Você está aqui

Imperatriz e Beija-Flor abrem o Desfile das Campeãs no Rio

  • 14/02/2016 00h29publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil

O Desfile das Campeãs foi aberto em alto estilo pela Imperatriz Leopoldinense e a Beija-Flor de Nilópolis, respectivamente sexta e quinta colocadas no Carnaval 2016 do Grupo Especial. O público voltou a lotar o Sambódromo, comemorando muito na passagem de cada escola, que, sem o temor de perder pontos, desfilaram mais descontraídas.

A Imperatriz levantou o Setor 1, na concentração, ao trazer o enredo É o Amor, que conta a vida dos irmãos Zezé de Camargo e Luciano, passeando por um Brasil caipira, desde a infância da dupla, no interior de Goiás, na concepção do carnavalesco Cahê Rodrigues. Entre os destaques, o craque Zico, que veio em cima de um dos carros e foi um dos mais festejados na avenida.

Rio de Janeiro - Imperatriz é a primeira escola a se apresentar na Marquês de Sapucaí, no desfile das campeãs, com o enredo É o Amor... Que Mexe Com MInha Cabeça e Me Deixa Assim - Do sonho de um caipira nasce os

Imperatriz Leopoldinense homenageou a dupla sertaneja Zezé de Camargo e Luciano na concepção do na concepção do carnavalesco Cahê RodriguesTomaz Silva/Agência Brasil

A segunda escola foi a campeoníssima Beija-Flor, que este ano buscou ispiração no Marquês de Sapucaí na tentativa de um bicampeonato. Com a voz de Neguinho da Beija-Flor agitando as arquibancadas, a azul e branco de Nilópolis entrou triunfante na Sapucaí.

Nem mesmo a denúncia feita pelo diretor de carnaval da Beija-Flor, Laíla, de que a ausência de um dos jurados no desfile teria sido fruto de uma tentativa de prejudicar algumas escolas, ofuscou o carisma da escola. Segundo o presidente da Beija-Flor, Farid Abrahão David, o caso terá que ser investigado pela Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa).

“Eu acho que é um assunto grave, que tem de ser apurado. Não estamos questionando a vitória da Mangueira. Questionamos é a nossa colocação”, disse Farid.

A noite ainda reservou para o público a passagem das demais escolas melhor colocadas no Grupo Especial, na ordem inversa à posição no carnaval desde ano: Salgueiro, Portela, Unidos da Tijuca e a campeã Mangueira, a quem cabe a honra de fechar o desfile.

Edição: Fábio Massalli