Você está aqui

Registro de homicídios dolosos aumenta em fevereiro no estado do Rio

  • 17/03/2016 19h01publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil

Os casos de homicídio doloso aumentaram 23,3% em fevereiro deste ano no estado do Rio de Janeiro, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Segundo os registros de ocorrência feitos pelas delegacias de Polícia Civil do estado, no mês passado, houve 402 homicídios dolosos e, em fevereiro de 2015, 326 casos.

Houve aumento também nos registros de letalidade violenta, que agregam homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte e ainda homicídio decorrente de oposição à intervenção policial. O crescimento foi de 11,7%, com 427 ocorrências em fevereiro de 2015 e 477 em fevereiro deste ano.

Os registros de roubo de rua, que incluem roubo a transeuntes, de celular e roubos coletivos, também aumentaram. O percentual ficou em 27,9%, com 7.826  casos em 2015 e 10.013 neste ano. No mês passado, o registro de roubo de veículos subiu 22,6% na comparação com fevereiro de 2015.  Foram 2.494 casos no mês de fevereiro do ano passado e 3.058 no mesmo mês, em 2016.

A apreensão de armas aumentou 2,1%: 752 em fevereiro de 2015 e 768 em fevereiro de 2016 chegaram a 768. Também na recuperação de veículo, os casos subiram de 1.969 em 2015 para 2.103 em 2016, representando aumento 6,8%.

Quanto às prisões, cresceram 3,2% em relação a fevereiro de 2015, quando eram 3.329, e alcançando 3.436 em 2016. Os autos de prisão em flagrante e cumprimento de mandado subiram 12,4% na comparação com fevereiro de 2015, passando de 4.278 para 4.808 no segundo mês deste ano. Nas apreensões de adolescentes por prática de ato infracional e cumprimento de busca, a alta ficou em 28,8%. Em fevereiro de 2015, foram 945 caso e, neste ano, chegaram a 1.217.

Reduções

Houve também casos de redução em registros de ocorrência:  os homicídios decorrentes de oposição a intervenção policial tiveram queda de 43,4%, passando de 83 em fevereiro de 2015 para 47 no mês passado. O número de policiais civis e militares mortos em serviço caiu: em fevereiro de 2015 ocorreu uma morte e, no mês passado, não houve registro. Outra redução foi no registro de apreensões de adolescentes (12,2%). Em fevereiro de 2015, foram 921, mas este ano ficaram em 809. Nas apreensões de drogas, a queda alcançou 10,4%, com a variação de 2.334 em 2015 para 2.092 no segundo mês deste ano.

O título foi alterado às 14h46 do dia 19 para corrigir informação: o registro de homicídios no Rio não caiu em fevereiro; aumentou

Edição: Nádia Franco