Você está aqui

Também na Radioagência Nacional

Subscrever feed Também na Radioagência Nacional
Atualizado: 16 minutos 50 segundos atrás

Comércio varejista tem alta de 0,5% em setembro

ter, 14/11/2017 - 18:37

As vendas do comércio varejista tiveram alta de 6,4% na comparação com setembro de 2016 e de 1,3% no acumulado de 2017. Em 12 meses, no entanto, o volume de vendas apresenta uma queda acumulada de 0,6%.

 

De agosto para setembro, as vendas cresceram 0,5% no país. 

 

Os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) foram divulgados hoje (14), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

As informações com Cristiane Ribeiro. 

 

Maia critica quantidade de medidas provisórias editadas pelo governo

ter, 14/11/2017 - 18:13

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, criticou nesta terça-feira (14) o número de medidas provisórias editadas pelo governo.

 

Segundo Maia, as MPs estão trancando a pauta e interferindo de forma crescente nos trabalhos da Casa.

 

O presidente da Câmara participou de um anúncio de repasse de recursos de emendas parlamentares a unidades de pronto-atendimento em municípios do Rio de Janeiro.

 

Ainda segundo Rodrigo Maia, caso as alterações das leis trabalhistas venham por meio de projeto de lei, serão votadas em no máximo três semanas.

 

O evento em que Maia esteve contou com a presença de parlamentares da bancada fluminense no Congresso e prefeitos da capital e do interior do estado. Foram distribuídos aos prefeitos cheques simbólicos com R$ 40 milhões em recursos que serão destinados às unidades de pronto-atendimento.

 

Os recursos foram obtidos por meio de emendas parlamentares.

 

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto informou que não comentará as declarações de Maia.

 

* Com informações da Agência Brasil. 

Nacional Informa: PRF apreende cerca de 3 toneladas de maconha no Paraná

ter, 14/11/2017 - 17:32

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 17h, ao vivo, nas rádios EBC.

 

Edição: Gláucia Gomes Trabalhos técnicos:  Jaime Batista

Gabarito do Enem já pode ser consultado

ter, 14/11/2017 - 16:57

Os estudantes que fizeram as provas do Enem 2017 já podem consultar o gabarito oficial do exame na página do INEP, o  Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, no endereço: enem.inep.gov.br

 

Com o gabarito, os candidatos podem saber quantas questões acertaram, mas não é possível calcular a nota final com base apenas neste número.

 

Isso porque a correção das provas é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item, em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.

 

Dessa forma, um item que grande número dos candidatos acertarem será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por ela.

 

O Boletim de Desempenho deverá ser disponibilizado aos participantes em 19 de janeiro de 2018.

 

Com informações da Agência Brasil, da Rádio Nacional em Brasília, Juliana Russomano.

Nacional Informa: Estudantes já podem consultar locais de prova do Enade

ter, 14/11/2017 - 16:27

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 16h, ao vivo, nas rádios EBC.

Edição: Gláucia Gomes Trabalhos técnicos:  Egberty Martins

Secretários reivindicam fundo para financiar segurança pública

ter, 14/11/2017 - 15:58

Secretários de Segurança Pública de 19 estados brasileiros defenderam a criação de um fundo para financiamento da Segurança Pública no país.  Eles participaram de uma reunião extraordinária no Rio de Janeiro, do  Colégio Nacional de Secretários Estaduais de Segurança Pública (Consesp), que contou com a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) e do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

O Secretário de Estado de Segurança, Roberto Sá, afirmou que não é possível tolerar 60 mil mortes violentas por ano e que é fundamental a criação de um fundo constitucional para manter, minimamente, as atividades essenciais das polícias nos estados.

Ele disse que esses recursos teriam feito a diferença no atual cenário de crise do Rio de Janeiro.

Sá também defendeu a necessidade de retirar armas de alto poder bélico das mãos dos traficantes e que o Rio já alcançou a marca 400 fuzis apreendidos, até outubro, uma média de quase dois por dia.

