Você está aqui

Também na Radioagência Nacional

Subscrever feed Também na Radioagência Nacional
Atualizado: 1 minuto 43 segundos atrás

Brasil vence Paraguai por 3 a 0 e mantém liderança isolada nas eliminatórias

qua, 29/03/2017 - 07:25

Com um gol de Felipe Coutinho, no primeiro tempo, um de Neymar e um de Marcelo, na segunda etapa, o Brasil derrotou o Paraguai por 3 a 0 nessa terça-feira (28), na Arena Corinthians, em São Paulo, pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

Essa foi a oitava vitória seguida da seleção dirigida por Tite desde que o técnico assumiu o cargo no ano passado, um recorde estabelecido pelo treinador da Seleção Brasileira.

Confira os detalhes na matéria de Jorge Wamburg.

Medida provisória simplifica renovação de concessões de rádio e TV

qua, 29/03/2017 - 01:22

Foi sancionada nessa terça-feira (28) pelo presidente Michel Temer a medida provisória que muda as regras para a renovação de concessões de rádios e TVs no Brasil.

 

A expectativa é que agora os processos de renovação e transferências de outorgas das emissoras de rádio e TV sejam mais simples, sem precisar da aprovação do governo.

 

Em cerimônia no Palácio do Planalto  o presidente disse que as novas regras modernizam e desburocratizam as renovações.

 

O presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão Paulo Camargo, e o presidente da Abratel, Luiz Claudio Costa, comemoraram a nova legislação. Na avaliação dos dois, a medida vai modernizar o setor.

 

Já organizações sociais como o Fórum Nacional de Democratização da Comunicação criticam a medida. Os representantes argumentam que a nova legislação mantêm os mesmos grupos como donos dos veículos e dificulta que novos grupos disputem a concessão.

Rio precisa de 9 milhões de doses para imunizar população contra febre amarela

qua, 29/03/2017 - 01:03

Até o fim do ano, serão necessárias entre 8 e 9 milhões de novas doses de vacina contra a febre amarela para atender toda a população do Rio de Janeiro. O fornecimento dessas doses está sendo negociado entre a Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde. 

 

A Fundação Oswaldo Cruz, maior fabricante de vacinas do país, já opera com sua capacidade máxima e está produzindo cerca de nove milhões de doses por mês, que são distribuídas em todo o Brasil.

 

De acordo com o governo estadual, o Rio já recebeu mais de 3 milhões de vacinas contra a doença desde janeiro. A estimativa é que cerca de 80% das doses distribuídas foram utilizadas pelas secretarias municipais de saúde.

 

O Rio de Janeiro já confirmou cinco casos de febre amarela em Casimiro de Abreu, com uma morte. O sexto caso do estado foi registrado em São Fidélis, no Noroeste Fluminense. A secretaria também confirmou a morte de dois macacos no Rio de Janeiro por causa da doença.

 

Com informações de Flávia Vilella

Juíza decreta prisão temporária de acusados por morte de turista argentino

qua, 29/03/2017 - 00:57

A juíza Angélica dos Santos Costa, do Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, decretou, nesta terça-feira, a prisão temporária de Pedro Henrique Marciano, Valterson Ferreira Cantuária e de Júlio Cesar Oliveira Godinho pelo prazo de cinco dias.

 

Os brasileiros foram indiciados pela morte do turista argentino Matias Carena, de 28 anos, que ocorreu na madrugada do último domingo, após uma briga em um bar localizado em Ipanema, na Zona Sul do Rio.

 

Matias Carena foi espancado e a causa da morte identificada como traumatismo craniano.

 

O corpo do turista foi liberado pelo Instituto Médico Legal do Rio nessa segunda -feira e a transferência dele para a Argentina está sendo preparada pela família com o apoio do consulado argentino.

PF vistoria apartamento de Adriana Ancelmo; ex-primeira-dama aguarda prisão domiciliar

qua, 29/03/2017 - 00:51

A Polícia Federal já realizou a perícia no apartamento de Adriana Ancelmo e Sérgio Cabral, no Leblon, na zona sul do Rio, para conferir se ele está sem acesso à internet e à rede telefônica.

