Você está aqui

Também na Radioagência Nacional

Subscrever feed Também na Radioagência Nacional
Atualizado: 7 minutos 34 segundos atrás

Sala de hospital do DF é infestada por piolho de pombo

sex, 19/01/2018 - 10:25

Foi um tal de coça aqui, coça acolá. Os pacientes internados na Sala Vermelha do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) – cidade satélite do Distrito Federal – precisaram ser removidos para a Sala Amarela por causa de uma infestação de piolhos de pombo.

A Secretaria de Saúde informou que os insetos entraram por uma abertura do ar-condicionado, mas assegurou que o problema já foi resolvido e que a Sala Vermelha está liberada para a internação de pacientes.

 

* Confira os detalhes na matéria de Leila Santos.

Nacional Informa: Papa Francisco está no Peru, última etapa da viagem à America do Sul

sex, 19/01/2018 - 10:05

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 10 horas, ao vivo, nas rádios EBC

 

Edição: Adriana Shimoda

 

Trabalhos Técnicos: Egberty Martins

Centro Europeu de Prevenção de Doenças alerta turista sobre febre amarela no Brasil

sex, 19/01/2018 - 09:55

Os recentes casos de febre amarela no Brasil levaram o Centro Europeu de Controle e Prevenção de Doenças a alertar viajantes que pretendem passar o carnaval aqui ou em outros países da América do Sul.

 

A nota recomenda que o turista europeu esteja vacinado e tome algumas precauções em solo brasileiro como usar repelentes, usar blusas de mangas compridas e calças e dormir em locais com ar condicionado e mosquiteiros. E ao retornar do Brasil os viajantes terão que comprovar que tomaram a vacina.

 

A nota explica que foi declarado um surto de Febre Amarela entre 2016 e 2017, mas o surgimento de novos casos desde dezembro do ano passado e a manifestação da doença em primatas indicam o ressurgimento da circulação do vírus no Brasil, particularmente no estado de São Paulo .

 

Ainda de acordo com o alerta do Centro de Prevenção, os casos da doença nas proximidades das regiões metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro são motivo de preocupação por causa do início da temporada de atividade do mosquito o que aumenta o número de pessoas potencialmente expostas ao vírus.

 

Essa não é a primeira vez que Centro Europeu faz alerta a viajantes que querem vir ao Brasil. No ano passado, quando o país viveu um surto da doença, a entidade também preveniu aos turistas sobre os riscos da viagem.

 

Segundo dados do Ministério da Saúde, desde julho do ano passado foram notificados 470 casos de febre amarela no Brasil. Desses, 35 foram confirmados e 20 pessoas morreram.

 

O Ministério nega que o país esteja passando por um surto e lançou campanhas de vacinação no Rio de Janeiro, em São Paulo e na Bahia, áreas originalmente sem risco de contaminação.

Motorista que atropelou 17 pessoas no Rio responderá por homicídio culposo

sex, 19/01/2018 - 09:42

O motorista Antonio Almeida Anaquim, de 41 anos, que atropelou 17 pessoas na noite dessa quinta feira (18), em Copacabana, será processado por homicídio culposo e responderá em liberdade.

Ele não estava alcoolizado, de acordo com o resultado de exame feito pelo Instituto Médico Legal (IML).

Anaquim dirigia pela Avenida Atlântica e, por volta das 20h30, invadiu o calçadão, matando um bebê e ferindo 16 pessoas.

Segundo o próprio motorista, ele sofre de epilepsia e teve um ataque no momento em que dirigia. Policiais encontraram no veículo medicamentos utilizados para tratar a doença.

Em sua carteira de motorista, estão registradas 14 multas, que somam 62 pontos em infrações.

Segundo o Departamento de Trânsito (Detran), Antonio de Almeida Anaquim estava com a habilitação suspensa desde maio de 2014.

O motorista, de acordo com o Detran, não cumpriu a exigência de devolução da habilitação. Por ter cometido crime de trânsito e dirigido com a carteira suspensa, ele terá sua documentação cassada.

Universitários de RO vão para o interior trabalhar no Projeto Rondon

sex, 19/01/2018 - 09:03

Neste sábado (20), cerca 160 estudantes e professores de oito universidades de Rondônia saem da capital Porto Velho rumo a municípios do estado com baixo índice de desenvolvimento humano (IDH).

