Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

PF prende dois barrabravas em Belo Horizonte com apoio da polícia argentina

Publicado em 22/06/2014 - 13:49

Por Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

banner Brasil 2014

Dois torcedores argentinos, chamados de barrabravas, foram detidos na tarde de ontem (21), no Mineirão, em Belo Horizonte. Eles foram autuados e têm prazo de 72 horas para sair do Brasil. As prisões foram feitas por agentes da Polícia Federal (PF), em cooperação com a polícia argentina.   

A PF e as polícias dos países participantes do Mundial têm acordo de cooperação internacional para as operações durante a Copa do Mundo. Segundo a PF, o Centro de Cooperação Internacional da Polícia no Brasil conta com cerca de 200 profissionais de 31 países participantes do Mundial e de mais cinco nações convidadas, além da Organização das Nações Unidas (ONU), da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) e da Comunidade de Polícias da América (Ameripol).

Cada delegação dos países participantes atua, em média, com sete integrantes. Quatro acompanham o deslocamento de torcedores das próprias delegações e trabalham uniformizados nos estádios, onde as seleções se apresentam. A estratégia é porque eles já conhecem o comportamento de alguns integrantes das torcidas e, assim, podem auxiliar nas operações de pronta intervenção. Esses policiais não estão armados e atuam junto com as forças brasileiras de segurança pública.

Os demais integrantes das polícias estrangeiras trabalham no Centro de Cooperação, em Brasília. Eles compartilham o acesso a bancos de dados e acompanham os deslocamentos das seleções e dos torcedores nos estádios, por meio de câmeras.

 

>> Copa 2014: Acompanhe a cobertura completa da Agência Brasil

Edição: Stênio Ribeiro

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias