Você está aqui

Exército reforça luta contra Zika na zona norte do Rio

  • 16/02/2016 18h09publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil

 

Rio de Janeiro - Militares das Forças Armadas, acompanhados por agentes de saúde, visitam residências para inspecionar possíveis focos do Aedes aegypti na Tijuca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Acompanhados por agentes de saúde, militares visitaram residências para localizar possíveis focos do Aedes aegypti, no Rio Tomaz Silva/Agência Brasil

Militares do 1º Batalhão de Polícia do Exército reforçaram nesta terça-feira (16) a luta contra vírus Zika na zona norte do Rio. Eles percorreram diversos locais nos bairros da Tijuca e do Andaraí em busca de focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor do Zika, da dengue e da febre chikungunya.

A região inspecionada pelos militares tem grandes áreas verdes em seu entorno, incluindo a Floresta da Tijuca, onde se abriga parte dos mosquitos. Mas o objetivo principal foram os possíveis focos dentro das residências. Soldados inspecionaram imóveis, acompanhados de profissionais de saúde. Fiscalizaram desde ralos até caixas d´água e telhados, locais onde o mosquito normalmente põe seus ovos.

Os trabalhos foram dirigidos pelo comandante do batalhão, coronel Isaías Martins Júnior. “Nós temos buscado colocar na rua o máximo de efetivo possível. Estamos trabalhando com uma companhia, que dá em torno de 180 militares por dia”, disse o militar.

No balanço parcial, referente à parte da manhã, haviam sido visitadas 80 residências, sendo que em cinco delas houve recusa do morador em permitir a entrada das equipes. Em outras 15 onde não havia ninguém em casa. Segundo o coronel, na segunda-feira (15) foram visitadas 300 residências, sendo que em 22 delas não foi possível entrar.

A próxima fase é visitar escolas, onde serão feitas palestras e dados esclarecimentos aos estudantes, que poderão levar as informações às suas famílias, colaborando na luta contra o mosquito.

 

>> Leia mais matérias da Agência Brasil sobre o tema

 

 

Edição: Beto Coura