De acordo com ele, mais de 80% são fuzis estrangeiros, o que representa cerca da metade das armas de fogo apreendidas.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que o governo federal precisa assumir de forma mais concreta a questão do controle do tráfico de armas nas fronteiras do país. Ele reconheceu que muitas vezes os secretários de estado acabam assumindo responsabilidades que não são suas.

Maia destacou que a Câmara tem se empenhado na melhoria das leis para a área de segurança e que a comissão presidida pelo ministro Alexandre de Moraes para o combate ao tráfico de armas e drogas vai elaborar um anteprojeto de lei com medidas investigativas, processuais e de regime de cumprimento de pena.

O deputado acredita que o anteprojeto esteja pronto, na Câmara, no primeiro semestre do ano que vem. Sobre o Fundo de Financiamento para a Segurança, Maia disse que não adianta pensar em financiar nada se as contas públicas não tiverem organizadas.

Ele defendeu a reforma da Previdência para que o pais tenha condições de financiar a saúde, educação e segurança pública.

Em outubro, o presidente, Michel Temer, sancionou o projeto que torna hediondo o porte da arma de fogo de uso restrito.

Na semana passada, a Câmara dos Deputados extinguiu a progressão de regime para os condenados por homicídios de policiais e alterou a progressão de regime.

Os projetos de lei ainda serão votados pelo Senado Federal.

Porto Rico pede U$ 94 bilhões para se recuperar da passagem de furacões

ter, 14/11/2017 - 15:15

A ilha de Porto Rico ainda enfrenta os efeitos da passagem dos furacões Irma, no começo de setembro e Maria que atingiu o território portorriquenho na última semana de setembro.

 

Quase dois meses depois da passagem do furacão Maria, a maior parte da ilha ainda não tem água, energia elétrica e nem serviços de comunicação telefônica.

 

O governo local anunciou nessa segunda-feira (13) que vai pedir U$ 94 bi ao Congresso americano  ao para reconstrução do que foi perdido.

O governador Ricardo Rosselló afirmou que as perdas sofridas pela ilha ultrapassam as que afligiram o Texas, na passagem do Furacão Harvey, no mês de agosto. 

 

O Texas pediu ao governo federal a liberação de U$61 bi para reparação das perdas deixadas pelo Harvey.

 

Rosselló apresentou um relatório que detalha os custos da reconstrução, e afirmou que os U$94 bi "ainda é um número conservador".

 

O dinheiro pedido deverá ser usado para construção de habitações, reparação da geração de energia elétrica, estradas, serviços sanitários, saúde e educação.

 

Pelo menos 150 mil pessoas abandonaram a ilha, segundo estimativa fornecida pelo governo e pelo menos 5 mil estabelecimentos comerciais fecharam as portas.

 

A ilha - que vive principalmente do turismo - já enfrenta uma taxa maior de desempregados, que deve chegar a 20%.

 

O Congresso já aprovou U$ 5bi de ajuda para a ilha. Mas Rosselló diz que é insuficiente.

 

Ele afirmou que o grande problema é que os recursos gerados pelas empresas que estão na ilha não são investidos em seu território.

 

O governador pediu que a reforma tributária que está na pauta do Congresso, crie algum mecanismo de proteção para que os recursos gerados no território de Porto Rico sejam investidos localmente.

 

Após a passagem de Irma e Maria, o presidente americano Donald Trump foi acusado de negligência pela imprensa e também por membros do governo local.

 

Trump demorou, por exemplo, a suspender a proibição de que navios estrangeiros cheguem aos portos da ilha.

 

Isso, segundo a população local afetou o abastecimento de água potável, alimentos e combustíveis.

PF investiga caça ilegal no Amapá; fiscais do ICMBio foram ameaçados

ter, 14/11/2017 - 15:11

Uma operação da Polícia Federal (PF) investiga suspeitos de realizar caça ilegal na Floresta Nacional do Amapá. O grupo agia nos arredores do município de Porto Grande, que fica a 102 quilômetros de Macapá.

Quinze pessoas estão sendo investigadas na Operação Órion. Elas respondem por caça ilegal, associação criminosa e porte ilegal de arma.

As investigações apontam que o grupo matava de 30 a 50 animais, por caçada, incluindo espécies em extinção de jacarés, veados e pássaros.

