Você está aqui

Grades de proteção provisórias começam a ser instaladas na Ciclovia Tim Maia

  • 03/01/2018 19h36publicação
  • Rio de Janeirolocalização
Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - Mesmo com vias interditadas após acidente que causou duas mortes, pedestres continuam fazendo uso da Ciclovia Tim Maia, em São Conrado (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Ciclovia Tim Maia vai receber grades de proteção provisórias Tomaz Silva/Agência Brasil

A Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente da prefeitura do Rio iniciou hoje (3) a instalação de grades de proteção provisórias (conhecidas como guarda-corpos) feitas de ferro galvanizado na Ciclovia Tim Maia, na altura da Avenida Niemeyer, em São Conrado, zona sul do Rio.

A medida foi tomada após barras de metal que compunham a estrutura original foram arrancadas e furtadas. Há trechos onde não há nenhuma proteção, deixando expostos os ciclistas que se aventuram pelo local.

Enquanto ocorre a instalação provisória, a prefeitura faz uma tomada de preços para adquirir as grades definitivas, que são feitas em alumínio. De acordo com a secretaria, os furtos ocorreram em vários momentos e, por isso, a metragem precisou ser recalculada algumas vezes. Além disso, por ser um item de fabricação específica será preciso aguardar o fim da produção para a instalação definitiva dos guarda-corpos.

O secretário de Conservação, Jorge Felippe Neto, anunciou ainda que, em parceria com o Centro de Operações Rio (COR), serão instaladas câmeras de segurança para monitorar a ciclovia e garantir a manutenção das grades de proteção.

"O poder público não pode permitir que uma ciclovia como esta seja tão vandalizada e danificada. O prejuízo está estimado em torno de R$ 60 mil. Por isso, a instalação dessas câmeras será primordial também para a segurança de seus frequentadores, assim como para o equipamento", avaliou o secretário.

Edição: Denise Griesinger