Você está aqui

Acampamento é destruído e famílias sem-teto são agredidas no interior do Ceará

  • 27/07/2017 21h13publicação
  • Fortalezalocalização
Edwirges Nogueira - Correspondente da Agência Brasil

O acampamento Carlos Leite, formado por 60 famílias sem-teto de Crateús, no Sertão dos Inhamuns, interior do Ceará, foi invadido e destruído na madrugada de ontem (26) por homens armados. Relatos dos ocupantes dão conta de que o grupo, formado por cerca de 20 homens, atirou na direção do acampamento e ateou fogo nas barracas que foram armadas no local. O terreno, ocupado pelas famílias no último dia 20, fica no bairro Fátima II, na periferia da cidade, e pertence à prefeitura.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as barracas foram incendiadas com pessoas dentro e alguns dos ocupantes foram atacados a golpes de foice. Parte das vítimas precisou de atendimento médico, mas ninguém se feriu gravemente. Também foram encontradas várias cápsulas de arma de fogo no local.

A Polícia Civil prendeu ainda ontem um dos acusados de participar do ataque, que foi reconhecido pelas vítimas. Ele foi autuado em flagrante por dano qualificado por uso de material explosivo, incêndio, exercício arbitrário das próprias razões e lesão corporal.

Ele foi reconhecido como um dos agressores e apontado como corretor de um loteamento que fica vizinho ao terreno ocupado pelo acampamento Carlos Leite. Além da investigação que está a cargo da Delegacia Regional de Crateús para identificar os outros agressores, a prefeitura da cidade e o procurador federal que atua no local também acompanham o caso.

Edição: Amanda Cieglinski