 

Essa é uma das exigências para que a ex-primeira dama do estado possa cumprir prisão domiciliar. Adriana foi beneficiada por uma liminar expedida pela ministra do Superior Tribunal de Justiça, Maria Tereza de Assis Moura, na última sexta-feira.

 

A conversão da prisão cautelar em domiciliar já havia sido autorizada em primeira instância no dia 17 deste mês, mas foi cassada pelo Tribunal Regional Federal logo em seguida. A ministra aplicou um mecanismo previsto pela lei de primeira infância que permite a mulheres presas preventivamente aguardarem o julgamento em prisão domiciliar quando elas têm filhos menores de 12 anos, que é o caso de Adriana.

 

Agora o laudo da vistoria pela PF será apreciado pela Justiça, que deverá expedir a ordem de transferência da ex-primeira dama. Adriana Ancelmo é ré pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa porque teria participado do esquema liderado pelo seu marido, o ex-governador Sérgio Cabral, para beneficiar empresas em troca de propina e que desviou pelo menos R$ 220 milhões dos cofres públicos.

Empresários criticam anúncio de estudos para aumento de impostos

qua, 29/03/2017 - 00:30

O anúncio de que o governo estuda aumentar impostos, assusta Suely de Lima sempre trabalhou no comércio e hoje é dona de um restaurante self-service em São Paulo.

 

Sonora: "Eu acho que a gente já paga muito imposto. É pedir demais pro proprietário que ainda aumente mais impostos."

 

A reação da Fecomércio, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo é parecida. Bastou o anúncio do governo para a instituição divulgar um nota se colocando contra a medida e afirmando que qualquer aumento de tributo, nesse momento, vai retardar o processo de recuperação da economia.

 

Para Fábio Pina, assessor econômico da Fecomércio, o ajuste fiscal deve se restringir ao corte de gastos do governo.

 

Sonora: "A gente entende que o governo tem que fazer o ajuste fiscal e tem. Mas ele tem gastos suficientes para fazer esse ajuste 100% com corte de gastos.É dificil fazer isso, é políticamente dificil , mas tem que ser enfrentado esse problema."

 

Segundo o Ministério da Fazenda, o governo tem um déficit de pouco mais de R$ 58 bilhões, quase metade dos R$ 120 bilhões do orçamento que podem sofrer cortes. Um orçamento, que segundo o ministro da Planejamento, Dyogo Oliveira, foi adequado à política de teto de gastos e já não tem mais onde cortar.

 

Clemente Lúcio, diretor técnico do DIEESE, Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos, concorda que o governo não tem mais onde cortar e que é preciso aumentar a arrecadação para que o governo possa ajudar a alavancar a economia e sair do que ele chama de espiral recessiva.

 

Sonora: "É evidente que nesse momento de gravissima recessão aumentar os impostos pode-se estar triando os recursos de parte da sociedade, de parte das empresas que poderiam estar realizando investimentos, mas na prática, essas empresas não estão fazendo isso. Então, nesse momento, é importante que o estado arrecade e faça, sim, o investimento e garanta o investimento."

 

O medo de investir é algo que Suely, também já notou.

 

Sonora: "Se eu quiser vender meu restaurante hoje, nem sei se eu encontro comprador porque ninguém tá querendo investir."

 

O economista do DIEESE também defende que os impostos a serem aumentados incidam apenas sobre a renda e os bens das pessoas mais ricas.

 

Para o economista da Fecomércio esse seria uma medida aparentemente simpática, mas desastrosa, já que os impostos seriam repessados para a população. O governo ainda não informou quais impostos podem aumentar.

Temer diz que problema da carne está sendo superado; CNA apresenta reivindicações do setor

qua, 29/03/2017 - 00:11

Após se reunir com representantes da Agricultura e Pecuária na noite dessa terça-feira (28) em Brasília, o presidente Michel Temer afirmou que o problema da carne brasileira está sendo superado.

