Você está aqui

Ministro diz que zika não vai impedir que atletas venham aos Jogos do Rio

  • 11/02/2016 21h32publicação
  • Brasílialocalização
Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil

O ministro do Esporte, George Hilton, disse hoje (11) que o governo brasileiro não teme que atletas que devem participar dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 desistam de vir ao Brasil por causa da epidemia do vírus Zika. Os Jogos do Rio começam em 5 de agosto.

Nos últimos dias, circularam informações de que os comitês olímpicos de alguns países deixariam seus atletas à vontade para decidir se participariam ou não da Olimpíada do Rio. Nessa terça-feira (9), porém, o comitê norte-americano negou que tenha feito tal comunicado às federações esportivas dos Estados Unidos.

O ministro disse que, na próxima semana, o Comitê Olímpico Brasileiro vai se reunir com as federações internacionais para buscar conscientizá-las sobre os cuidados com o mosquito Aedes aegypti, mas que “não há possibilidade” de os atletas deixarem de vir ao Brasil.

“Definitivamente, a Olimpíada está garantida e será um grande evento. É um trabalho de conscientização inclusive das lideranças das federações internacionais, está todo mundo mobilizado. Não é um problema do Brasil, isso é um medo do mundo, e todos estamos cientes da responsabilidade, mas nada que comprometa o grande espetáculo”, disse o ministro após participar de reunião no Palácio do Planalto sobre o combate ao vírus Zika. 

Segundo Hilton, se algum atleta for infectado pelo Zika durante as competições, terá “toda a assistência” das autoridades brasileiras e tratamento no país.

 

>> Leia mais matérias da Agência Brasil sobre o tema

 

Edição: Luana Lourenço