Até 4 de fevereiro o grupo participa da primeira operação regional do Projeto Rondon.

As oficinas serão oferecidas para a comunidade e gestores em áreas como saúde bucal e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

Outras oficinas são direcionadas para produção e gestão, como destaca o professor Edson Modesto, coordenador pela Universidade Federal de Rondônia.

“Nós temos, por exemplo, em Alto Alegre dos Parecis, um dos lugares que tem as melhores cachoeiras para fazer esporte radical e vários locais que poderiam ser explorados esse trabalho de turismo e a cidade não tem nenhum tipo de programa. Então, o interessante é treina-los e fazer um programa piloto acerca disso. E também a agricultura familiar. A terra é muito produtiva, produz muito. Então, a nossa ideia é fazer um trabalho para manufaturar os produtos e como eles podem ser organizados para ser vendidos em algumas unidades de abastecimento.”

O professor destaca que as cidades pequenas do interior de Rondônia têm problemas sociais de cidades grandes, como violência contra mulher, sexualidade precoce e uso de drogas. O projeto também deverá tratar dessas questões.

A estudante de Direito Débora Honorato vai ministrar palestras sobre direitos humanos à mulheres, crianças e adolescentes.

“Não custa nada ensinar o que a gente aprende. Nosso conhecimento pode ser levado de uma forma tão simples, prática e gratuita, que é o caso do projeto. Vai agregar tanto para eles quanto para mim. A minha expectativa é que todos nós possamos aprender, evoluir, crescer juntos e que a gente possa, na prática, mudar alguma realidade. A gente não quer só chegar e falar e ficar por ali. A gente quer plantar sementes no coração deles para que sejam cidadãos de fato, passem a buscar seus direitos também e que, no caso, a comunidade local possa interagir junto a prefeitura, busque a efetivação de políticas públicas.”

Ao todo nove municípios vão receber esta edição do projeto: Alto Alegre dos Parecis, Vale do Paraíso, São Francisco do Guaporé, Mirante da Serra, Nova União, Vale do Anari, Governador Jorge Teixeira, Theobroma e Ji-Paraná.

A Operação Teixeirão será realizada pelo Projeto Rondon, do Ministério da Defesa, em parceria com o Governo de Rondônia.

Nacional Informa: Biometria deve alcançar mais da metade do eleitorado brasileiro este ano

sex, 19/01/2018 - 09:02

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programete foi veiculado às 09 horas, ao vivo, nas rádios EBC

 

Edição: Leila Santos

 

Trabalhos Técnicos: Egberty Martins 

Dodge pede ao STF a execução de pena ao senador Ivo Cassol

sex, 19/01/2018 - 08:31

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, reforçou pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para a execução imediata da pena aplicada ao senador Ivo Cassol, do PP de Rondônia, e também a Erodi Antônio Matt e a Salomão da Silveira.

 

Eles foram condenados em 2013 pela prática de crimes de licitação, por fatos que ocorreram entre 1998 e 2002.

Em dezembro do ano passado, o plenário do STF acolheu recursos das defesas e reduziu a pena a quatro anos de detenção e pagamento de multa.

A procuradora-geral da República argumenta que a medida está de acordo com a atual orientação jurisprudencial do STF e que a competência para a execução das sentenças é da Suprema Corte.

Sobre a pena de Ivo Cassol, Raquel Dodge pondera que, apesar do seu endereço residencial ser em Rolim de Moura (RO), o réu exerce mandato de senador da República em Brasília.

Ela propõe que seja delegado o acompanhamento da pena ao juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal.

Como a pena de quatro anos foi convertida em prestação de serviços, Dodge pede que eles sejam prestados no Serviço de Atendimento a Usuários de Substâncias Químicas do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, por sete horas semanais, na mesma duração da pena privativa de liberdade substituída.

Em visita ao Peru, Papa recebe hoje lideranças indígenas brasileiras e bispos

sex, 19/01/2018 - 08:20

Nesta sexta-feira o Papa Francisco, em visita ao Peru, vai almoçar com cerca de 150 brasileiros entre lideranças indígenas, agentes de pastoral e bispos da igreja católica.

 

A caravana deve dar destaque aos problemas de demarcação de terras indígenas, da violência e do preconceito sofrido pelos povos originários.

 

Para o arcebispo de Porto Velho e presidente do Conselho Indigenista Missionário, Dom Roque Paloschi, o encontro com Francisco vai dar visibilidade a diversas reivindicações indígenas que são muito parecidas em toda a América Latina.

Lideranças indígenas que integram a caravana reforçam a intenção de que o Papa divulgue os problemas enfrentados pelos povos brasileiros como destaca Kum Tum Gamela, liderança indígena no Maranhão.

 

O evento está previsto para começar UMA e QUINZE da tarde no município peruano de Puerto Maldonado, a cerca de 220 quilômetros do município acreano de Assis Brasil, que faz divisa com o Peru.

 

A visita do Papa começou no Chile, onde chegou na última segunda-feira, e segue até o dia 21, terminando a visita em Lima, no Peru.

Vasco estreia no Carioca 2018 com derrota de 2 a 0 para o Bangu

sex, 19/01/2018 - 07:53

O Vasco estreou mal no Campeonato Carioca, nessa quinta-feira (18). O time foi derrotado em casa, pelo Bangu, por 2 a 0, com o Estádio de São Januário vazio já que o jogo foi realizado com os portões fechados por decisão da Federal de Futebol do Rio de Janeiro, devido a situação política no clube.

O time vai eleger um novo presidente nesta sexta-feira (19).

Confira os detalhes sobre o Campeonato Carioca e outros campeonatos regionais na matéria de Jorge Wamburb.

Conselho Nacional de Direitos Humanos visita abrigos de venezuelanos em 5 cidades brasileiras

sex, 19/01/2018 - 07:49

O Conselho Nacional dos Direitos Humanos começou nesta quinta-feira uma missão aos estados do Pará, Amazonas e Roraima.

A programação inclui visitas aos abrigos onde os imigrantes venezuelanos estão alojados, reuniões com a sociedade civil e agências internacionais, além de encontros com autoridades locais de órgãos do poder público que têm responsabilidade no assunto – como Polícia Federal e titulares de prefeituras e governos estaduais.

Serão verificados os abrigos em Manaus, Belém, Santarém, Boa Vista e Pacaraima.

A deliberação pela realização da visita in loco se deu na Reunião Ordinária do colegiado, realizada nos dias 6 e 7 de dezembro em Brasília.

O fluxo migratório crescente de venezuelanos ao Brasil tem como principal porta de entrada a cidade de Pacaraima, em Roraima, na fronteira norte do país. O fluxo é misto, com solicitação de refúgio, migrantes econômicos e de migrantes indígenas.

A migração aumentou muitos nos últimos meses. De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, a ACNUR, cerca de 300 imigrantes venezuelanos passam diariamente pela fronteira com o Brasil.

Já de acordo com a Polícia Federal, até 1º de novembro haviam sido registradas 20 mil 137 solicitações de refúgio – sendo 15 mil 643 só em 2017 – e 2 mil 740 solicitações de residência temporária.

Conclusão sobre acidente que matou Teori Zavaski deve sair na segunda; PF descarta sabotagem

sex, 19/01/2018 - 07:34

Passado um ano, as investigações sobre a queda do avião, que provocou a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavaski, ainda não foram concluídas.

 

O delegado da polícia federal Rubens Maleiner, responsável pelo caso, descarta por completo qualquer hipótese de sabotagem, pondo fim às especulações levantadas na época.

Agora, a principal linha de investigação é a falha humana, mas a influência dos fenômenos da natureza não foi descartada. No dia do acidente chovia muito.

O Cenipa - Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos também tenta entender o que provocou a queda do avião e deve divulgar suas conclusões na próxima segunda-feira.

 

A morte de Teori afetou diretamente as investigações da operação Lava Jato. O ministro era relator da operação, no STF, e deixou pendentes 120 processos sobre o caso. Quem assuniu a relatoria no lugar dele foi o ministro Edson Fachin.

 

Ao todo, o acervo de gabinete de Teori na época do acidente, era de sete mil e quinhentos processos.

Atropelamento no Rio mata um bebê e deixa 16 feridos; motorista seria epilético

sex, 19/01/2018 - 07:21

O carro que invadiu o calçadão de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, deixou um bebê de oito meses morto e 16 pessoas feridas.

Antonio Almeida Anaquim dirigia pela Avenida Atlântica e, por volta das 20h30 dessa quinta-feira (18), atropelou as pessoas que caminhavam pelo calçadão, próximo à Rua Figueiredo de Magalhães.

O motorista seria epilético e teria sofrido um ataque, por isso perdeu o controle do veículo. Segundo o Departamento de Trânsito (Detran), Antonio de Almeida Anaquim estava com a habilitação suspensa desde maio de 2014.

Confira os detalhes na matéria de Ícaro Matos.

* A participação do repórter foi ao vivo.

Nacional na Copa: Última final entre 2 sul-americanos aconteceu há quase 70 anos

sex, 19/01/2018 - 03:08

Desde 1950 que dois países sul-americanos não disputam uma final entre eles na Copa do Mundo. Essa disputa aconteceu em 1930, entre Uruguai e Argentina, e em 1950, entre Brasil e Uruguai.

Os uruguaios venceram nas duas oportunidades.

Das 18 Copas restantes oito finais foram disputadas entre europeus. Dez foram entre países sul-americanos e europeus. Destes dez jogos, os sul-americanos ganharam sete e os europeus apenas três.

A primeira decisão entre um europeu e um sul-americano só aconteceu na sexta Copa, quando o Brasil ganhou da Suécia por 5x2.

As únicas vitórias europeias foram em 1990 e em 2014, entre Alemanha e Argentina,  e em 1998, entre França e Brasil. Todos os títulos brasileiros aconteceram em decisões contra seleções europeias.

Hoje, sexta-feira, 19 de janeiro, faltam 146 dias para a abertura da Copa da Rússia 2018.

Rio tem cinco mortes por febre amarela em 2018; número de casos subiu para 13

sex, 19/01/2018 - 00:35

O Rio de Janeiro já tem cinco mortes por febre amarela confirmadas este ano. O número de casos também subiu, para 13 no total, de acordo com o Infomre Epidemiológico da Secretaria de Saúde.

 

As mortes são dos municípios de Teresópolis, na Região Serrana, com um óbito, Valença, no centro sul do Estado, com três óbitos, e a quinta morte é do município de Miguel Pereira, também no centro-sul Fluminense.

 

Também foi confirmada a infecção pelo vírus em um macaco encontrado morto, em Niterói, na região metropolitana do Rio de janeiro. A Secretaria reforçou a importância das pessoas que ainda não se vacinaram buscarem um posto de saúde próximo de casa para serem imunizadas.

 

No ano passado, o estado registrou 27 casos da doença, com nove mortes.

Viva Maria: São 36 anos com a voz de Elis no programa, e choramos porque o machismo ainda impera

sex, 19/01/2018 - 00:02

19 de janeiro  de 1982. Essa data é um marco na trajetória do Viva Maria. Isso porque foi a partir dessa data que a vinheta de abertura do nosso programa que, até então, tinha na voz de Milton Nascimento sua grande expressão, passa a ser feita na voz da maior cantora do Brasil: Elis Regina!

 

Desde então, há 36 anos, Viva Maria faz questão de ouvi-la, diariamente, a cada edição!

Viva Elis Regina, que, por sinal, sobreviveu a duas mortes, a que lhe tirou a vida e a morte moral, promovida por uma imprensa machista, preconceituosa, hipócrita e sensacionalista. A mesma que até hoje insiste em explorar a imagem da mulher como um objeto!

 

No Guia Mídia e Direitos Humanos, elaborado pelo Coletivo Intervozes, esse desvio de conduta ética é denunciado porque é essa imprensa machista que age de má-fé toda vez que desvia o foco do assunto principal da pauta, para colocar luz sobre os atributos físicos ou sobre a roupa da mulher, enfim, num claro desrespeito ao princípio da autonomia da mulher sobre seu corpo, reduzindo, assim, seu papel social e contribuindo de forma perversa para a chamada violência simbólica.

Como disse Henfil na carta que escreveu a Elis: “ Nós homens te vestimos de azul, vermelho, branco, roxo, amarelo, preto e cortamos teu cabelo curtim feito Joana d'Arc. E você só queria namorar nós homens. Mas nós homens não conseguimos namorar uma mulher livre. Perplexos, quarentões e médicos-legistas! Podem suspender as diligências. Tá na caixa-preta: fomos nós, homens.

E o relatório apresentado ontem (18), pela organização não governamental Human Rights Watch (HRW) não deixa dúvidas. Tanto assim que a entidade pediu que as autoridades brasileiras tomem medidas para conter a violência que se abate sobre toda a nossa sociedade. Mas, em especial, que tire do papel a Lei Maria da Penha!

 

Carmen Hein de Campos - advogada, professora de direito, consultora e pesquisadora -, que foi consultora da ONU Mulheres e da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR) para a implementação da Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), pode melhor qualificar o porquê desse apelo justo sobre uma lei que já tem 11 anos de vida e que é considerada uma das três melhores do mundo! Seria uma crítica, doutora Carmen?  

 

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

País teve uma pessoa da comunidade LGBT morta a cada 19 horas em 2017

qui, 18/01/2018 - 23:22

O Brasil atingiu, no ano passado, um triste recorde. A cada 19 horas, uma pessoa foi morta, exclusivamente por ser da comunidade LGBT, ou seja, lésbica, gay, bissexual, travesti e transexual. Ao todo, foram 445 mortes, de acordo com o levantamento feito pelo Grupo Gay da Bahia, divulgado nessa quinta-feira (18). 2017 foi o ano em que mais se matou LGBTs no Brasil, em 38 anos de pesquisa.

 

O número de vítimas de lesbofobia, homofobia e transfobia aumentou 30%, de 2016 para o ano passado. Na comparação com 2007, em dez anos, o número de mortes triplicou. Em mais da metade dos casos, os crimes ocorrem em vias públicas.

 

A pesquisa, realizada pelo Grupo Gay da Bahia, se baseia principalmente em informações veiculadas pelos meios de comunicação. O grupo avalia que o número de vítimas pode ser ainda maior, porque, muitas vezes, os casos não são noticiados.

 

Em números absolutos, o estado de São Paulo é onde mais se mata LGBTs, seguido de Minas Gerais e Bahia. Já em relação ao número total de habitantes, a região Norte é a mais perigosa, com 3,23 LGBTs mortos para cada 1 milhão de habitantes. Depois vêm o Centro-Oeste e o Nordeste.

 

Também nessa quinta-feira, a organização não governamental Human Rights Watch destacou que a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos recebeu 725 denúncias de violência, discriminação e outros abusos contra a população LGBT, somente no primeiro semestre do ano passado.

 

*Com informações de Jonas Valente, da Agência Brasil

Relatório aponta que casos de agressão a jornalistas reduziram 38% em 2017, mas número ainda é alto

qui, 18/01/2018 - 23:09

Em 2017, foram registrados 99 casos de agressões contra jornalistas no país. O número caiu 38% em comparação com 2016, quando houve 161 agressões. Além da redução geral no número de casos de violência, em 2017, nenhum jornalista foi assassinado em decorrência do exercício da profissão. Já no grupo que reúne outros profissionais da comunicação e comunicadores populares houve redução no número de mortes de cinco casos em 2016 para 1 caso no ano passado.

 

Os números estão em relatório anual apresentado pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), nesta quinta-feira (18), no Rio. A federação avalia, no entanto, que, apesar das reduções nas agressões e mortes de profissionais da área de comunicação, aumentou o número de casos de censura interna nas redações e houve crescimento proporcional dos casos de cerceamento à liberdade de imprensa por ações judiciais.

 

Os 14 casos nessa modalidade registrados no ano passado levaram os integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público à terceira colocação na listagem dos principais agressores, atrás apenas dos policiais, que foram os responsáveis por 19 registros e dos políticos, que aparecem na segunda colocação, com 15 casos.

 

Em relação à censura interna nas redações, em 2017, foram registrados nove casos contra três em 2016. O relatório afirma que quatro jornalistas foram demitidos em razão de comentários que teceram ou de reportagens que produziram e que geraram reações negativas.

 

Entre as empresas com práticas de censura estão jornais impressos, empresas de rádio e televisão e empresas públicas de comunicação. A presidente da Fenaj, Maria José Braga, diz que a redução nos números poder ser comemorada, mas que o alerta se mantém. A Fenaj afirmou que tem feito denúncias e cobranças às empresas para que adotem medidas em defesa dos seus profissionais. Em relação às autoridades, a federação cobra apuração e punição dos culpados.