 

Nesta terça, Hong Kong, um dos maiores importadores de carnes do Brasil, anunciou a suspensão do embargo à carne brasileira.

 

Durante o evento realizado na sede da CNA- Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, foi entregue ao presidente um documento com reivindicações do setor, como explica o vice-presidente da CNA, Mario Borba.

 

A CNA também defende novos modelos de concessão e parcerias com o setor privado.

Nove senadores do PMDB pedem que Temer vete projeto de terceirização irrestrita

ter, 28/03/2017 - 23:50

Um grupo de senadores do PMDB divulgou uma nota nesta terça-feira (28) contra a sanção do projeto de terceirização irrestrita, aprovado na Câmara.

 

Na nota, nove senadores de um total de 22 da bancada do PMDB defendem a regulamentação das atividades já terceirizadas e, não, uma terceirização ampla e irrestrita, conforme projeto aprovado pela Câmara dos Deputados e enviado a sanção presidencial.

 

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, criticou a terceirização da atividade-fim.

 

O projeto da terceirização aprovado na Câmara permite a terceirização de todas as atividades de uma empresa.

 

Atualmente, só é permitido terceirizar as atividades-meio, como segurança e limpeza. Já os favoráveis ao projeto argumentam que a terceirização irrestrita vai aumentar o emprego no Brasil.

Projeto de recuperação fiscal dos estados pode ser votado nesta quarta; relator apoia privatizações

ter, 28/03/2017 - 23:42

O projeto de recuperação dos estados em crise deve ser debatido na Câmara nesta quarta-feira. A medida suspende a dívida dos estados com a União por três anos.

 

Em troca, o estado deve apresentar uma série de contrapartidas, como a privatização de estatais, o aumento de contribuição previdenciária de servidores e a suspensão de concursos públicos.

 

Um projeto parecido foi aprovado pela Câmara em dezembro do ano passado, mas a Casa retirou as contrapartidas, o que levou o presidente Michel Temer a vetar o texto.

 

Dessa vez, o relator do projeto, deputado Pedro Paulo, do PMDB fluminense, acredita que é possível votar a recuperação com as contrapartidas já nesta quarta-feira. O parlamentar diz que sem a garantia de medidas de austeridade, o governo federal não aceita o acordo.

 

O relator disse que vai ampliar o número de estatais que podem ser privatizadas. O atual texto restringe a privatização as empresas de saneamento, energia e bancos. A expectativa do relator é que também outras estatais possam ser privatizadas como contrapartidas.

 

A oposição critica a medida dizendo que as contrapartidas prejudicam os servidores estaduais e a qualidade dos serviços públicos. O líder da oposição na Câmara, deputado José Guimarães, do PT, promete obstruir a votação.

 

Para o deputado, o projeto afeta também estados que não estão em crise, ao condicionar a possibilidade do governo estadual fazer empréstimos às contrapartidas exigidas.

Deputado Weverton Rocha vira réu no STF por suspeita de desvio de recurso; parlamentar nega acusação

ter, 28/03/2017 - 23:27

Por 3 votos a 1, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal aceitou a denúncia contra o deputado federal Weverton Rocha, do PDT do Maranhão, que agora é réu na Corte.

 

O Ministério Público denunciou o parlamentar por crime previsto na Lei de licitações e por peculato, que é quando um agente público desvia recursos públicos para proveito próprio ou alheio.

 

Os crimes teriam ocorrido na época em que Weverton exerceu o cargo de Secretário de Esporte e Juventude do estado do Maranhão.

 

Em nota, o deputado declarou que tem plena confiança que ao final da ação penal ficará provado que não obteve vantagem indevida ou injusta, e que não ocorreu superfaturamento ou prejuízos aos cofres públicos.

 

Weverton Rocha disse, ainda, que a licitação em questão foi dispensada com base em decreto de emergência do então governador Jackson Lago, dentro do prazo estipulado, e fundamentada pelo parecer da Assessoria Jurídica da Secretaria de Esportes.

