Você está aqui

PF prende envolvido em desvio de recursos do Fórum Trabalhista de São Paulo

  • 20/09/2017 19h55publicação
  • São Paulolocalização
Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (20), em São Paulo, o empresário José Eduardo Correa Teixeira Ferraz, condenado no caso do desvio de recursos do Fórum Trabalhista de São Paulo, na década de 1990. Ferraz era sócio da construtora Incal, envolvida nos desvios que foram estimados em R$ 179 milhões, e estava foragido.

Segundo o Ministério Público Federal, Fábio Monteiro de Barros Filho, também ex-sócio da Incal, o ex-senador do Distrito Federal Luiz Estevão e o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto atuaram para superfaturar as obras.

Ferraz foi condenado a 22 anos e quatro meses de reclusão em caráter definitivo, não havendo possibilidade de recurso, informou a PF. O empresário constava na lista de procurados da Interpol, organização internacional de cooperação policial.

A PF vinha fazendo diligências para encontrar Ferraz, pois não havia registro de atividades ou bens no nome dele. Foi localizada, então, uma residência que passou a ser monitorada pelos agentes federais.

Foi neste local que os policiais identificaram um homem, nesta manhã, que saiu do endereço em um veículo chamado por aplicativo. Veículos da PF seguiram o carro e abordaram seus ocupantes na Marginal Pinheiros, zona oeste da cidade.

Após confirmada a identidade de Ferraz, o empresário foi levado à Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo, onde aguarda para ser transferido para o sistema prisional estadual paulista.

Edição: Nádia Franco