Você está aqui

Poética visual da artista plástica Luise Weiss é tema de exposição em São Paulo

  • 13/05/2017 11h01publicação
  • São Paulolocalização
Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil

A mostra Labirinto e Memória: a Poética Visual de Luise Weiss ocupa, a partir de hoje (13), o primeiro andar da Caixa Cultural São Paulo, com obras da brasileira Luise Weiss, uma das mais importantes artistas plásticas contemporâneas. O público poderá apreciar cerca de 130 trabalhos, que incluem desenhos, gravuras e fotografias e marcam os 40 anos de trajetória da gravadora, pintora, fotógrafa e professora, desvendando todo o seu processo de criação e produção gráfica.

A exposição, que tem curadoria de Sergio Pizoli, será aberta neste sábado e receberá visitantes até o dia 23 de julho, sempre de terça a domingo, das 9h às 19h, com entrada gratuita. A artista fará ainda uma palestra, acompanhada do curador no dia 3 de junho (marcando o lançamento do catálogo da mostra), além de um workshop no dia 10 do mesmo mês.

Os trabalhos selecionados pela curadoria foram divididos em seis segmentos temáticos, num recorte centrado em obras que têm o papel como suporte e a fotografia como ponto de partida: In Memoriam, No Mar, Vestígios (Pepi), Copo d'água, Cadernos de Artista e Silhuetas e Objetos.

Na construção de seu trabalho, a artista vai adequando as técnicas que domina à questão poética. “O tema que vai norteando o trabalho me vem antes de qualquer coisa, a escolha do material vem em função da necessidade que sinto. Sempre gostei de desenhar, de pintura, de gravura, eu nunca fui uma artista que exclui ou fica só numa linguagem, eu acho que tem uma conversa entre as linguagens”, conta.

Para ela, sobrepor imagens é a sua marca e o que norteia a mostra. “Esse material foi acontecendo simultaneamente nas fotomontagens, a mesma ideia com as gravuras e sobreposições. Com as pinturas também comecei a sobrepor outras paisagens, então essa ideia de colocar várias camadas foi meu jeito de trabalhar." A artista diz que ainda procura reutilizar materiais e peças. “Eu trabalho com uma maneira sempre muito direta, com sobras de fotos, de xerox, então eu reaproveito material à vontade”.

A artista

Gravadora, pintora, fotógrafa, professora, Luise Weiss graduou-se em artes plásticas, em 1977, pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Entre 1977 e 1987, foi professora do laboratório de desenho infantil e juvenil da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Iniciou sua carreira como professora universitária em 1984, lecionando na Faculdade de Artes Alcântara Machado e desde 1985 dá aulas na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Em 1990 foi agraciada com a Bolsa Vitae pelo projeto Fragmentos. Mestre, em  1992, pela ECA/USP, concluiu o doutorado em 1998, na mesma universidade, com a tese Retratos Familiares: in Memorian. Começou, em 2003, a preparação do projeto de sua livre-docência na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde desde 1997 é professora de gravura e desenho.

Edição: Juliana Andrade