Você está aqui

Também na Radioagência Nacional

Subscrever feed Também na Radioagência Nacional
Atualizado: 16 minutos 46 segundos atrás

Escolas se preparam para Desfile das Campeãs neste sábado

qui, 15/02/2018 - 19:37

Passada a ressaca da festa, é hora dos componentes das escolas de samba vencedoras do carnaval do Rio voltarem aos barracões para fazer os ajustes e preparativos para o desfile das campeãs no próximo sábado.

 

A estreante entre as vitoriosas da festa e grande surpresa do carnaval, a vice-campeã Paraíso do Tuiuti já está com o barracão a pleno vapor. O diretor de carnaval da agremiação, Thiago Monteiro, afirmou que como tudo é novidade para a comunidade do morro do Tuiuti, berço da escola, na zona norte do rio, muita coisa precisa ser feita.

 

A Liesa, Liga das Escolas de Samba do grupo especial do Rio de Janeiro, montou um plantão de venda de ingressos para o desfile. As vendas das frisas acontecem na central da Liesa, no centro da cidade.

 

Já os ingressos para as arquibancadas populares e especiais devem ser comprados no estande da Liga, atrás do setor 11, da passarela do samba. Sempre das dez horas da manhã às quatro horas da tarde. No dia do desfile também será possível adquirir entradas no mesmo local, a partir das dez da manhã.

 

A ordem dos desfiles será decrescente, começando às nove e 15 da noite. Sexta colocada, a Mocidade abrirá a festa, seguida pela Mangueira, Portela, Salgueiro e Paraíso do Tuiuti. A primeira colocada Beija-Flor de Nilópolis fechará o carnaval das campeãs.

MPF do Rio denuncia general reformado por tortura na ditadura

qui, 15/02/2018 - 19:25

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ) denunciou o general reformado Ricardo Fayad pelas torturas praticadas contra o militante político Espedito de Freitas, no Destacamento de Operações de Informações (DOI) do I Exército em novembro de 1970.

 

Os procuradores sustentam  que o crime foi cometido no contexto de um ataque sistemático e generalizado contra a população promovido pelo governo militar e que por isso não está coberto pela Lei de Anistia.

 

De acordo com MPF, Espedito de Freitas foi sequestrada por agentes do DOI próximo à sua casa e conduzido encapuzada, para o Batalhão de Polícia do Exército que fica na Tijuca, zona norte do Rio.

 

Lá foi  colocado em um pau-de-arara e foi torturado com choques elétricos e queimaduras de cigarro. A  vítima encontrou Ricardo Fayad, após a primeira sessão de tortura e o general , que é médico, ordenou que ele recebesse uma injeção para suportar novas agressões.

 

O general foi intimado a depor, mas preferiu ficar em silência. Este é a décima primeira denúncia feita pelo PMF do Rio  contra torturadores e outros agentes da ditadura militar.

 

O relatório final da Comissão Nacional da Verdade descreveu a presença de diversos médicos e enfermeiros militares nas câmaras de tortura e ao invés de tratar os ferimentos dos presos  aplicavam apenas tranquilizantes e paliativos, além de estimulantes para evitar desmaios e relaxantes musculares para que as vítimas ficassem sensíveis aos golpes.

 

Essas pessoas também tinham a função de avaliar os limites da resistência dos presos à tortura e ajudar a mantê-los em um estado no qual pudessem continuar a ser interrogados.

 

Por causa da sua participação no regime militar, Ricardo Fayad teve seu registro profissional cassado em 1994, mas a decisão do Conselho Regional Medicina do Rio de Janeiro foi anulada judicialmente, mas ainda há recurso pendente.

Operação “Garimpeiros da Propina" apura esquema criminoso no Amapá

qui, 15/02/2018 - 19:12

“Garimpeiros da Propina’ – esse é nome da operação, deflagrada nesta quinta-feira pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal, que apura um esquema criminoso em atividades minerárias no Amapá. A ação ocorreu simultaneamente nos municípios de Macapá, Santana e Calçoene.

 

A Justiça determinou a prisão preventiva de oito pessoas. Entre elas, dois ex-deputados federais do Amapá, dois dirigentes da Cooperativa de Garimpeiros do Lourenço, servidores e ex-funcionários da ANM, Agência Nacional de Mineração, antigo Departamento Nacional de Mineração. Os nomes dos envolvidos estão sob sigilo.

