares e oito policiais civis que participaram da operação na Fazenda Santa Lúcia, em Pau D'Arco no Pará, na última quarta-feira (24). A ação policial terminou na morte de dez trabalhadores rurais sem terra, sendo uma mulher.

 

Os agentes entregaram as armas e ficam sem atuar por 40 dias, prorrogáveis por mais 20 – tempo previsto para a conclusão do inquérito instalado que deve apurar se houve excessos por parte dos policiais e apurar as eventuais responsabilidades.

 

Na quinta-feira (25), a seccional paraense da Ordem dos Advogados do Brasil já havia cobrado o afastamento dos policiais envolvidos.

Janot pede ao STF para tomar depoimento de Temer, Aécio e Rocha Loures

sex, 26/05/2017 - 20:12

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu autorização do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, para interrogar o presidente Michel Temer, do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), também afastado do mandato.

 

A petição é relacionada aos inquéritos a que os acusados respondem na Corte, a partir das delações da empresa JBS.

 

Na manifestação, enviada ao relator do processo, o procurador também defendeu a validade das gravações entregues pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS. Batista gravou conversas com Temer, Aécio e Loures.

 

Janot alega que Temer não negou o encontro com o empresário, no Palácio do Jaburu e citou os pronunciamentos feitos por Temer, na semana passada. 

 

Para o procurador houve confissão espontanêa. 

 

Procurada pela reportagem, a assessoria da Presidência da República informou: "Não houve confissão alguma. O presidente apenas confirmou um fato que ocorreu, no qual não houve qualquer ilicitude ou ilegalidade. Não há o que esconder".

 

Os advogados de Rocha Loures e de Aécio Neves também foram procurados, mas não atenderam às ligações da reportagem.

 

* Com informações da Agência Brasil. 

Presidente do BNDES pede demissão e alega razões pessoais

sex, 26/05/2017 - 19:25

A presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos Marques, pediu demissão nessa sexta-feira (26) do cargo. Maria Silvia informou a decisão pessoalmente  ao presidente Michel Temer. A executiva alegou razões pessoais para deixar a presidência do Banco.

 

Quem assume interinamente  é o diretor Ricardo Ramos, que pertence ao quadro de carreira do BNDES. Administradora e doutora em economia, Maria Silvia Bastos Marques foi indicada em maio do ano passado pelo presidente Michel Temer.

 

Ela foi a primeira mulher a comandar o Banco, e também a primeira mulher a ocupar um cargo no alto escalão do governo Temer.

 

Em nota, Michel Temer, agradeceu à Maria pela atuação à frente do BNDS, e disse que o trabalho honrou o governo e moralizou um setor estratégico para o país, despolitizando a relação com o setor empresarial. O texto diz também que ela deixa como legado um modelo a ser seguido em toda máquina pública.

 

A saída de Maria Silvia da presidência do BNDES acontece um dia  após o presidente do senado, Eunicio Oliveira, ler em plenário o requerimento para a criação de uma CPMI no congresso que vai apurar fraudes e irregularidades em empréstimos concedidos pelo BNDES.

 

A CPMI é uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito, que vai ser composta por 16 senadores e 16 deputados titulares. A indicação de membros para a comissão deve acontecer a partir da próxima semana.

 

Ainda não há previsão de quem será o presidente e o relator, mas tradicionalmente um dos cargos fica com o autor do requerimento, neste caso, o senador Athaídes de Oliveira, do PSDB.

Contas de luz de junho terão bandeira tarifária verde, sem custo extra

sex, 26/05/2017 - 18:06

A bandeira tarifária das contas de luz no mês de junho será a verde, ou seja, não haverá custo extra para o consumidor. Segundo a Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, o retorno da bandeira verde foi possível pelo aumento das chuvas nos reservatórios das hidrelétricas em maio.

 

A mudança também foi influenciada pela perspectiva de redução do consumo de energia elétrica no país.

 

Desde abril, a bandeira estava vermelha, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas.

 

A cor da bandeira é impressa na conta de luz e indica o custo da energia em função das condições de geração.

 

Quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

 

Segundo a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente.

 

Com informações da Agência Brasil

Policiais militares terão que usar identificação em uniformes nos protestos

sex, 26/05/2017 - 17:49

Os policiais militares terão que usar identificação em seus uniformes durante atuação em operações especiais, manifestações e eventos de grande participação popular. A decisão judicial foi obtida, nesta quinta-feira (25), pelo Ministério Público do Rio.

