Você está aqui

Inflação para famílias de menor renda sobe para 1,51% em janeiro

  • 05/02/2016 10h17publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Vinicius Lisboa - Repórter da Agência Brasil

Dinheiro

INPC se refere a famílias com renda de um a cinco salários mínimos que moram em casas chefiadas por  assalariadosMarcello Casal/Agencia Brasil

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) aumentou 0,61 ponto percentual em relação ao fim de 2015 e fechou janeiro em 1,51%. Divulgado hoje (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o indicador se refere a famílias com renda de um a cinco salários mínimos que moram em casas chefiadas por assalariados.

Em 12 meses, a inflação acumulada no INPC subiu de 11,28% para 11,31%, já que a taxa registrada em janeiro do ano passado, de 1,48%, era menor que a deste ano.

O aumento de preços foi constatado tanto nos produtos alimentícios, em que a inflação passou de 1,60% para 2,41%, quanto nos não alimentícios, em que a taxa subiu de 0,59% para 1,11% de dezembro para janeiro.

A alta dos ônibus urbanos no Rio de Janeiro levou a cidade a registrar o maior INPC de janeiro, com 2,37%, contra 1,16% em dezembro.

Entre as 13 regiões pesquisadas, 12 registram em janeiro inflação acumulada em 12 meses maior que 10%. A mais elevada foi em Curitiba, com 13,27%, e a menor em Belo Horizonte, com 9,89%.

Edição: Graça Adjuto