 

De acordo com o MPF, o grupo agia há cerca de dez anos. As investigações apontam que os funcionários da ANM facilitavam a obtenção de concessões e autorizações de exploração de minério mediante recebimento de vantagens indevidas.

 

Também faziam vista grossa nas irregularidades encontradas nos garimpos. Já os ex-parlamentares usavam da influência política no Estado para promover um esquema de propina dentro da Agência.

 

O Ministério Público afirma que o poder de decisão sobre quem ocuparia o cargo de superintendente da autarquia no Amapá ficava a cargo dos políticos investigados. A permanência no posto estaria relacionada ao cumprimento de metas de arrecadação de propina.

 

A ação teve origem após depoimentos e de dados obtidos em celulares apreendidos em duas operações deflagradas no ano passado. As conversas revelaram que em apenas um dos casos analisados, houve pedido de propina no valor de 100 mil reais para liberação de negócios envolvendo a mineração no Amapá.

 

A ANM está tomando todas as providências legais que o caso requer. Até o fim da tarde desta quinta-feira, quatro acusados haviam sido presos.

 

Os presos serão encaminhados ao Iapem - Instituto de Administração Penitenciária do Amapá, em Macapá.

* A participação da repórter foi ao vivo.

PRF diz que carnaval 2018 foi o menos violento dos últimos quatro anos

qui, 15/02/2018 - 19:00

Em relação a 2017 os acidentes diminuiram 14%. O reforço na fiscalização foi, principalmente, na Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina.

 

Que são aqueles estados, segundo a PRF,  que registraram maior acidentes graves nos carnavais dos últimos cinco anos.

 

* Participação ao vivo da repórter 

Espécie de mosquito pode ter criado um novo ciclo de transmissão do vírus da febre amarela

qui, 15/02/2018 - 18:27

O Ministério da Saúde está investigando se uma espécie de mosquito encontrada em Minas Gerais teria criado um novo ciclo de transmissão do vírus da febre amarela. Os detalhes com o repórter Victor Ribeiro.

 

*  A participação do repórter foi ao vivo. 

Manaus empata com Remo e garante vaga nas oitavas de final da Copa Verde

qui, 15/02/2018 - 17:52

O Manaus empatou com o Remo e garantiui vaga nas oitavas de final da Copa Verde. A Copa Verde é disputada por times das regiões norte e centro oeste do país, além de um time do Espírito Santo. Confira detalhes com Jorge Wamburg. 

Lei Seca: quase 500 motoristas foram flagrados no Rio durante o Carnaval

qui, 15/02/2018 - 17:38

Quase 500 motoristas foram flagrados com sinais de embriaguez ao volante, por agentes da lei seca  no Rio de Janeiro, durante o Carnaval. Da sexta-feira até essa  terça, mais de seis mil motoristas foram abordados.

 

De acordo com a Operação Lei Seca, o número de motoristas embriagados representa oito por cento desse total e equivale quase ao dobro da média de todo o ano de 2017, que foi de 4,3%. Já o percentual de motoristas dirigindo bêbados no Carnaval do ano passado também foi menor, representando 7,8% do número total.

 

Agentes da Lei Seca também estiveram na Sapucaí nos quatro dias de desfile e realizaram 143 testes do bafômetro nos motoristas dos carros alegóricos antes de entrarem na passarela do samba, para  prevenir possíveis acidentes. Todos os testes deram negativo para a ingestão de bebida alcoólica. A Lei Seca também vai estar na Sapucaí no próximo sábado para o Desfile das Campeãs.

PRF registra uma morte em rodovias do Distrito Federal no período do carnaval

qui, 15/02/2018 - 17:24

Durante o período do carnaval, a Polícia Rodoviária Federal registrou UMA MORTE nas rodovias federais no DF e entorno.

 

A operação Carnaval ocorreu entre a última sexta-feira e a meia-noite desta quarta-feira de cinzas. No mesmo período do ano passado, nove pessoas morreram nas rodovias federais no DF. A redução este ano foi de quase 90 por cento.

 

Foram registrados vinte e três acidentes, que resultaram em 38 pessoas feridas e uma morte. Também na operação, 37 motoristas foram flagrados dirigindo alcoolizados.

 

Deles, SETE foram levados para a delegacia, por conta do alto índice alcoólico. Em relação a outras infrações de risco nas estradas, 53 pessoas estavam ao volante sem utilizar o cinto de segurança e 186 motoristas foram flagrados fazendo ultrapassagem indevida.

A alta velocidade também foi uma infração com alto número de ocorrências durante o carnaval: a PRF multou mais de três mil condutores, principalmente nas rodovias 060 e 070.

Nacional Informa: Lewandowski homologa última ação sobre acordo entre bancos e poupadores

qui, 15/02/2018 - 17:15

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

* Este programete foi veiculado às  17 horas, ao vivo, nas rádios EBC

Edição:

Trabalhos Técnicos:

Inadimplência aumenta e vendas caem nas lojas do Rio

qui, 15/02/2018 - 17:04

A inadimplência no comércio lojista da cidade do Rio de Janeiro cresceu 0.4% em janeiro em relação ao mesmo mês do ano passado.

 

Já a quantidade de dívidas quitadas diminuiu 0,9% e o movimento do comércio caiu 5,7% também em relação a janeiro de 2017.

Rio enfrenta o maior volume de chuva em 21 anos; 4 pessoas morreram

qui, 15/02/2018 - 16:58

Quatro pessoas morreram durante o temporal que atingiu o Rio de Janeiro na madrugada desta quinta-feira. O desabamento de uma casa em Cascadura, na zona norte, deixou um menino morto. Ele chegou a ser levado para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, mas não resistiu aos ferimentos. Um outro desabamento, em Quintino, também na zona norte, causou a morte de um homem de 59 anos e uma mulher de 62 anos. Além deles, um policial militar perdeu a vida ao ter seu carro atingido por uma árvore em Realengo, na zona oeste.

 

Além das mortes, a chuva causou interdições, falta de energia, alagamentos e derrubou um trecho de 30 metros de comprimento da ciclovia Tim Maia, em São Conrado.

 

A prefeitura recomendou à população que evitasse circular pela cidade na parte da manhã. No início da tarde, a administração municipal divulgou um balanço parcial das ações realizadas para mitigar os estragos causados pelas chuvas.

De acordo com o Alerta Rio, em uma hora foram registrados 123 vírgula 6 milímetros de chuva na estação Barra/Rio centro: o mais volumoso da história do Rio em um período de uma hora. Uma chuva recorde, segundo a própria prefeitura.

A cidade ficou em Estágio de Crise, o mais grave na escala da Defesa Civil municipal, por quase cinco horas, voltando, depois, ao Estágio intermediário de Atenção. O Sistema de Alarme da Prefeitura com as sirenes de alerta para deslizamento foi acionado em 76 comunidades.

 

A chuva forte veio acompanhada de raios e muita ventania. Em Realengo, foram registrados ventos de mais de 70 quilômetros por hora. Em Santa Cruz, ventos atingiram 92 km/h e prenderam um dirigível do Exército na linha férrea.

Foram registradas quedas de árvores em mais de 60 ruas em diferentes pontos cidade, inclusive nas principais vias expressas, como a Avenida Brasil, a Linha Vermelha e a autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, provocando mais de 50 km de congestionamento. A tempestade deixou ainda diversos bairros sem luz.

Além dos alagamentos, o temporal afetou o funcionamento dos transportes públicos na cidade. Os serviços foram, aos poucos, voltando a normalidade.

Prefeitura de Pium, no Tocantins, decreta situação de calamidade por causa das chuvas

qui, 15/02/2018 - 16:49

O alto índice de chuvas provocou alagamentos. Fazendas foram tomadas pelas águas, estradas e represas foram destruídas. Uma pessoa morreu ao cair com o carro dentro do rio.

 

De acordo com o prefeito, Waldemir Barros, os rios que banham a cidade se juntaram formando uma área alagada de mais de 20 quilômetros. Para ele, sem ajuda dos governos estadual e federal, a prefeitura pode levar mais de 10 anos para consertar os estragos.

 

E as chuvas em Pium continuam. Nessa madrugada, segundo o prefeito, foram mais de 4 horas de chuva sem interrupção. A previsão do CPTEC, o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, é de muita chuva pra região nas próximas 72 horas e há alerta de atenção.

Projeto Sirius deve colocar o Brasil na liderança mundial em produção de luz síncrotron

qui, 15/02/2018 - 16:33

O Brasil deve ter ainda este ano uma tecnologia que vai auxiliar pesquisas em física, ciências ambientais e nanotecnologia. Em visita ao canteiro de obras do Projeto Sírius, em Campinas, o presidente Michel Temer comemorou a construção que vai abrigar um novo acelerador de partículas.