Congresso discute alternativas à regulamentação do trabalho terceirizado

ter, 28/03/2017 - 22:56

O Congresso Nacional discute alternativas à regulamentação do trabalho terceirizado. Uma delas é um Projeto de Lei da Câmara, que está em tramitação no Senado e regulamenta a terceirização, mas não permite que seja praticada na atividade-fim.

 

O senador Paulo Paim, do PT, apresentou nessa terça-feira o relatório sobre o Projeto de Lei. E destacou que, se for aprovada, a proposta vai substituir a regulamentação da terceirização aprovada dia 22 na Câmara e que aguarda a sanção do presidente Michel Temer.

 

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, do PMDB, recebeu o relatório de Paulo Paim e encaminhou a proposta para as comissões permanentes da Casa.

 

Para o líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer, o projeto aprovado pelos deputados já atende às necessidades de patrões e trabalhadores.

 

Os sindicatos discordam. Também nessa terça, representantes de centrais sindicais estiveram no Congresso para pedir o apoio dos parlamentares. Eles querem reduzir o alcance das terceirizações. Prometem se mobilizar nas próximas semanas e já convocaram greve geral para o dia 28 de abril.

 

A outra alternativa seria incluir na Reforma Trabalhista as mudanças sugeridas por Paulo Paim. O relator da Reforma Trabalhista na Câmara, deputado Rogério Marinho, do PSDB, está confiante nessa possibilidade.

 

A expectativa é que a Comissão Especial da Reforma Trabalhista na Câmara vote o relatório de Rogério Marinho na primeira semana de maio. Depois, o projeto segue para votação em plenário.

 

Com produção de Lucas Pordeus León

Viva Maria: Conheça o trabalho de Antônia, a semeadora de moringas

ter, 28/03/2017 - 21:26

Este programa é especialmente dedicado a uma trabalhora rural que tem grande chances de ter seu trabalho reconhecido pela campanha # Mulheres rurais, mulheres com direitos. Falo de Antônia, de Carlinda, no Mato Grosso, que trabalha com multiplicação de sementes de plantas como a moringa. Vamos conhecer um pouco mais das experiências de Antônia. 

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

História Hoje: Cantor Jessé morria há 24 anos após acidente de carro no Paraná

ter, 28/03/2017 - 21:01

Há 24 anos, morria o cantor e compositor Jessé. E a música perdia uma das vozes mais românticas dos anos 80 e 90.

 

Jessé Florentino Santos nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro e ainda menino se mudou para Brasília com a família. Filho de evangélicos, começou a carreira musical cantando os hinos religiosos da igreja.

 

Ao atingir a maior idade, largou tudo para trás e se mudou para São Paulo em busca de um sonho. Conquistar uma carreira como cantor. Começou se apresentando em boates. Depois integrou os grupos Corrente de Força e Placa Luminosa, animando bailes por todo o Brasil.

 

Na década de setenta, a exemplo de Fábio Junior, Raul Seixas e Cristhian, da dupla Cristhian e Ralph, chegou a gravar em inglês com o pseudônimo de Tony Stevens.

 

Mas sua grande oportunidade ocorreu em 1980, ao ser revelado ao grande público pelo Festival MPB Shell, da Rede Globo com a música Porto Solidão. Neste festival, Jessé ganhou o prêmio de melhor intérprete.

 

Três anos depois, conquistou o Décimo Segundo Festival da Canção Televisão Ibero-Americana, realizado em Washington, nos Estados Unidos, levando os prêmios de melhor intérprete, melhor canção e melhor arranjo com a música "Estrelas de Papel" de sua autoria, em parceria com Elifas Andreato.

 

Mas Jessé conquistou mesmo o grande público foi com sua voz potente. Ele gravou doze discos com destaque para os álbuns duplos “O Sorriso ao Pé da Escada e “Sobre Todas as Coisas". Entretanto nunca conseguiu agradar a crítica especializada, que o considerava um cantor brega.

 

Jessé Florentino dos Santos morreu aos 40 anos, em 29 de março de 1993 de traumatismo craniano sofrido num acidente de carro quando se dirigia para a cidade de Terra Rica, no Paraná, onde iria fazer um espetáculo.

 

Produção: Renato Lima Sonoplastia: Messias Melo

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados às datas do calendário. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

TSE marca julgamento da chapa Dilma-Temer para próxima terça-feira

ter, 28/03/2017 - 20:42

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, marcou duas sessões extras para julgar o pedido de cassação da chapa Dilma-Temer.

 

Ou seja, o plenário do TSE terá quatro reuniões na semana que vem. Serão terça-feira, de manhã e à noite; quarta-feira à noite e na quinta de manhã.

 

Gilmar Mendes informou que o julgamento pode demorar a ser concluído. Isso porque os advogados da ex-presidenta Dilma Rousseff pediram mais tempo para examinar as provas apresentadas pela construtora Odebrecht.

 

Se o pedido da defesa for aceito, o julgamento da chapa Dilma-Temer só deve ser retomado no fim do mês de abril.

Previsão do tempo desta quarta-feira (29) para todo o Brasil

ter, 28/03/2017 - 20:25

Previsão do Tempo: Programete veiculado diariamente às 3h30 de segunda a sexta com produção da Rede Nacional de Rádio.

Pescadores reunidos em Brasília elaboram propostas para o setor

ter, 28/03/2017 - 20:20

Pescadores de todo o Brasil estão reunidos em Brasília para discutir alterações no setor pesqueiro após transferência da Secretaria Nacional da Pesca do Ministério da Agricultura para o Ministério da Indústria e Comércio Exterior.

 

Para o presidente da Federação Nacional de Pesca e Aquicultura Walzenir Falcão, a mudança sinaliza melhorias, mas ele ainda espera a criação de um órgão com mais autonomia para o setor.

 

O pescador Waldomiro Oliveira veio de Careiro da Várzea, no Amazonas, há 25 quilômetros de Manaus. Aos 53 anos, a preocupação dele é com as novas regras para a aposentadoria em discussão no Congresso Nacional.

 

Pela proposta, os pescadores, assim como agricultores, teriam que trabalhar até dez anos a mais para receber a aposentadoria integral.

 

Os pescadores também discutem um decreto editado em janeiro que muda as regras de concessão do seguro defeso. A federação nacional teme que mais de 600 mil pescadores em todo Brasil fiquem sem o benefício.

 

O secretário Nacional da Pesca Dayvson Frankling defende a regulamentação do setor e a atualização dos dados.

 

Os pescadores também estão tirando dúvidas sobre créditos para a compra de equipamentos e conversando sobre soluções para o fim do desperdício de peixes no País

 

Ao final eles vão elaborar um documento com propostas para o setor. O material deve ser entregue para o governo federal.

Kassab diz que Correios precisam cortar gastos para evitar privatização

ter, 28/03/2017 - 20:02

O ministro da Ciência e Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, afirmou nessa terça-feira que os Correios caminham rumo à privatização. Segundo o ministro, para evitar a privatização, a empresa deve reequilibrar as contas e continuar cortando gastos.

 

De acordo com Kassab, quando o ministério atual assumiu a empresa, constatou um déficit anual de R$ 2 bilhões. Em dezembro do ano passado, o presidente da estatal, Guilherme Campos, já havia anunciado um plano de demissão voluntária para aliviar as contas.  

A afirmação do ministro foi feita em coletiva de imprensa após cerimônia  de sanção da Lei de Revisão do Marco Regulatório da Radiodifusão,  no Palácio do Planalto.

Técnicos pedem interdição da ciclovia Tim Maia por falhas na construção

ter, 28/03/2017 - 19:07

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio, Crea-RJ, recomendou a interdição da ciclovia Tim Maia, desde São Conrado até o Leblon, entre abril e agosto, período em que as ressacas são intensificadas.

