Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Rio se prepara para abertura do desfile das escolas de samba da Série A

Publicado em 09/02/2018 - 22:40

Por Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

A apresentação das escolas de samba da Série A, na Marquês de Sapucaí, no centro do Rio, vai ser um desfile de superação. A conclusão é do presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj), Déo Pessoa. Segundo o dirigente, apesar das dificuldades que as escolas enfrentaram com o corte de recursos feito pela prefeitura do Rio, as agremiações querem mostrar nos desfiles de hoje e de amanhã que o grupo representa uma cultura popular que precisa ser valorizada.

 Cristina Indio do Brasil/Agência Brasil

Presidente da Lierj diz que este será o carnaval da superação. Cristina Indio do Brasil/Agência Brasil

“O carnaval não pode sofrer o que tem sofrido. Nós precisamos sim, do lado de cá, nos organizarmos, buscar uma organização mais centrada para não depender só do Poder Público, mas o Poder Público tem que entender também que o carnaval é um patrimônio da cidade do Rio de Janeiro”, afirmou, completando que está confiante em um bom espetáculo.

Perto do início do desfile, as arquibancadas ainda estavam com espaços vazios. O movimento do público deve aumentar ao longo das apresentações. Para amanhã, segundo a assessoria de imprensa da Lierj, a ocupação será máxima, porque foram vendidos todos os ingressos das arquibancadas. O valor de cada um é R$ 15.

Lei Seca

Teste do bafômetro na Sapucaí é aplicado em condutor de carro alegórico. Cristina Indio do Brasil/Agência Brasil

Teste do bafômetro é aplicado em condutor de carro alegórico na Sapucaí. Cristina Indio do Brasil/Agência Brasil

O grupo da Série A está estreando a aplicação do teste do bafômetro em todos os condutores dos carros alegóricos. O motorista Sandro Cordeiro, responsável pela direção do quarto carro da Unidos de Bangu, disse que, desde 2006, faz o serviço e já passou por várias escolas. Ele aprovou a aplicação do teste. “Primeiro ano que fazem o teste do bafômetro e eu aprovo isso aí”, disse.

Para o coordenador da Lei Seca, tenente-coronel Marco Andrade, o teste antes do início do desfile é para dar mais segurança aos componentes e para quem está assistindo. “Há várias possibilidades de acontecer um acidente, uma delas é o motorista estar alcoolizado, o que a gente pretende é evitar preventivamente que ele assuma a condução do carro, embriagado”, apontou.

O teste do bafômetro será aplicado em todos os motoristas das alegorias, tanto no grupo da Série A, como nas do Grupo Especial nos desfiles de domingo e segunda.

Edição: Davi Oliveira

Últimas notícias