Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Inca diz que mantém funcionamento normal apesar de greve de servidores

Publicado em 03/06/2014 - 22:25

Por Helena Martins - Repórter da Agência Brasil Brasília

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) está funcionando normalmente, apesar da greve dos servidores, iniciada no último dia 28. Hoje (3) a diretoria do Inca emitiu nota em que destaca que “todos os procedimentos oferecidos pela instituição estão mantidos em todas as cinco unidades hospitalares, incluindo serviços de pronto-atendimento, consultas ambulatoriais e de pacientes internados e procedimentos diagnósticos e terapêuticos”.

O instituto também assegura que “não há falta de medicamentos no Inca que comprometam o tratamento de nossos pacientes”. Ontem (2) o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho e Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro (Sindsprev-RJ) apresentou uma lista com mais de 20 medicamentos que estariam em falta ou em nível crítico.

A lista, segundo o Inca, é um instrumento de gestão atualizado periodicamente para monitorar o estoque dos 583 medicamentos usados pelo órgão. “Trata-se, portanto, de uma rotina de controle do processo de manutenção e fornecimento de nossa grade de medicamentos, que tem se revelado eficaz”, diz a nota. O instituto destaca ainda que o procedimento permite o gerenciamento, a compra e a possível substituição de medicamentos.

Os trabalhadores em greve reivindicam a redução da jornada para 30 horas semanais, melhores condições de atendimento e de trabalho, o fim da terceirização de profissionais, a abertura de concursos públicos, além da reabertura das negociações com o Ministério da Saúde. Em respeito à manutenção dos trabalhos, a greve consiste no boicote a procedimentos internos, como o preenchimento de documentos e prontuários eletrônicos.

Edição: Juliana Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias