Você está aqui

Rota do Artesanato abre espaço para artesãos exporem em três pontos de Brasília

  • 11/01/2016 12h44publicação
  • Brasílialocalização
Da Agência Brasil
A primeira edição da Rota do Artesanato 2016 começa hoje no Anexo do Palácio do Buriti e ocorrera até 19 de fevereiro, em seguida, vai para o Setor Bancário Norte e na Galeria dos Estados.E/D: Artesã Sueli de B

Brasília - Primeira edição da Rota do Artesanato 2016 começa hoje no Anexo do Palácio do Buriti. A exposição é itinerante e vai passar ainda pelo Setor Bancário Norte e Galeria dos Estados. Na foto, a artesã Sueli de Barros Elza Fiúza/Agência Brasil

As exposições que compõe a primeira edição da Rota do Artesanato 2016 já tem roteiro confirmado. Os 46 artesãos selecionados pela Secretaria de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo (Setur) de Brasília, mostram seus trabalhos a partir de hoje (11) até o dia 19 de fevereiro em diversos pontos da cidade. A primeira parada é o Palácio do Buriti.

Em seguida, as exposições itinerantes vão passar pelo Setor Bancário Norte e Galeria dos Estados. Nesta primeira edição, foram abertas inscrições para artesãos, trabalhadores manuais e produtores de alimentos artesanais. A única exigência da Setur era que o candidato tivesse a carteira de artesão atualizada. Nas próximas edições, a ideia é que a rota saia do Plano Piloto, região central da capital, e chegue também a outras regiões administrativas do Distrito Federal, onde ficam as cidades satélites.

Brasília - A artesã, Izabel de Souza Lima expõe seu material na primeira edição da Rota do Artesanato 2016, que começa hoje no Anexo do Palácio do Buriti (Elza Fiuza/ Agência Brasil)

A artesã Izabel de Souza Lima expõe seu material na primeira edição da Rota do Artesanato Elza Fiúza/Agência Brasil

A artesã Izabel de Souza Lima, de 57 anos, trabalha com tapetes bordados há 8 anos, já participou de diversas exposições no DF e considera o projeto itinerante importante, pois as exposições acontecem em locais autorizados.

“É importante que estejamos em lugares autorizados, mas sentimos falta de estarmos em lugares mais movimentados e com melhor estrutura. Aqui [no palácio do Buriti], a estrutura é boa mas às vezes nos colocam em lugares que nem banheiro tem. Acredito que esse ano será melhor, estamos cobrando e nossos trabalhos serão expostos em locais com mais movimento”, disse Izabel Lima.

De acordo com a Setur, o objetivo do projeto é impulsionar a inserção cultural, econômica e social do artesanato e da produção associada ao turismo. Outro objetivo é fortalecer o setor gerando renda e criando mais oportunidades para os artesãos locais.

A Rota do Artesanato fica no anexo do Palácio do Buriti até quarta-feira (13). Em seguida, entre os dias 13 e 15 de janeiro, os artesãos vão expor no térreo do prédio Central Brasília no Setor Bancário Norte e nos dias 25 e 26 na Galeria dos Estados. As localidades serão as mesmas em fevereiro e as exposições ocorrem dos dias 10 a 12, no Buriti; de 15 a 17, no Setor Bancário Norte; e nos dias 18 e 19, na Galeria dos estados. O evento acontece sempre das 8 às 17 horas.

Edição: Denise Griesinger