Em respostas enviadas à PF, Temer nega favorecimento a empresa do setor portuário

qui, 18/01/2018 - 22:44

Nas respostas enviadas à Polícia Federal, nessa quinta-feira (19), o presidente Michel Temer negou qualquer favorecimento à empresa Rodrimar, por meio do Decreto dos Portos. O presidente afirmou não ter recebido doações, contabilizadas ou não, de empresas do grupo Rodrimar.

 

Temer negou ter pedido para que o ex-deputado e ex-assessor dele Rodrigo Rocha Loures, o empresário João Batista Lima Filho ou o amigo e também ex-assessor do presidente José Yunes recebesse em nome dele valores em retribuição à edição do decreto. E classificou as perguntas como agressivas, desrespeitosas, impertinentes e ofensivas.

 

Além de Temer, são investigados no mesmo inquérito Rodrigo Rocha Loures e os empresários Antônio Celso Grecco e Ricardo Mesquita, donos da Rodrimar, empresa que atua no Porto de Santos. Nas 50 respostas enviadas, o presidente também disse não conhecer Ricardo Mesquita.

 

Além disso, afirmou que encontrou Antônio Grecco na festa de um amigo e que o empresário não fez nenhum pedido a ele. O interrogatório foi solicitado pelos delegados responsáveis pelo caso e autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luis Roberto Barroso, que é o relator da investigação.

 

Após a abertura do inquérito, em setembro do ano passado, a Rodrimar S/A declarou que nunca recebeu qualquer privilégio do Poder Público e que o decreto atendeu a uma reivindicação de todo o setor de terminais portuários do país. Desde o começo das investigações, o Palácio do Planalto afirma que o Decreto dos Portos foi assinado após um longo processo de negociação entre o governo e o setor portuário.

 

 

* Com informações de Marcelo Brandão, da Agência Brasil

Motorista avança calçadão da orla de Copacabana e atropela cerca de 10 pessoas

qui, 18/01/2018 - 22:27

Um motorista atropelou pelo menos 10 pessoas na orla de Copacabana por volta das 20h desta quinta-feira (18). O corpo de bombeiros falou que recebeu o chamado às 20h40 e que os feridos estão sendo encaminhados aos hospitais Miguel Couto e Souza Aguiar. Entre os feridos, estariam duas crianças. Acompanhe com Fabiana Sampaio.

Sérgio Cabral é transferido do Rio para presídio em Curitiba

qui, 18/01/2018 - 21:30

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral deixou nesta quinta-feira a Cadeia Pública José Frederico Marques, na capital fluminense. A Justiça Federal no Rio de Janeiro determinou a transferência do ex-governador Sérgio Cabral para presídio em Curitiba, no Paraná, onde já estão outros presos na Operação Lava Jato.

 

A juíza federal Caroline Vieira de Figueiredo, que está substituindo o juiz Marcelo Bretas que está de férias, atendeu o pedido do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro que denunciou a existência de regalias para Cabral no sistema penitenciário fluminense.

 

Ao mesmo tempo, o juiz federal Sérgio Moro também ordenou a transferência do ex-governador do Rio atendendo o pedido do Ministério Público Federal no Paraná para investigação em curso em Curitiba. O advogado de defesa de Cabral, Rodrigo Roca, negou a existência de regalias e antecipou que vai recorrer nesta sexta-feira ao Tribunal Regional Federal da 2ª e da 4ª Região.

 

Os pedidos de transferência tiveram como base investigações do Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro que apontam a concessão de privilégios para Cabral nas unidades prisionais que abrigaram o ex-governador. Entre as regalias, o MP apontou a tentativa de instalação de uma espécie de sala de cinema na prisão onde está Cabral além de colchões, alimentos e remédios especiais.

 

Além disso, o Ministério Público do Rio também encontrou diferença de tratamento quanto às regras de visitação e deslocamento dentro do presídio. Em ação civil pública, além do ex-governador, o MP denuncia por improbidade administrativa o secretário de administração penitenciária, o subsecretário de gestão penitenciária, os diretores e subdiretores das unidades prisionais que abrigaram Cabral, Bangu VIII e Cadeia Pública de Benfica.

Páginas