Você está aqui

Polícia prende quadrilha que vendia drogas em bairros nobres do Rio de Janeiro

  • 30/11/2017 19h52publicação
  • Rio de Janeiro localização
Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

A Polícia Civil o Rio de Janeiro desarticulou hoje (30) uma das maiores quadrilhas de traficantes de drogas da zona sul da cidade e também de bairros nobres da zona oeste, como Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes. O grupo usava a prática conhecida como disque drogas, com a entrega em domicílio dos entorpecentes e tinha conexão com traficantes da favela da Rocinha.

Policiais da Delegacia de Combate às Drogas prenderam Jorge Alves de Souza, conhecido como GOI, Bernardo Russo e Amaro Gomes Viana Júnior.

Em seis meses de investigação, a polícia apurou que a associação criminosa, ligada à facção que atuava na comunidade da Rocinha, chegava a realizar mais de 800 entregas de drogas por semana. O faturamento mensal do grupo chegava a R$ 900 mil.

De acordo com os delegados Felipe Curi e Gustavo Castro, que comandaram a ação, a organização criminosa comercializava maconha, skank (um tipo de maconha concentrada) e cocaína e era muito procurada porque fornecia drogas de alta qualidade e tinha um público de alto poder aquisitivo.

Na ação, os policiais também prenderam o advogado Bernardo Russo, responsável pela venda de drogas na zona sul e Amaro Gomes Viana Júnior, que fazia o transporte das drogas.

Os indiciados responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas penas somadas podem alcançar 25 anos de prisão.

Edição: Luana Lourenço