Você está aqui

Portões de locais de prova são abertos em segundo dia do Enem 2017

  • 12/11/2017 12h07publicação
  • Brasília localização
Débora Brito* – Repórter da Agência Brasil
Brasília - Portões são abertos para o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília - Portões são abertos para o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os portões dos locais de prova do segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já foram abertos. Os estudantes poderão ter acesso às salas até as 13h (horário de Brasília) quando os portões serão fechados.

Por causa do fuso horário brasileiro, no Acre os portões fecham às 10h (horário local). Já nos estados do Amazonas, de Rondônia e Roraima os candidatos só poderão entrar no local da prova até as 11h (horário local).

Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins fecharão os portões às 12h (horário local). No Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, o horário final é 13h (horário local).

Para evitar imprevistos, alguns alunos chegaram com bastante antecedência. “É melhor chegar cedo do que atrasado, eu não quero virar meme. E domingo é mais difícil para pegar ônibus. Ou vem cedo ou chega atrasado”, disse Kelita Leão dos Santos, 18 anos, que quer cursar agronomia, e aguardava o início do exame em frente a uma universidade particular, em Brasília.

Em São Paulo, Larissa Azevedo Sampaio, 18 anos, aguardava na sombra pela abertura dos portões na Unip Pinheiros. Ela quer cursar arquitetura e faz a prova do Enem pela segunda vez. “Achei a prova desse ano muito boa. Acho que ficou mais fácil [fazer a prova] por causa do conhecimento. Como fiz a prova no ano passado pela primeira vez, eu já tinha mais ou menos a base para fazer novamente”. Para a prova de hoje, ela disse que a “expectativa está muito grande”, principalmente porque ela considera a prova mais difícil.

São Paulo - Segundo dia de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, na Universidade Paulista (UNIP), Pinheiros, região oeste (Rovena Rosa/Agência Brasil)

São Paulo - Segundo dia de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, na Universidade Paulista (UNIP), Pinheiros, região oeste Rovena Rosa/Agência Brasil

Matheus Augusto, 17 anos, chegou ao local da prova com duas horas de antecedência. O estudante pretende cursar letras ou filosofia e disse que espera se sair bem na prova de hoje. “O Enem é sempre uma surpresa. Não tem muito o que esperar. Mas é muito mais você confiar naquilo que você estudou nos três anos de ensino médio e em cursinho e fazer a prova tranquilamente. Acho que calma é fundamental”, disse.

Em dia de muito sol em São Paulo, a vendedora Terezinha Dias de Almeida, 60 anos, comemorou o grande movimento nas vendas de caldo de cana, água de coco, água e refrigerantes. Ela conta que fica em frente à Unip Pinheiros todos os domingos, mas que o dia de hoje está valendo mais a pena, com o grande número de alunos que está no local para fazer a prova do Enem. “Domingo passado estava chovendo e hoje está bom [vendendo mais]”, disse.

Provas

Os estudantes só poderão começar as provas às 13h30 e terão 4 horas e 30 minutos para completar o exame. Neste domingo, serão aplicadas 90 questões objetivas de matemática e ciências da natureza (química, física e biologia).

O aluno poderá deixar o local após duas horas do início da prova para não ter a nota zerada. Só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim das provas. Caso descumpra qualquer uma dessas regras, o candidato será eliminado.

 

*Colaborou Elaine Patricia Cruz, de São Paulo    // A matéria foi ampliada às 12h35 

Edição: Lílian Beraldo