Você está aqui

São Paulo sedia encontro preparatório para evento da ONU sobre cidades

  • 29/02/2016 23h21publicação
  • São Paulolocalização
Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

A cerimônia de abertura do Encontro Rumo à Conferência Habitat III ocorreu hoje (29) na Praça das Artes, região central da capital paulista, com a presença do ministro das Cidades, Gilberto Kassab; do diretor do Departamento de Direitos Humanos e Temas Sociais do Ministério de Relações Exteriores, Alexandre Peña Ghisleni; da vice-prefeita da cidade de São Paulo, Nádia Campeão; além de representantes da ONU-Habitat e especialistas.

O encontro, que continua amanhã (1º) com diversos debates, é uma preparação do Brasil para a terceira edição da Habitat, que é a Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável e que ocorrerá no mês de outubro em Quito, capital do Equador.

O objetivo dos dois dias de encontro é debater e projetar soluções para os desafios da urbanização e do desenvolvimento sustentável, reunindo diferentes setores, como governos, autoridades locais, sociedade civil, setor privado, instituições acadêmicas, para pensar políticas urbanas e de moradia.

Problemas e desafios

Kassab diz que no encontro se vai discutir e procurar entender melhor os problemas e desafios do desenvolvimento de um espaço complexo e desafiador que são as cidades. “Vemos, ainda hoje, em um mundo globalizado, pacificado ideologicamente desde a queda do muro de Berlim, que as cidades são desiguais, vivem tensões e conflitos. Convivem com suas particularidades, costumes, culturas. Faz parte da sua história grandes encontros, avanços, embates e transformações. Assim se dá o desenvolvimento”, disse o ministro, citando que mais de 80% dos brasileiros vivem nos centros urbanos.

A primeira conferência Habitat ocorreu em 1976 na cidade de Vancouver, no Canadá. Desde então, segundo Kassab, a ONU vem estimulando esses encontros para que se possa trocar experiências, buscar soluções e aperfeiçoando políticas urbanas, fazendo das cidades um local para melhor servir e atender os cidadãos.

São Paulo

“A cidade de São Paulo é uma dessas metrópoles, com 12 milhões de pessoas, então nós temos um interesse extraordinário nisso que vai ser debatido no Habitat III. A cidade está engajada nesse encontro que teremos este ano e temos nos preparado através das diversas secretarias, procurando dar nossa contribuição”, disse a vice-prefeita Nádia Campeão.

Segundo Nádia, São Paulo é extremamente pujante e dinâmica em toda essa área de discussão urbana. “Nós temos uma sociedade civil atuante, nós temos uma academia muito atuante, muito engajada e nós temos felizmente um movimento social de moradia, um movimento urbano dos mais vigorosos que existe no mundo”.

Amanhã, das 9h às 17h30, estão programados diversos eventos temáticos, todos relacionados a questões urbanas, na Praça das Artes, localizada na avenida São João, centro da capital paulista.

Edição: Fábio Massalli