Você está aqui

Pesquisadora anuncia descoberta de vírus que afeta sistema nervoso central

  • 16/02/2016 19h00publicação
  • Manauslocalização
Bianca Paiva - Correspondente da Agência Brasil

Um vírus encontrado em Manaus acende um alerta para a falta de saneamento básico no Amazonas e em outras regiões do país. O Gemycirculavirus foi descoberto em uma pesquisa feita em amostras de exames de crianças de até 10 anos acometidas por diarreia, que foram atendidas nos hospitais da capital amazonense.

Além de diarreia, o vírus pode causar paralisia temporária das pernas e afetar o sistema nervoso central. Segundo a pesquisadora da Fiocruz Amazônia, Patrícia Puccinelli Orlandi, é a primeira vez que o vírus é encontrado no Brasil. Segundo Patrícia, 500 amostras de exames foram enviadas para o pesquisador Tung Phan, da Universidade da Califórnia, com o qual a instituição mantém colaboração. "Ele fez o teste para o vírus. E aí acabamos descobrindo um novo vírus, que é o Gemycircularvirus que estava acometendo 1% das fezes diarreicas dessas crianças. De 500 amostras, identificamos [o vírus] em cinco.”

A pesquisadora ressaltou que, apesar de ter sido descoberto em Manaus, o vírus pode estar presente em outras regiões do país. Fora do Brasil, o vírus foi identificado em países pobres como Sri Lanka, Índia e Camboja.

O Gemycircularvirus é transmitido pelo consumo de água contaminada com fezes portadoras do vírus. Por isso, afirma Patrícia, a falta de saneamento básico em várias regiões brasileiras é preocupante. “Eu acho que é um problema de todo o Brasil, mas é acentuado demais nas regiões Norte e Nordeste. Na Região Norte, temos de 7% a 10% de saneamento básico somente. Este é o agravante principal das doenças de transmissão hídrica, porque – está comprovado em estudos – se houver saneamento básico, os casos de diarreia são reduzidos em 80%.”

A pesquisadora informou que pretende criar uma metodologia capaz de identificar o Gemycircularvirus e outros vírus e disponibilizá-la para os hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Edição: Beto Coura