Você está aqui

Banda da Guarda Presidencial toca rock após troca da bandeira

  • 14/02/2016 15h53publicação
  • Brasílialocalização
Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

 

Brasília - Exército Brasileiro realiza a cerimônia da troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes, em Brasília (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Exército faz a cerimônia de troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes, em Brasília Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Esqueça as apresentações formais e restritas a hinos nacionais e militares de bandas marciais das Forças Armadas. O público, presente na cerimônia de troca da bandeira, na manhã de hoje (14), na Praça dos Três Poderes, ouviu mais do que a execução de temas protocolares de eventos militares. Após o encerramento da cerimônia, a Banda de Música do Batalhão da Guarda Presidencial iniciou um repertório de rock, punk e temas dançantes.

O público se juntou para filmar e tirar fotos quando a banda tocou The Final Coundown, música de 1986, da banda de rock Europe. Em seguida, a banda surpreendeu alguns presentes ao executar a trilha sonora da série de TV Game of Thrones, além de Get Lucky, do grupo de música eletrônica Daft Punk.

Apesar da surpresa de alguns, a ideia não é nova. A banda toca músicas populares em diversos eventos. Os músicos tocaram o tema do filme Star Wars, após uma troca de guarda, no Palácio do Planalto, no início do ano. A apresentação é feita todas as sextas-feiras, e pode ser vista por quem visita o Palácio.

O regente da banda, subtenente Jonas, destaca o papel do conjunto em aproximar o Exército da população. “Essa é, na verdade, a nossa essência. Nós, através da música, somos um elo entre a população e o Exército”, disse Jonas. O regente, inclusive, pedia – e recebia – aplausos para a banda, algo impossível durante as cerimônias oficiais e execução de hinos.

“As cobras fumantes”

A banda da Guarda Presidencial tocou ainda a música de uma banda sueca de heavy metal, Sabaton. A escolha, no entanto, não foi ao acaso. A música Smoking Snakes foi composta em homenagem a três soldados do 11º Regimento de Infantaria Expedicionário da Força Expedicionária Brasileira (FEB) que lutaram na Segunda Guerra Mundial.

Em 14 de abril de 1945, Arlindo Lúcio da Silva, Geraldo Baeta da Cruz e Geraldo Rodrigues de Souza foram encurralados por uma tropa nazista e lutaram até a morte em solo italiano, sem se renderem. Após o combate, os próprios alemães enterraram os três soldados e em seus túmulos escreveram "Drei Brasilianische Helden" [Três heróis brasileiros].

A homenagem da banda sueca foi bem recebida pelo Exército Brasileiro e a música é executada por bandas militares de diversos batalhões pelo país.

Brasília - Sargenta Erica Gonze, que integra a banda do Batalhão da Guarda Presidencial, durante cerimônia de troca da Bandeira Nacional na Praça dos Três Poderes (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Banda do Batalhão da Guarda PresidenciaL surpreende público ao tocar canções de rock durante tradicional troca da bandeiraFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Edição: Beto Coura