Além de caçar em terras protegidas os suspeitos ainda não pararam nos postos de fiscalização e ameaçaram matar servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) que faziam vigilância no local.

Na última semana, o grupo foi às casas de três servidores do instituto para ameaçar e intimidar as famílias com tiros. Ninguém foi ferido.

Eunício quer votar "saídão" e pena para assassinos de policiais neste ano

ter, 14/11/2017 - 14:57

Na reta final do ano legislativo, o  presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), quer garantir que projetos sobre segurança pública sejam pautados antes do recesso parlamentar.

Segundo o senador, existem pelo menos 20 projetos sobre o tema em tramitação na Casa. Entre eles, estão duas propostas recém-aprovadas pela Câmara dos Deputados: a que dificulta a saída de presos  em regime semiaberto e a que trata do endurecimento da pena para condenados por assassinatos de policiais.

Confira os detalhes na matéria de Graziele Bezerra.

Viva Maria: Subprocuradora-geral diz que proposta de vedação total do aborto é inconstitucional

ter, 14/11/2017 - 14:54

Em sintonia com as vozes das mulheres do Brasil que ontem (13) foram às ruas contra os 18 deputados que, na semana passada,  aprovaram  a PEC 181 de 2015  que altera as regras do aborto em nosso país até mesmo nos casos legais previstos no Código Penal de 1940, como o  estupro.

 

E nesta edição Viva Maria avalia o impacto desse retrocesso na vida brasileira ouvindo a Ela Wiecko que é  subprocuradora-geral da República e  professora da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília!

 

Seja muito bem- vinda ao Viva Maria!

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Papiros de Lama: operação investiga desvios de mais de R$ 230 milhões no Mato Grosso do Sul

ter, 14/11/2017 - 14:47

A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União e a Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira uma operação para desarticular quadrilha especializada em desviar recursos públicos em cidades do Mato Grosso do Sul.

 

A Operação Papiros de Lama é um desdobramento da Operação Lama Asfáltica e foi deflagrada a partir de dados coletados em outras operações.

 

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária, seis mandados de condução coercitiva, 24 mandados de busca e apreensão, além do sequestro de valores nas contas bancárias de pessoas físicas e empresas investigadas.

 

A quadrilha é acusada de desviar recursos públicos por meio de licitações fraudulentas, superfaturamento de obras públicas e outras irregularidades, em troca de propina e corrupção de agentes públicos.

 

Os valores repassados como propina eram mascarados com diversos tipos de operações simuladas para dar falsa impressão de licitude ao aumento patrimonial dos integrantes do grupo criminoso ou de dar maior sustentação financeira aos seus projetos.

 

Os danos aos cofres públicos superam R$ 230 milhões.

 

Foram cumpridos mandados nas cidades de Campo Grande, Nioaque e Aquidauana, no Mato Grosso do Sul, além de São Paulo.

Nacional Informa: Ministério Público investiga esquema de corrupção na Polícia Militar do DF

ter, 14/11/2017 - 14:19

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores. * Este programete foi veiculado às 14h, ao vivo, nas rádios EBC.

Edição: Paula de Castro Trabalhos técnicos:  Egberty Martins

Número de nascimentos no Brasil cai e de mortes aumenta em 2016, mostra IBGE

ter, 14/11/2017 - 12:23

Em 2016, foram registrados no Brasil cerca de dois milhões e 800 mil nascimentos. O número é 5 por cento menor do que o registrado em 2015 e é a primeira vez em sete anos que o cenário é de queda nos registros.

 

As estatísticas do registro civil 2016 foram divulgadas nesta terça-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.

 

Os dados mostram ainda  uma expressiva redução na mortalidade até os 14 anos e um aumento nas idades mais avançadas.

 

A gerente da pesquisa, Klivia de Oliveira, destaca que os dados mostram também o envelhecimento da população brasileira.

 

Em relação aos nascimentos, a região com menor queda foi a sul e a maior, centro-oeste.O estado de Roraima foi o único que apresentou aumento de nascimentos, num percentual de quase 4% em relação a 2015.

 

O estado com maior queda foi Pernambuco, com recuo de 10%.

 

Outra constatação é a idade das mães das crianças registradas. No Norte elas são mais jovens, com idades entre 20 e 24 anos.

 

Nas outras regiões, especialmente na sul, a proporção entre as faixas etárias de 20 a 24, 25 a 29 e 30 a 34 anos é parecida.

Os dados mostram ainda os percentuais de mortes relativas a causas externas, o que inclui homicídios, suicídios, acidentes de trânsito, entre outros fatores.

 

Em relação às mulheres, as chances de um homem de 20 a 24 morrer por causas externas foi 11 vezes maior em 2016.

 

Há 40 anos, a diferença era de 4,6 vezes. No grupo de homens de 15 a 24 anos, alguns estados diminuiram a quantidade de mortes por causas externas, como São Paulo, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia, Distrito Federal, Rio de janeiro, Santa Catarina, Pernambuco e Minas gerais.

 

Já na Bahia, o aumento foi de 171 por cento nos últimos dez anos.

 

Quanto aos casamentos, a queda em relação a 2015 foi de 3,7%, tanto entre casais de sexo diferentes, quanto do mesmo sexo.

 

Entre os 27 estados, 20 apresentaram redução, em maior proporção no Piauí, Alagoas e Paraíba. O Estado do Amapá registrou 20% de aumento nos casamentos.

 

Já taxa de divórcio aumento 4,7% em relação a 2015 em todo o país. 

 

Cavalo é preso em delegacia sergipana; ONG diz que vai recorrer

ter, 14/11/2017 - 12:20

Um fato inusitado repercutiu entre os sergipanos. Durante uma cavalgada, no domingo (12), em Nossa Senhora Aparecida, no município de Estância, um cavalo foi preso por ter dado um coice em um veículo.

Policiais foram acionados e prenderam o animal em uma cela da delegacia local. O animal teria se assustado com as pessoas que prestigiavam o evento e deu um coice num automóvel.

A polícia alega que o proprietário estava embriagado e teria abandonado o animal. O cavalo foi liberado na manhã dessa segunda-feira (13).

A coordenadora da ONG Educação e Legislação Animal, Nazaré Moraes, afirma que o ato pode ser considerado improbidade administrativa, porque o animal foi preso em uma solitária.

Ela informou que a ONG tomará todas as medidas legais sobre o caso.

Projeto com modelagem de privatização da Eletrobras deve ser enviado nesta terça à Casa Civil

ter, 14/11/2017 - 12:15

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho, deve enviar, nesta terça-feira (14), à Casa Civil, o projeto de lei com a modelagem de privatização da Eletrobras.

 

A afirmação foi feita nessa segunda-feira, durante reunião na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro.

 

De acordo com informações da Agência Brasil, o ministro esclareceu que, embora a Casa Civil tenha seus próprios trâmites e vá realizar consultas sobre o tema, é necessário enviar rapidamente a proposta para o Congresso.

 

Fernando Coelho espera que a discussão sobre o projeto de lei seja rápida e que, até o final do ano, o projeto seja aprovado na Câmara dos Deputados.

 

O ministro de Minas e Energia também espera enviar para a Casa Civil, nos próximos dias, o projeto de lei de reforma do setor elétrico.

 

Fernando Coelho falou também sobre projetos no ramo de mineração e defendeu que é mais justo com os pequenos, médios e grandes mineradores que haja um escalonamento de alíquota da Compensação Financeira pela Exploração Mineral, que é o royalty cobrado das empresas que atuam no setor, considerando a volatilidade do preço do minério de ferro.

Fiscalização no MT mostra situação degradante em hospital psiquiátrico

ter, 14/11/2017 - 11:56

Mecanismo Nacional de Combate a Tortura faz inspeções em Mato Grosso, aponta práticas de trabalho análogo ao de escravo em comunidade terapêutica e sugere até o fechamento de hospital psiquiátrico.

Vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos, a equipe do Mecanismo Nacional visitou o Hospital Psiquiátrico Adauto Botelho e a Comunidade Terapêutica Valor da Vida, a Cadeia Pública de Nova Mutum e o Centro de Atendimento Socioeducativo Case Sinop.

O relatório de Missão a Unidades de Privação de Liberdade do Estado do Mato Grosso apontou irregularidades em todas as unidades visitadas.

O resultado das visitas feitas em julho foi apresentado para entidades e gestores estaduais no final de outubro. Para o perito Ribamar Araújo, que integrou as inspeções, a situação da comunidade terapêutica foi a que mais chamou atenção.

A Comunidade Terapêutica Valor da Vida não retornou nosso contato.

No Hospital Psiquiátrico Adauto Botelho peritos encontraram pessoas amarradas, problemas estruturais como banheiros sem portas e pacientes mulheres nuas diante de pacientes homens.

O relatório recomenda ao Poder Público o imediato fechamento da unidade psiquiátrica e a construção de outros dispositivos para que o atendimento da população com transtorno mental seja garantido de maneira não violadora.

A Secretaria de Saúde de Mato Grosso informou que o Adauto Botelho é o único hospital público do estado para tratamento de saúde mental. A unidade cumpre as normas previstas na Política Nacional de Humanização da Saúde Mental.

Operação da PF em Brasília desarticula desvios na Caixa de R$ 358 milhões

ter, 14/11/2017 - 11:34

Empregados da Caixa Econômica Federal e empresários do ramo de tecnologia da informação (TI) foram alvos de uma operação da Polícia Federal (PF), deflagrada nesta terça-feira (14), para desarticular uma organização criminosa suspeita de desviar R$ 358 milhões em contratos de TI com o banco.

Como funcionava o esquema: as empresas de TI repassavam o dinheiro ilícito para a empresa de consultoria por meio de contratos de prestação de consultorias, a princípio inexistentes.

Parte dos valores era distribuída pela empresa de consultoria para os demais membros da organização criminosa.

Para justificar o acréscimo patrimonial, os empregados da caixa e o sócio administrador da empresa de consultoria lavavam o dinheiro por meio da celebração de contratos de compra e venda de imóveis.

Os envolvidos responderão na medida de suas responsabilidades pelos crimes de: corrupção ativa, corrupção passiva e pelo tipo penal de integrar organização criminosa.

Foram cumpridos dez mandados judiciais de busca e apreensão em Brasília.

O nome da operação, Backbone, é um termo da área da informática e se refere à espinha dorsal de um sistema de rede de computadores.

Nacional Informa: Cerca de 205 milhões de mulheres têm diabetes no mundo, segundo OMS

ter, 14/11/2017 - 11:30

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 11h, ao vivo, nas rádios EBC.

Edição: Paula de Castro Trabalhos técnicos:  Lúcia Safatle

Nacional Informa: Governo do Irã decreta luto nacional pelas vítimas do terremoto

ter, 14/11/2017 - 10:18

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 10h, ao vivo, nas rádios EBC. Edição: Paula de Castro Trabalhos técnicos:  Egberty Martins

Empresas podem perder Simples Nacional se não corrigirem declaração

ter, 14/11/2017 - 09:36

Das cerca de 100 mil empresas que caíram na malha fina da Receita Federal (RF), por causa da declaração mensal do Simples Nacional, apenas 11% delas corrigiram os erros identificados. O balanço foi divulgado nessa segunda-feira (13), pela Receita.

O Simples Nacional é um regime de arrecadação voltado a micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais que unifica oito impostos municipais, estaduais e federais. Assim, o contribuinte só precisa pagar uma guia.

O subsecretário de Arrecadação da Receita Federal, João Paulo Martins da Silva, explica os motivos que levaram as empresas a cair na malha fina.

A correção precisa ser feita até 20 de novembro. O subsecretário de Arrecadação da Receita cita as punições que devem ser dadas às empresas que não regularizarem a situação.

As empresas irregulares podem ser punidas com exclusão do Simples Nacional.

Para fazer a regularização também é preciso gerar o boleto e pagar o valor complementar identificado. O próprio sistema, disponível na página do Simples Nacional, na internet, aponta as declarações que precisam ser corrigidas.

O endereço eletrônico é www8.receita.fazenda.gov.br.

Páginas