 

A obra, que terá 68 mil metros quadrados, será a maior e mais complexa estrutura científica já produzida no país. Com o acelerador, o Brasil deve ficar na liderança mundial na produção de luz síncrotron, que é um tipo de radiação eletromagnética de alto fluxo e brilho e que vai desde a luz infravermelha e chega aos raios X.

 

Essa luz é produzida quando as partículas são aceleradas a uma velocidade extremamente alta e têm a trajetória desviada por campos magnéticos.

 

Segundo Temer, o projeto se trata de uma tecnologia avançadíssima e que precisa ser divulgada em todo o mundo.

 

O Projeto Sírius está em construção desde 2014 e tem 80% das obras concluídas. A previsão é de que o acelerador comece a funcionar no segundo semestre deste ano e conclusão total deve ocorrer em 2020.

 

O projeto tem apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e, ao todo, deve custar quase 2 bilhões de reais.

Reforma da Previdência: Marun admite concessões e confirma para terça início dos debates

qui, 15/02/2018 - 16:16

Está confirmado para a próxima terça-feira o início das discussões da reforma da previdência na câmara, mesmo sem a base ter alcançado o mínimo de 308 votos para aprovação da proposta.

 

O ministro da secretaria de governo, Carlos Marun, acredita no encerramento deste capítulo até o último dia de fevereiro e diz que ainda cabem algumas concessões na reforma, se elas trouxerem votos positivos

 

As negociações não param e até a próxima semana membros do governo e líderes partidários vão se reunir para os ajustes e convencimentos finais. Os alvos dessas conversas são os parlamentares ainda indecisos, ou que venham se manifestando contra a reforma.

 

O ministro Marun também comentou a possível criação do ministério da segurança pública, e negou que tenha alguma relação com a busca de votos.

 

Mesmo com a possibilidade de criação da nova pasta, Marun afirmou que a Previdência é o foco principal do governo neste momento.

Nacional Informa: Entra em operação dia 19 sistema de alerta de desastres naturais via SMS

qui, 15/02/2018 - 16:14

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

* Este programete foi veiculado às  16 horas, ao vivo, nas rádios EBC

Edição: Roberto Piza

Trabalhos Técnicos: Deo Filho

Contribuintes deixaram de pagar R$ 205 bi em impostos em 2017; valor é recorde

qui, 15/02/2018 - 15:51

A fiscalização da Receita Federal alcançou o maior valor em autuações de toda a série histórica, iniciada em 1968.

Os fiscais identificaram cerca de R$ 205 bilhões não pagos em impostos pelos contribuintes. Valor superior ao deficit previsto para as contas pública de 2017, que é de R$ 159 bilhões.

 

Os grandes contribuintes foram responsáveis por 79% do valor das autuações. Os setores que mais cometeram infrações foram a Indústria, Serviços, Comércio e instituições financeiras. São considerados grandes os contribuintes que tem um faturamento anual de mais de R$ 200 milhões.

Em relação às pessoas físicas, os mais autuados foram proprietários e dirigentes de empresas. Foram identificados R$ 6,8 bilhões não pagos em impostos por essas pessoas só no ano passado. Um aumento de 209% em relação a 2016.

Mas esses recursos identificados pelo Fisco como não pagos não entram diretamente nos cofres públicos. As empresas e pessoas físicas autuadas podem recorrer da cobrança. O prazo médio de um julgamento administrativo é de 6 anos, fora o tempo na justiça, que também pode ser acionada.

 

O Subsecretário de fiscalização da Receita, Iágaro Jung Martins, argumenta que a demora no julgamento e programas como o Refis, que perdoa dívidas com a União, favorece a sonegação fiscal.

Dos valores identificados e autuados em 2012, por exemplo, apenas 9% foram recuperados pelo Estado e 33% ainda estão em processo de julgamento.

 

Para 2018, a Receita estima que as autuações serão de R$ 149 bilhões em impostos não pagos. Valor inferior ao deste ano.

 

Segundo o subsecretário de fiscalização, Iágaro Martins, os auditores estavam mais estimulados em 2017 por causa da promessa de regulamentação do bônus por autuação.

 

Como a regularização do bônus não ocorreu, o subsecretário acredita que o valor das autuações devem cair neste ano.

Violência no Trânsito: Brasil é o quarto país com mais mortes

qui, 15/02/2018 - 15:35

Excesso de velocidade. Ultrapassagens em locais indevidos. Ingerir bebida alcoolica e dirigir.  A violência no trânsito depende de muitos fatores,  como explica o inspetor Diego Brandão, da Polícia Rodoviária Federal.   

 

Mais de 1,2 milhão de pessoas perdem a vida devido ao trânsito todos os anos no mundo. 40 milhões ficam feridas.  

 

Os mortos não estão apenas nos carros são também motociclistas, pedestres e ciclistas.  

 

É o caso de Raul Aragão, de 23 anos, morto em outubro de 2017,em Brasília.

 

O depoimento é da mãe do ciclista, Renata Aragão.

 

Em 2011, a Organização Mundial da Saúde iniciou a década para um trânsito seguro. O prazo para que os governos adotem medidas é até 2020.  

 

No ano passado, a Polícia Rodoviária Federal registrou quase 90 mil acidentes graves em estradas federais, que provocaram a morte de 6.244 pessoas. Número menor do que o registrado em 2016.

 

Houve redução também no número de feridos, cerca de 84 mil contra 87 mil, em 2016.

 

O especialista em Segurança no Trânsito e presidente do Instituo Brasileiro de Segurança no Trânsito, Davi Duarte, avalia que o trânsito brasileiro ainda é muito hostil.  

 

O especialista observa que a taxa de mortalidade é altissima.

 

Mesmo tendo uma população e uma frota menores, o Brasil é o quarto país em mortes no trânsito perdendo para China, India e Rússia. Os dados são da OMS.  

O inspetor Diego Brandão explica o trabalho da Polícia Rodoviária Federal.

 

José Aurélio Ramalho Diretor presidente do Observatorio Nacional de Segurança Viária diz que o trânsito está desde sempre em nossa vida.  

 

Mudanças no código penal de Trânsito que tornaram as punições mais rígidas têm tentado deixar o trânsito mais seguro.

 

E sobre esse assunto a gente conversa na próxima reportagem.

 

Com produção de Adriana Shimoda e sonoplastia de Marcos Tavares

Nacional Informa: Prêmio da Mega-Sena para sábado é de R$ 100 milhões

qui, 15/02/2018 - 15:10

Nacional Informa: Boletim de notícias veiculado de hora em hora, com duração de três minutos. É publicado na Radioagência Nacional de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (não há edições às 12h e às 13h). Produção do Radiojornalismo da EBC. Acesse aqui as edições anteriores.

* Este programete foi veiculado às  15 horas, ao vivo, nas rádios EBC

Edição: Gláucia Gomes

Trabalhos Técnicos: Egberty Martins

Cai mais um trecho da Ciclovia Tim Maia; a pista não resistiu ao temporal

qui, 15/02/2018 - 14:57

Em consequência das fortes chuvas que caíram na madrugada desta quinta-feira um trecho da Ciclovia Tim Maia, na zona do sul do Rio de  Janeiro, desabou.

 

A queda ocorreu em São Conrado. E não há informações sobre feridos.

 

 

Trocando em Miúdo: Chegou a hora de dizer "Inté e axé" pra não mais voltar

qui, 15/02/2018 - 14:38

Olá, prezada pessoa ouvinte cidadã.

 

Hoje, eu tenho uma coisa muito chata para contar para você. Depois de 10 e 3 meses de apresentação contínua, está na hora de dizer "Inté e axé" mesmo. E por causa de que, sô, este  Trocando em Miúdo está saindo  aí do seu ouvido, assim, tão no repente? Confesso. Estou alegre, mas triste por esta nossa separação. Antes, algumas lembranças marcantes.

 

Foram mais de 2.400 vezes nesta prosa direta. Tudo começou naquele dia 22 de outubro de 2007 quando eu, aos 60 anos de idade, voltei da sala de aula, em São Paulo, FIA, Bolsa de Valores, pós-graduação em economia para jornalistas. Derivativos. E me senti preparado para levar contigo, aqui nesta rádio, o lero antigo do economês traduzido para o popular. Bem longe daqueles palavrões todos.

 

Mas acontece que da primeira vez a gente nunca se esquece. Não é assim que se diz? Eu me lembro!

 

Prezada, pessoa ouvinte cidadã. Você aí me escutou, falou comigo tantas vezes, por carta, e-mail e, por isso, merece a minha maior gratidão. A primeira e a última. Está lembrado quando saiu o especial da doméstica e o tantão de dúvidas que respondemos aqui? Conversamos sobre o assunto com a doutora Clarice Dinelli.

 

E o montão de dúvidas que você mandou aqui para a gente, todo ano, na hora de preencher o Imposto de Renda? Pena que neste ano a gente não possa mais repetir. Por isso, repito. Estou alegre, mas estou triste, como acontece em toda despedida. Imposto de Renda. Aquele obrigado, analista tributário Francisco Pinto de Souza.

 

E o tanto de dúvidas e conselhos dados para o consumidor na hora da viagem de férias, da matrícula do filho na escola, do plano de saúde e muito mais, hein? Conservamos sobre esses assuntos com a Maria Inês Dolci, atual vice-presidente da Proteste – Associação de Consumidores.

 

Mais de 2.400 vezes nesta prosa direta entre esta voz e o seu ouvido. Tem gente como a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti. que nos ajudou neste tempo todo. Ela nos fala desse novo campo na ciência econômica: a psicologia do consumo, da lida com o dinheiro.

 

Nossa. Foi tanta gente que conversou aqui, não é mesmo? Educador financeiro, profissional da contabilidade, economista, professores. Pessoas que nos levaram juntos a conseguir prêmios, como o Tim Lopes, como a  série “Discriminação do Negro no Mercado de Trabalho”. Ouça aí um trechinho.

 

Olha só. Estou alegre, mas triste nesta nossa despedida. Mas numa boa. Por isso destaco o ouvinte. Você. A carta emocionante, tipo a mandada pela Marta Souza, São Felix do Xingu, Pará: “Gosto deste programa e por que? Você fala de um jeito que a gente entende. Quem ganha com isso é o ouvinte. E sempre é importante ouvir você, mas, em certa ocasião, nos chama mais a atenção.”

 

E aí? Não é para ficar triste e alegre nesta despedida? Pois então, sô. E agora, antes da partida, a carta do ouvinte Silvain Batista, Fazenda Tucumã, Almenara, Minas, uai. Diga lá. “Acho interessante o jeito como você apresenta este programa. Uma pena que é muito curto o tempo de duração. Mas como minha avó costumava dizer, tudo que é bom, dura pouco. Entendeu?”

 

Que é isso, gente. Entendi, uai. Hora de partir, continuar na vida, sim. Saindo alegre, porque numa hora boa, mas triste porque a gente se despede aqui. Antes, rapidinho, porque tem gente contando o tempo, mas nem hoje, a última vez em que a gente se encontra, eu posso falar um cadinho a mais? Brincadeira, né.

 

Nesse tempo todo, levamos elogios e puxão de orelha. Tipo esse, de uma chefe, bem levado, em 2014, bem no começo da Lava Jato. Diz ela, a chefa: “Mamcasz, sobre o Miúdo da Petrobrás. Precisamos ouvir o outro lado. Da forma como está parece um editorial. É aquela história que conversamos. Falta o link com a economia para o cidadão.”

 

Então, antes de me desligar, permita dividir o maior elogio, além do seu, ouvinte, que recebi nestes dez anos e pouco deste Trocando em Miúdo. Foi da nossa Ouvidoria. Aliás, anote aí o e-mail: ouvidoria@ebc.com.br Foi em outubro de 2015. Assinado, ouvidora Josetti Marques. Divido porque o elogio também é seu: “Este programa é um exemplo de como a adequação da linguagem é importante para garantir a comunicação efetiva com o público. Com uma apresentação de estilo mais coloquial e popular, o apresentador mostra como o cenário econômico atual impacta a vida do ouvinte.”

 

E aí, pessoa ouvinte? Estou alegre, mas triste. Ah, quase ia saindo sem dizer porque este nosso relacionamento está acabando. Simples. Acabo de entrar num PDV, Plano de Demissão Voluntária. Não quer dizer com isso que vou parar, botar o pijama, ficar na esquina, de jeito nenhum. Só porque acabo de completar 70 anos de vida com altos e baixos? Lógico de não. Saio gostando por demais do que fiz contigo até aqui. Pode me mandar um abraço, se for o caso, elogio ou bronca, para mamcasz@gmail.com

 

E mais não digo. Vontade de pedir desculpa. Vontade de dizer, por favor, me entenda. Mas uma só certeza. Muito, muito obrigado mesmo, prezada pessoa ouvinte cidadã. E agora, sim, lá vai o meu último: Inté e axé.

 

Fui. Ô dó…

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Até o fim de fevereiro, você acompanha reprises do programa com Eduardo Mamcasz aqui na Radioagência Nacional

Páginas