Você está aqui

São Paulo tem circo, dança e exposições no feriado prolongado

  • 06/09/2017 15h48publicação
  • São Paulolocalização
Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil

O feriado prolongado na capital paulistana oferece diversas atividades culturais ao público com uma programação especial que começa hoje (6) e vai até domingo (10). Nesta quarta, o Itaú Cultural inicia uma programação com debates sobre a crítica nas artes cênicas, combinado a quatro apresentações gratuitas.

Amanhã (7), a Pinacoteca do Estado terá entrada gratuita para todos os visitantes, enquanto o MIS-SP terá diversas atividades relacionadas à exposição Renato Russo. As bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos terão sessões de contação de histórias e a Sala São Paulo receberá concertos gratuitos nos dias 9 e 10 de setembro. Confira abaixo a programação completa:

Crítica em Movimento

O Itaú Cultural oferece uma programação gratuita durante o feriado prolongado com espetáculos e debates voltados para a crítica no teatro, na dança e no circo. Com curadoria do jornalista, crítico e pesquisador Valmir Santos, a programação abre com uma conversa com a crítica Mariangela Alves de Lima (hoje, às 20h) e segue com debates amanhã, às 14h. Na sexta-feira, às 20h, é a vez do solo de dança Fados e Outros Afins da coreógrafa Mariana Muniz, sob direção artística da diretora teatral Maria Thaís.

A programação continua com a peça Isso não é um Sacrifício* (no sábado, às 20h), com Fernanda D'Umbra; e o espetáculo circense Sobrevoltas (no domingo às 19h, com reapresentação na terça-feira, às 20h). Os debates contarão com convidados como Fátima Pontes, coordenadora da Escola Pernambucana de Circo, o ex-crítico teatral português Jorge Louraço Figueira, a chilena Maria José Cinfuentes, diretora artística do Nave – Centro de Criação e Residência, e o criador brasileiro Daniel Kairoz.

O Itaú Cultural fica na Avenida Paulista, número 149. A estação de metrô mais próxima é a Brigadeiro.

Pinacoteca

Exposição No subúrbio da modernidade Di Cavalcanti 120 anos, na Pinacoteca, região central

Exposição No subúrbio da modernidade – Di Cavalcanti 120 anos, na Pinacoteca, região centralRovena Rosa/Agência Brasil

Durante todo o feriado, os visitantes da Pinacoteca poderão aproveitar a mostra No Subúrbio da Modernidade – Di Cavalcanti 120 anos, em homenagem aos 120 anos do nascimento do artista. A exposição conta com mais de 200 obras, desenvolvidas ao longo de quase seis décadas de carreira do pintor e também destaca aspectos menos conhecidos de sua trajetória, como as ilustrações e charges para revistas, livros e capas de discos. No dia 7, a entrada será gratuita para todos os visitantes, e até o domingo havereá atividades voltadas para a família como o JogaJunto (amanhã, das 11h às 15h30), Educateca (sexta-feira, das 10h às 17h), visitas educativas (no sábado), e o PinaFamília com o espetáculo PinaCanção, de Hélio Ziskind (no domingo, às 11h). Informações no site.

Museu Catavento

No Museu Catavento, os visitantes poderão conhecer a sala Dinos do Brasil, primeira sala de caráter educacional sobre dinossauros brasileiros feita para realidade virtual. O local é equipado com 25 computadores, um para cada óculos de realidade virtual, e oferece uma exibição de 32 minutos que leva o público por um passeio guiado pelas paisagens primitivas do Brasil, nos períodos triássico e cretáceo. As sessões são realizadas às 10h, 11h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h e é necessário retirar senha para participar da atividade. Mais informações no site.

Museu Afro Brasil

Quem estiver em São Paulo no feriado vai poder curtir a exposição Barroco Ardente e Sincrético – Luso-Afro-Brasileiro no Museu Afro Brasil. A mostra propõe uma visita a obras do século XVII até o começo do século XIX, abordando as contribuições dos dois mais expressivos artistas do barroco brasileiro, que são Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho (1730?-1814), em Ouro Preto (MG), e Mestre Valentim da Fonseca e Silva (1745-1813), no Rio de Janeiro. Informações no site.

