Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Torcedores violentos são impedidos de entrar no Brasil durante a Copa

Publicado em 10/06/2014 - 12:22

Por Ana Cristina Campos - Repórter da Agência Brasil Brasília

-

O governo publicou hoje (10) portaria que impede a entrada no país de pessoa que conste no Sistema Nacional de Procurados e Impedidos como “membro de torcida envolvida com violência em estádios” durante o período da Copa do Mundo. O texto, assinado pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, está no Diário Oficial da União.

A medida deve ser aplicada pelos servidores responsáveis pelo controle fronteiriço e de atividades de fiscalização migratória nos portos, aeroportos internacionais e pontos de fiscalização terrestre de migração.

Na segunda-feira (9), a Polícia Federal impediu no Aeroporto Internacional de Cumbica a entrada de um torcedor argentino cujo nome constava em uma lista de integrantes do grupo Barra Brava, conhecido por atos violentos em jogos de futebol na Argentina.

O turista desembarcou por volta das 9h em voo proveniente da cidade de Rosário, na Argentina, e tinha o Rio de Janeiro como destino final. Na imigração, ele foi identificado como integrante de uma lista de pessoas pertencentes ao Barra Brava. O argentino foi reembarcado para o seu país às 22h de ontem.

A lista foi encaminhada ao Brasil pela Interpol, em cooperação policial internacional entre as polícias brasileira e de outros países, com o objetivo de prevenir atos de violência durante os jogos da Copa.

Estrangeiros condenados ou envolvidos em denúncia relacionada à pornografia ou exploração sexual de crianças e adolescentes também não poderão entrar no Brasil. A regra já começou a ser aplicada aos torcedores que vierem para o Mundial.


 

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias