Você está aqui

Ministro defende ação conjunta do Poder Público e sociedade para combater Aedes

  • 19/02/2016 14h24publicação
  • Brasílialocalização
Yara Aquino – Repórter da Agência Brasil

Brasília O ministro da Saúde, Marcelo Castro, visita o Laboratório de Microscopia Eletrônica e Virologia do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília (UnB) (Marcelo Camargo/Agência Brasil

Brasília – O ministro da Saúde, Marcelo Castro, visita o Laboratório de Microscopia Eletrônica e Virologia do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de BrasíliaMarcelo Camargo/Agência Brasil

Como parte das ações do dia nacional de mobilização da educação para o combate ao mosquito Aedes aegypti, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, visitou hoje (19) o Laboratório de microscopia eletrônica da Universidade de Brasília. Castro defendeu a atuação conjunta do pode público e da sociedade para combater o mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika.

“O poder público e a sociedade juntos, essa é a fórmula incondicional para a gente ser vitorioso”, disse Castro após a visita. “É um trabalho duradouro, demorado, persistente, repetitivo e ininterrupto, porque a capacidade de reprodução do mosquito é muito elevada. Não pode ficar nenhum foco de mosquito”, completou.

No laboratório da Universidade de Brasília os pesquisadores desenvolvem um kit para aprimorar a detecção do vírus da dengue no sangue, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Durante a visita, o ministro observou no microscópio imagens de vírus e conversou com pesquisadores.

Ao longo do dia, a presidenta Dilma Rousseff e ministros visitam escolas nas cinco regiões do país aproveitando o período de volta às aulas para incluir as comunidades escolares nas ações de combate e prevenção aos criadouros do mosquito. A intenção é usar o alcance das redes de educação pública e privada para levar informações sobre as formas de combate ao mosquito.

A ação de hoje é semelhante à ocorrida no último sábado (13), quando a presidenta e ministros viajaram pelo país no Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti.

Edição: Denise Griesinger