Museu do Futebol

Amanhã serão promovidas a oficina Duplo Retrato – do selfie ao desenho, que abordará os diferentes usos da fotografia no dia-a-dia, às 11h e às 12h30 e o jogo Pupet, que usa peças de madeira provenientes de poda de agro florestas e descartes de marcenarias para criar personagens que habitam o universo do futebol, às 14h e às 15h30.

Já no sábado, acontece o sarau Um conto por nossa conta, entre 14h e 15h30. No domingo, às 15h, será realizado o Vôlei Adaptado, uma livre adaptação do Vôlei Sentado, modalidade paralímpica na qual os jogadores ficam sentados tendo o objetivo de marcar pontos na quadra adversária. Informações no site.

Casa das Rosas

A Casa das Rosas também tem programação especial no feriado da Independência. O sarau A Plenos Pulmões ocorre no sábado, às 19h, comandado pelo poeta, agitador cultural e um dos fundadores do Sarau da Cooperifa Marco Pezão. Para a criançada, a dica é a contação de história Pequenos Sambistas no domingo, às 15h, com contos concebidos a partir do encontro das obras de quatro grandes sambistas brasileiros. nformações no site.

Museu da Casa Brasileira

No domingo, às 11h, o Museu da Casa Brasileira terá apresentação da orquestra Fukuda Cello Ensemble. Integrada por 12 jovens violoncelistas, o grupo transita livremente entre o erudito e o popular, explorando as possibilidades técnicas e os timbres dos instrumentos. Informações no site.

Museu da Imagem e do Som

O Museu da Imagem e do Som (MIS) terá atividades especiais relacionadas à exposição Renato Russo, a maior já concebida até hoje pelo museu. A mostra apresenta a vida e a obra deste ícone do rock brasileiro, com objetos pessoais, peças de vestuário, fotografias, discos, livros, manuscritos e outras peças que percorrem toda a sua trajetória.

Amanhã, os visitantes da mostra terão à disposição um karaokê com músicas da banda Legião Urbana; flash tattoos inspiradas no artista, com Roger Marx, a preços populares; e uma banca de tarô (com Gisele Mouradian) com atendimento gratuito para quem adquirir o ingresso – relembrando a veia espiritual de Renato Russo, que também pode ser conferida na mostra.

O Museu também terá food trucks com comidas inspiradas nas letras das canções de Renato Russo. O ingresso para a exposição, na data, terá venda exclusiva na bilheteria do Museu - R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada). Informações no site.

Fábricas de Cultura

Amanhã 7, a fábrica do Jardim São Luís promove o Curta Doc’s, com exibição de três documentários de curta duração relacionados ao tema meio ambiente, às 15h. A unidade Vila Curuçá também dá destaque para o cinema: o longa Antes que seja tarde será apresentado às 14h.

Na sexta-feira, a unidade Jaçanã recebe, das 15h às 17h, o rapper paulista Tizil e o grupo Rodopiá, levando música brasileira, como obras de Hermeto Pascoal, Tom Jobim e Secos & Molhados e brincadeiras musicais para o público infantil. No mesmo dia, a unidade Sapopemba exibe o filme Boyhood: da infância à juventude e a Fábrica Cidade Tiradentes apresenta a comédia Juntos e Misturados. As sessões serão às 14h.

Já no sábado, a Fábrica do Capão Redondo realiza mais uma edição do Sarau no Capão, às 18h, com participação de Rosi Reis e Du Mc para falar sobre feminismo, empoderamento e a periferia. No domingo (10), a unidade Itaim Paulista comemora seu sexto aniversário com intervenções artísticas e atividades lúdicas que serão promovidas durante todo o dia. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público. Informações no site.

Bibliotecas

A Biblioteca de São Paulo, na zona norte da cidade, iniciará sua programação na sexta-feira às 15h com a contação da história Drácula, de Bram Stoker. Às 15h30, o programa Ponto MIS apresenta os filmes Leve-me ao seu líder e A ilha do terrível Rapaterra. Das 16h30 às 17h, ocorre a Leitura ao pé do ouvido, com o livro Distraídos venceremos, de Paulo Leminski.

No sábado, a biblioteca promove, das 11h às 15h, o Lê no Ninho, atividade para os bebês e pais interagirem com a literatura por meio de música, contação de histórias e livros lúdicos. Das 11h às 13h, acontece o programa Jogos para Todos, com oficina de xadrez ministrada por Carlos Oliveira. Às 16h, é a vez da contação da história O catador do pensamento, de Monika Feth e Antoni Boratynski, com narração em libras pelo Grupo Mãos de Fada.

No domingo, o Lê no Ninho acontece das 11h30 às 12h15, e entre 12h15 e 16h a Cia do Mar promove sessões de contação de histórias para toda a família. Às 16h, a Cia. de Teatro de Bonecos Titerritório apresenta a história Rabanete, Rapunzel.

A Biblioteca Parque Villa-Lobos também começa sua programação especial na sexta-feira, com a contação da história O casamento de Mané Bocó, de Ricardo Azevedo, às 15h. Entre 15h30 e 16h30, o espaço promove o Brincando e Aprendendo, com jogos para crianças a partir de 7 anos.

No sábado, acontece o Lê no Ninho entre 10h30 e 11h15. Das 15h às 17h, tem oficina de xadrez com Carlos Oliveira e às 16h00, contação da história O pé de Zimbro, com a Cia de Teatro Nóis na Mala. No domingo, a sessão do Lê no Ninho acontece entre 10h30 e 11h15, e às 16h00 acontece a contação da história “A primeira palavra de Mara”, de Ángel Domingo, com interpretação em libras.

Interior e litoral

Para celebrar os 95 anos do edifício do Museu do Café, em Santos, a instituição promoverá no dia 7 de setembro, o Ateliê Paulo von Poser. Às 10h, a programação começará com visita especial guiada pelo artista Paulo von Poser, que abordará detalhes arquitetônicos do palácio da Bolsa. Para acompanhar o passeio, é necessário se inscrever pelo e-mail inscricao@museudocafe.org.br. Das 13h às 17h, o público poderá participar de um Ateliê Coletivo, com intervenções artísticas de técnicas e materiais variados.

O Museu Índia Vanuíre, em Tupã, terá, nos dias 9 e 10, das 9h às 16h, oficinas culturais gratuitas para as famílias, com atividades lúdicas e reflexivas referentes ao Dia da Árvore (comemorado no dia 21 de setembro) e confecção de uma árvore feita com materiais recicláveis.

De quinta a sábado, acontece também no museu o I Encontro Paulista Questões Indígenas e Museus e o VII Seminário Museus, Identidades e Patrimônio Cultural, abordando o tema Museus Etnográficos e Indígenas - aprofundando questões, reformulando ações. A programação é gratuita.

No Museu Felícia Leirner, em Campos do Jordão, acontece amanhã e na sexta-feira, às 10h e às 14h, o Família no Museu – Estação de Jogos Culturais. No dia 9, às 10h, no Família no Museu - Emoldurando a Primavera, os participantes conhecerão a história de Felícia Leirner e, às 15h, em celebração ao Dia da Árvore e ao Dia da Luta Nacional das Pessoas com Deficiência, o Família no Museu - Visita Multissensorial pelo Jardim de Esculturas convidará o público a explorar o museu com outros sentidos além do olhar.

No domingo, às 11h, tem Domingo Musical - Tom Jobim 90 anos, com o violonista Diogo Oliveira em um show de comemoração aos 90 anos do nascimento de Tom Jobim. O valor da entrada é R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia - estudante e idoso).

Edição: Denise Griesinger