 

De acordo com a decisão, o estado deverá tomar providências para inserir as inscrições alfanuméricas em todos os equipamentos de uso pessoal dos PMs, como farda, capacete e coletes, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

 

Para o Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública do Ministério Público, a iniciativa permitirá apurar, posteriormente, eventual abuso de poder por parte dos policiais.

 

A decisão levou em conta outras tentativas, como Termo de Ajustamento de Conduta, firmado em julho de 2015, que estabelecia a adoção da identificação dos policiais militares.

 

Diante do não cumprimento da cláusula por parte do estado, o Ministério Público expediu, em fevereiro deste ano, uma recomendação para que o Comandante da Polícia Militar promovesse a imediata identificação no fardamento dos policiais empregados em manifestações populares. No entanto, a medida teria sido, segundo o MP, desprezada.

 

O Ministério Público ressaltou que o uso moderado da força deve nortear as operações da Polícia Militar, reconheceu o papel da PM como fiscal de atuação e voltou a afirmar que a apuração dos abusos na conduta dos agentes fica prejudicada sem a identificação necessária de cada policial.

Nacional Informa: Presidente do BNDES pede demissão a Michel Temer

sex, 26/05/2017 - 17:27

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração média de até quatro minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Horários e duração diferenciados em coberturas especiais. Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 17h, ao vivo, nas rádios EBC.

 

Edição: Gláucia Gomes Trabalhos Técnicos: Egberty Martins

Consumo de drogas aumenta em São Paulo após ação policial na Cracolândia

sex, 26/05/2017 - 17:11

Depois da ação policial na Cracolândia, no último domingo (21), aumentou o consumo de drogas no centro de São Paulo. A constatação foi feita por profissionais de saúde da prefeitura que trabalham na área da Cracolândia. Eles acompanharam ao longo da semana cerca de 500 dependentes químicos que continuam abrigados em hotéis da região.

 

Segundo um psicólogo, que não quis se identificar, o aumento do consumo de crack foi provocado por uma maior demanda do usuário pela droga, associado a uma estratégia do tráfico.

 

Sonora: "Aumentou consideravelmente o uso de drogas. O que aconteceu? Quando teve essa ação na Cracolândia, as pessoas se dispersaram essa dispersão fez com que diminuísse, fizesse um varejão das drogas que tinham lá naquele espaço. As pessoas acumularam uma quantidade excessiva, uma quantidade a mais dessa substância e agora tá fazendo um uso justamente porque elas estão muito mais estressadas, estão muito mais nervosas, estão prejudicadas, estão feridas no corpo e a droga é uma válvula de escape nessas situações."

 

Outros profissionais que não quiseram gravar entrevista também questionaram a falta de planejamento da operação, que não envolveu profissionais de saúde e de assistência social.

 

Já o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, (PSDB) justifica a operação, que resultou em pelo menos 30 pessoas presas e 84 internações voluntárias.

 

Sonora: "É óbvio que você não vai em 24 horas resolver o problema do dependente químico. Nós temos no Brasil, o último número, era 2,8 milhões de pessoas. Então o que tá acontecendo é que tá diminuindo. Nós estamos oferecendo e trabalhando para que eles possam retornar ás suas famílias e se submeter ao tratamento."

 

A Secretaria Municipal de Saúde disse que desconhece a informação de que houve aumento no consumo de drogas, mas se comprometeu a checar o dado. A reportagem também entrou em contato com a Secretaria de Segurança Urbana e não teve retorno.

 

Segundo balanço da Prefeitura de São Paulo, até a noite dessa quinta-feira (25), foram feitas mais de 4 mil abordagens a dependentes químicos e uma média de 500 acolhimentos diários da população em situação de rua.

 

Um levantamento do Ministério Público do Estado mostra que menos sete bairros de São Paulo abrigam novas cracolândias.

Celular sem certificação poderá ser bloqueado pela Anatel

sex, 26/05/2017 - 17:06

A Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, poderá bloquear os celulares que não tenham certificação. A proposta apresentada pela área técnica da Anatel já foi aprovada em reunião administrativa da agência, mas deve passar pelo Conselho Diretor e ainda pode sofrer mudanças.

 

Antes de bloquear os celulares, as operadoras deverão avisar os clientes que têm aparelhos não regularizados e, somente, após 75 dias o celular pode ser bloqueado. A previsão é de que as empresas comecem a mandar mensagens com avisos para os usuários a partir do dia 30 de julho, mas pode haver um adiamento no início da implantação do sistema.

 

Segundo a Anatel, serão bloqueados os celulares que não tenham certificação da agência e Imei que é uma sequência de números que identifica o celular internacionalmente e são listados no banco de dados dinternacional que reúne as empresas de telefonia móvel.

 

Os aparelhos sujeitos ao bloqueio são principalmente os vendidos irregularmente no mercado nacional.

 

Nacional Informa: Procurador vai recorrer de decisão que inocentou Cláudia Cruz

sex, 26/05/2017 - 16:23

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração média de até quatro minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Horários e duração diferenciados em coberturas especiais. Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores. * Este programete foi veiculado às 16h, ao vivo, nas rádios EBC Edição: Paula de Castro Trabalhos Técnicos: Egberty Martins

Investigação da Polícia Federal deve identificar responsáveis por depredação durante protestos

sex, 26/05/2017 - 16:22

Após reunião sobre segurança pública, ministros criticaram grupos que depredaram prédios públicos e incendiaram banheiros químicos durante a última manifestação em Brasília.

 

O ministro da Justiça, Osmar Serraglio, informou que a Polícia Federal investiga o caso para identificar possíveis líderes do movimento. Mas, quando questionado se havia alguma investigação sobre a atuação de policiais militares, que foi considerada por alguns violenta, evitou falar.

 

O ministro do Gabinete de Segurança Pública, Sérgio Etchegoyen, afirmou que não se pode conversar com essas pessoas e classificou os grupos como criminosos. Quando perguntado sobre o uso de bombas contra manifestantes, rebateu:

 

Sonora: “Eu não os chamo de grupos radicais. Eu os chamo de vândalos, de criminosos. É um pouquinho diferente de grupos radicais. Os radicais são pessoas com quem se pode conversar. Neste caso, não são pessoas com quem se pode conversar. São posições criminosas. Meu amigo, eu acho que polícia jogar bomba em manifestantes em geral é uma visão um tanto quanto unilateral do problema e uma consequência que não faz parte da nossa discussão hoje”.

 

O Núcleo de Segurança do governo se reuniu para tratar do plano de segurança público para o Rio de Janeiro. O ministro Etchegoyen informou que cada ministério estuda como pode atuar no estado no combate ao crime organizado. E estão sendo estimados os custos da ação.

 

Um dos pontos que devem ser definidos no plano é a integração entre órgãos de inteligência, segurança pública e as Forças Armadas.

 

Distrito Federal espera vacinar 687 mil pessoas contra gripe

sex, 26/05/2017 - 16:05

Idosos, crianças menores de cinco anos, professores, trabalhadores da saúde e pessoas com doenças crônicas têm até o dia 9 de junho para receber a vacina contra a gripe.

A Campanha Nacional, que iria até dia 26 de maio, foi prorrogada devido a baixa adesão do público-alvo no Brasil e aqui no Distrito Federal.

O governo do Distrito Federal espera vacinar mais de 687 mil pessoas. Mas, até agora, foram imunizados pouco mais de 466 mil.

As crianças de 2 a 4 anos foram as menos cobertas com a vacina, seguidas por trabalhadores da saúde e menores de 2 anos. Já os idosos foram os que mais compareceram aos postos.

O aposentado José Soares tomou a vacina nesta sexta-feira (26), pensando que seria a última oportunidade. “Essa gripe, se pegar uma pessoa acima de 65 anos é pior do que se pegar uma de 25, 30 anos”.

O secretário adjunto da Secretaria da Saúde, Daniel Seabra, esclarece a importância da vacinação para o público-alvo da campanha.

“Esse período de vacinação ocorre devido a importância de imunizar essas pessoas que tem maior vulnerabilidade, caso peguem essa doença”.

A Secretaria de Saúde explica que, mesmo com o fim da campanha de vacinação, os postos do Distrito Federal vão disponibilizar as doses para as pessoas mais vulneráveis à gripe.

OEA manifesta preocupação com violência no campo, em manifestações e na Cracolândia

sex, 26/05/2017 - 15:49

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos da ONU, a Organização das Nações Unidas, manifestou preocupação com uso recorrente da violência em conflitos agrários, em especial contra trabalhadores sem-terra, no Brasil.

O órgão publicou um comunicado nesta sexta-feira (26) no qual cita o assassinato dos dez trabalhadores rurais na Fazenda Santa Lúcia, em Pau D'arco, no Pará. O texto destaca ainda outras ocorrências como o uso excessivo de forças policiais em manifestações e em operações de remoção urbana de dependentes químicos, caso que ocorreu na cidade de São Paulo.

Sobre a chacina no Pará, a Comissão requer que as autoridades brasileiras investiguem os fatos e outros atos de violência, a fim de identificar e punir as pessoas responsáveis e evitar a repetição de atos similares.

 

Num informe enviado pelo Ministério Público Federal, também nesta sexta-feira, a procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Déborah Duprat, disse ser prematuro afirmar que se trata de emboscada, mas que os dados trazem fortes indicativos desse tipo de ação.

A chacina ocorreu no dia 24 de maio, quando nove homens e uma mulher foram assassinados durante ação de busca e apreensão num acampamento situado na Fazenda Santa Lúcia, no Pará. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará afirma que os policiais foram recebidos a tiros. Nenhum policial ficou ferido.

Dados da Comissão Pastoral da Terra apontam que 2016 teve registro recorde no número de conflitos no campo: foram 61 assassinatos de trabalhadores rurais – o dobro em relação à média dos últimos dez anos.

O ano de 2017 já revela a intensificação dos conflitos. Somente nos primeiros cinco meses deste ano haviam sido registrados pela entidade 26 assassinatos em decorrência dos conflitos agrários no Brasil – número duas vezes maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

 

Situação crítica do hospital de Sorriso leva moradores a bloquear BR-163

sex, 26/05/2017 - 15:40

Moradores de Sorriso, em Mato Grosso, bloquearam de forma pacífica a BR-163, no perímetro urbano da cidade, nessa quinta-feira (25). O bloqueio foi um protesto pela situação do Hospital Regional do município.

De acordo com os organizadores, cerca de 3 mil pessoas participaram do ato. A Polícia Militar não fez estimativa de participantes.  

Os manifestantes deram um abraço na unidade hospitalar e seguiram para a rodovia, onde ficaram por cerca de uma hora e meia, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Muitos vestiram roupas pretas para simbolizar o luto pela situação da saúde em Sorriso.

 

Com repasses atrasados, o hospital acumula dívidas com os fornecedores.

  Nessa quinta-feira (25), a enfermeira Luciele Benin, que assumiu há três dias a direção do hospital, disse estar tomando pé da situação e que, por enquanto, não é possível fazer um diagnóstico. Mas afirmou que o hospital não corre risco de desabastecimento.

  A situação levou o Ministério Público Estadual a pedir, na Justiça, o bloqueio de R$ 9,2 milhões para ser investido na unidade.

  A situação é recorrente. O primeiro pedido de bloqueio de verbas públicas foi feito em outubro de 2016. O Judiciário acolheu parcialmente e bloqueou pouco mais de R$ 3 milhões, condicionando a liberação do montante ao trânsito em julgado da decisão.

Apenas no início de março deste ano é que, efetivamente, os valores penhorados puderam ser utilizados para pagamento dos credores.   De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, nessa quinta-feira foi feito um repasse de cerca de R$ 3,8 milhões a unidade hospitalar em Sorriso.

Nacional Informa: Governo pede que Polícia Federal investigue atos de vandalismo em manifestação

sex, 26/05/2017 - 15:37

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração média de até quatro minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Horários e duração diferenciados em coberturas especiais. Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 15h, ao vivo, nas rádios EBC

 

Edição: Paula de Castro Trabalhos Técnicos: Egberty Martins

Arruda, Agnelo e Filipelli podem ser soltos no próximo domingo

sex, 26/05/2017 - 15:25

Os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz e o ex-vice governador Tadeu Filipelli podem ser soltos no domingo, (28) quando vence o prazo da prisão temporária dos três.

 

A Polícia Federal e o Ministério Público não confirmaram se vão pedir a ampliação da prisão. Os políticos e outras sete pessoas foram presos na operação que investiga a superfaturamento das obras do estádio Mané Garricha, após a delação de diretores da empresa Andrade Gutierrez.

 

A defesa de Agnelo afirma que o ex-governador está convicto da regularidade seus atos. E que espera que a prisão não seja prorrogada. Durante a semana, a defesa de Filipelli afirmou que pediria a revogação da prisão temporária.

 

Não conseguimos contato com a defesa de Arruda.

Aberto inquérito para investigar policiais que dispararam armas de fogo em manifestação

sex, 26/05/2017 - 15:12

Foi aberto inquérito contra os três policiais militares identificados como autores dos disparos com armas de fogo durante a manifestação ocorrida na quarta-feira (24), na Esplanada dos Ministérios.

 

A PM confirma que os envolvidos vão passar por avaliação psicológica para decidir se serão afastados de suas funções. A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal afirma que o caso é inadmissível e que o fato é isolado e não representa a ação desempenhada pela polícia.

 

Acompanhe na reportagem de Gésio Passos.

Páginas