Você está aqui

Reitoria da PUC-SP manifesta-se contra ação violenta da Polícia Militar

  • 22/03/2016 20h19publicação
  • São Paulolocalização
Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

A reitora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Anna Maria Cintra, enviou ofício ao governador Geraldo Alckmin protestando contra a ação da Polícia Militar durante a manifestação de ontem (21), em frente à universidade. Segundo a reitora, os policiais usaram bombas de gás e balas de borracha contra os estudantes.

“Pelo presente ofício, vimos manifestar o nosso descontentamento com as ações da Polícia Militar frente às manifestações no último dia 21 de março em nossa universidade em que alunos foram vítimas de bomba, tiros de borracha e gás lacrimogêneo”, diz a reitora no documento enviado a Alckmin. Anna Maria lamentou o ocorrido e disse que é contra qualquer ato de violência.

Contra o impeachment

Na noite desta terça-feira, os estudantes reuniram-se na universidade para protestar contra a repressão policial de ontem.

Eles aproveitaram a oportunidade para se manifestar contra o o pedito de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, em tramitação na Câmara dos Deputados. Para os estudantes, o pedido de impeachment da presidenta é um golpe. Em assembleia, eles decidiram caminhar até a Avenida Francisco Matarazzo e iniciaram, há pouco, a passeata.

Edição: Nádia Franco