Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Produção de carne de frango e de porco aumenta em 2017, diz ABPA

Publicado em 13/12/2017 - 15:39

Por Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil São Paulo

Frangos

Produção de frangos aumentou em 2017  Arquivo/Agência Brasil

A produção de carne de frango no país deve chegar a 13,056 milhões de toneladas em 2017, 1,2% a mais do que no ano anterior. As exportações devem caminhar no sentido contrário, com queda de 1,48%, com 4,319 milhões de toneladas, ante as 4,384 milhões de toneladas exportadas no ano de 2016. De janeiro a novembro, as exportações atingiram US$ 6,62 bilhões, 6,9% a mais do que no mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados hoje (13) pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

No caso da carne suína, a produção deve passar de 3,731 milhões de toneladas em 2016 para 3,759 milhões de toneladas, o que corresponde a um crescimento de 0,7%. As exportações devem registrar retração de 5,4% ao passar de 732 mil toneladas para 683 mil toneladas. Em valores, a receita das exportações de suíno totalizaram US$ 1,499 bilhão de janeiro a novembro, refletindo em um aumento de 9,8%.

Os dados mostram ainda que a produção de ovos deve totalizar 39,923 bilhões de unidades em 2017, 1,89% a mais do que em 2016. As exportações devem registrar queda de 44% no volume, passando de 10.411 toneladas para 5.834 toneladas. De janeiro a novembro, a receita chegou a US$ 7,5 milhões, 43,8% a menos do que igual período do ano passado.

De acordo com o presidente da ABPA, Francisco Turra, os resultados superam a expectativa traçada depois da crise causada pela Operação Carne Fraca, que resultou em sanções de 77 mercados às carnes de aves e suínos no país. Atualmente três mercados permanecem fechados: Trinidad e Tobago, Santa Lúcia e Zimbábue.

"Foi um episódio que trouxe reflexos e lições. Se alguém praticava alguma irregularidade, com certeza absoluta vai cuidar para nunca mais praticar. Quem é global não pode errar. Sofremos muito com isso, tanto é que os números foram interessantes. Nós decrescemos em volume nas exportações, mas crescemos em receita, ou seja, o Brasil não se entregou, acreditou no produto, valorizou e isso não acontecia havia muito tempo”.

Turra destacou a melhoria no consumo interno per capita de frango que foi de 42 quilos no ano, uma elevação de 1,8%. Para a carne suína o aumento foi de 1,7% ao atingir os 14,7 quilos. No caso dos ovos, o consumo por pessoa em 2017 chegou a 192 unidades, o que corresponde a um aumento de 0,8%. “Com relação ao consumo interno houve melhora também, o que foi muito significativo em um ano no qual também o consumidor interno foi abalado com essas notícias sobre irregularidade, inconformidades”, disse.

Segundo as expectativas da entidade, em 2018 produção de carne de frango deve aumentar entre 2% e 4% e as exportações entre 1% e 3%. A carne suína deve ter elevação de 2% a 3% na produção e 4% a 5% nas exportações. Com relação aos ovos espera-se crescimento de 6% na produção.

 

Edição: Fernando Fraga

Últimas notícias