 

O Crea sugere que as obras necessárias para correção das falhas sejam realizadas durante esses meses. O Presidente do Conselho, Reynaldo Barros, enfatizou, após divulgação do laudo nesta terça-feira, que a pista não apresenta condições adequadas de segurança para utilização. A interdição ou não da ciclovia será, no entanto, definida pela Justiça.

 

Segundo o presidente do Conselho, as obras podem ser consideradas simples por necessitarem de técnicas e materiais conhecidos.

 

A análise feita por uma comissão do Crea instituída em janeiro deste ano, constatou diversas falhas, entre elas, fissuras de retração, falta de parafuso de fixação, pontos de corrosão nas vigas, tubulação em estado avançado de desgaste e blocos de apoio mal posicionados.

 

De acordo com Reynaldo Barros, é necessário também que seja feito um estudo detalhado sobre as ondas para análise da estrutura porque podem ter, segundo ele, outros pontos como o que desabou em abril do ano passado, deixando dois mortos.

 

Barros ressaltou, no entanto, que não foram os problemas detectados que ocasionaram a queda do trecho, e sim o projeto, que não previu o impacto da onda sobre a pista.

 

Por nota, a prefeitura informou que o laudo deve ser agora analisado pela Justiça, que decidirá sobre a possibilidade de reabertura da ciclovia.

Rio de Janeiro cria multa para casos de agressão à mulher

ter, 28/03/2017 - 18:42

Além da punição criminal prevista na Lei Maria da Penha, a agressão familiar e doméstica contra a mulher vai ser penalizada com multa no Rio de Janeiro.

 

A nova lei foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial do Estado. Segundo dados do Instituto de Segurança Pública do Rio, em 2016, uma mulher foi agredida a cada 12 minutos no estado.

 

Autora do projeto de lei, a deputada estadual Martha Rocha destacou que os valores das multas ainda não regulamentados vão ser repassados para os serviços da rede de proteção à mulher vítima de violência doméstica.

 

Segundo o governo estadual, a nova legislação calcula a multa como uma forma de ressarcimento ao estado pelos serviços públicos de emergência utilizados pela mulher vítima.

 

De acordo com a Lei Federal Maria de Penha, é considerada violência doméstica e familiar contra a mulher qualquer ação ou omissão baseada em gênero que cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial.

Governo libera recursos para municípios do Amazonas atingidos pela cheia

ter, 28/03/2017 - 18:28

Quase seis  mil famílias de Itamarati, Guajará, Ipixuna e Eirunepé vão receber mais de 360 mil kits de mantimentos, de limpeza e higiene, colchões, fraldas descartáveis infantis e geriátrica, e galões de água, entre outros produtos.

 

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, veio ao Amazonas para anunciar o apoio à população. O investimento, segundo ele, é de aproximadamente R$ 9,6 milhões.

 

Uma parte dos recursos R$ 523 mil , foi destinada a operação de logística. O dinheiro foi investido no aluguel de uma balsa, duas lanchas, um barco e um caminhão, além da contratação de uma tripulação especializada.

 

A Fundação de Vigilância Sanitária disponibilizou 10 mil unidades de hipoclorito de sódio para purificação da água, além de microscópios, termonebulizadores e pulverizadores de inseticidas para o combate a endemias.

 

De acordo com o secretário-executivo da Defesa Civil do Amazonas, coronel Fernando Pires Júnior, a ajuda foi antecipada para atender as famílias da calha do Juruá. E existe um planejamento para as outras calhas, caso a situação se agrave.

 

O governador do Amazonas, José Melo, adiantou que a previsão é que o estado tenha uma grande cheia em 2017.

 

Na próxima sexta-feira, dia 31, o CPRM, Serviço Geólogico do Brasil, vai divulgar o primeiro boletim com a previsão oficial da cheia de 2017.

 

Atualmente outros três municípios da calha do Juruá e sete do Solimões estão em situação de alerta e sete do Baixo Amazonas estão em situação de atenção para enchente.

Páginas