Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Adolescente fica ferido e homem morre em operação da PM no Rio

Publicado em 17/05/2017 - 14:57

Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Mais de cinco mil crianças da rede municipal de ensino fundamental ficaram sem aula hoje (17) na Cidade de Deus e na Praça Seca, em Jacarepaguá, no Rio, devido a operações da Polícia Militar contra o tráfico de drogas na região. Um homem morreu e um adolescente ficou ferido durante a ação do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tropa de elite da corporação.

Por medida de segurança, 12 escolas, três creches e cinco espaços de desenvolvimento infantil não funcionaram e 4.959 crianças ficaram sem aula. Na Praça Seca, uma escola, três creches e um espaço de desenvolvimento infantil não abriram e 590 alunos não foram às aulas. A informação é da Secretaria Municipal de Educação.

Em nota, Polícia Militar disse que os militares foram recebidos a tiros na Cidade de Deus. Os agentes receberam a informação de que os criminosos que estariam escondidos na Rocinha 2 e, durante a procura pelos becos da favela, um rapaz que portava arma ficou ferido. Após a revista, os militares descobriram que a arma era a réplica de uma pistola. O ferido, um adolescente de 17 anos, foi levado às pressas para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, onde ficou internado.

A PM apreendeu duas pistolas automáticas, munições, carregadores para pistola, além de rádios transmissores e pequena quantidade de droga.

Devido à ação da polícia na comunidade, moradores fecharam a Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, um dos acesso da Cidade de Deus à Barra da Tijuca. A PM conseguiu dispersar os manifestantes, mas, por medida de segurança, o tráfego de veículos foi desviado para ruas de Jacarepaguá. Os ônibus também não trafegam na região. A Polícia Militar reforçou o policiamento na Cidade de Deus.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias