Você está aqui

Balança comercial inicia dezembro com superávit de US$ 398 milhões

  • 08/12/2014 16h15publicação
  • Brasílialocalização
Mariana Branco - Repórter da Agência Brasil

A balança comercial brasileira iniciou dezembro com superávit (exportações maiores que importações) de US$ 398 milhões. O valor, referente à primeira semana do mês, resulta de saldo entre US$ 4,468 bilhões em exportações e US$ 4,070 bilhões em importações. No acumulado do ano, no entanto, o resultado está negativo em US$ 3,825 bilhões. Os dados foram divulgados hoje (8) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Apesar do resultado positivo, o governo estima déficit para o fechamento da balança comercial este ano. De acordo com diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação da pasta, Roberto Dantas, não há como reverter o saldo acumulado no vermelho. Será a primeira vez que a balança comercial fechará com déficit desde 2000.

A média diária das exportações na primeira semana de dezembro somou US$ 893,6 milhões, 10% inferior à registrada no mesmo mês de 2013. Nas compras do Brasil no exterior, a média ficou em US$ 814 milhões, 6,1% abaixo da média de dezembro do ano passado.

A receita com as vendas externas diminuiu para os itens manufaturados (20,8%) e semimanufaturados (9,3%). As exportações de básicos tiveram ligeira alta, de 0,2%.

Entre os produtos manufaturados, recuaram as vendas de motores e geradores, automóveis, veículos de carga, aviões, calçados, chassis com motor e bombas e compressores. Nos semi-industrializados, caíram os ganhos com ouro, ferro fundido, ferro e aço e açúcar bruto. No grupo dos básicos, houve alta na receita auferida com algodão bruto, minério de cobre, petróleo, fumo em folhas, carne bovina e de frango e soja, café e milho em grão.

Do lado das importações, a queda é explicada pela redução nos gastos com combustíveis e lubrificantes, equipamentos mecânicos, cereais e produtos de moagem, borracha, automóveis e partes.

Edição: Davi Oliveira