Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Dia Mundial do Rádio: Unesco destaca relação do meio com o esporte

Publicado em 13/02/2018 - 15:43

Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil Brasília

Estúdio da Rádio Nacional da Amazônia - Foto Marcello Casal Jr./Agência Brasil

No Dia Mundial do Rádio, a Unesco chama a atenção para a necessidade do aumento da participação feminina nas transmissões esportivasArquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A interação do rádio com os esportes é o tema da edição deste ano proposto pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para lembrar hoje (13) o Dia Mundial do Rádio. Segundo a Unesco, o tema busca mostrar como o aumento da participação feminina nas transmissões esportivas de rádio pode contribuir para a liberdade de expressão.

“Apenas 12% das notícias esportivas são apresentadas por mulheres. A Unesco está trabalhando para promover a cobertura dos esportes com participação das mulheres, a combater a discriminação de gênero nas ondas de rádio e a promover oportunidades iguais na mídia esportiva. A tarefa é imensa”, disse a diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay, em mensagem no site da Unesco. No comunicado, Audrey destacou que, segundo o relatório do Projeto Global de Monitoramento de Mídia, apoiado pela Unesco, somente 4% do conteúdo esportivo na mídia são dedicados aos esportes com participação feminina.

Ela ressalta que o rádio é um poderoso meio de transmitir os valores do jogo limpo, do trabalho em equipe e da equidade no esporte. “O rádio pode ajudar a combater o racismo e os estereótipos xenófobos que são, infelizmente, expressos dentro e fora do campo. Ele permite a transmissão de uma enorme variedade de esportes tradicionais, muito além das equipes de elite. Permite ainda a oportunidade de estimular a diversidade como uma força de diálogo e tolerância.”

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, lembrou que neste momento em que ocorrem os Jogos Olímpicos de Inverno, em PyeongChang, na Coreia do Sul, é preciso reconhecer o potencial das emissões desportivas como um veículo de aproximação das pessoas. “O rádio pode unir e empoderar comunidades e dar voz aos marginalizados”, disse Guterres.

O Dia Mundial do Rádio foi aprovado pela Assembleia Geral da ONU em 2011. Desde então, a data é lembrada no dia 13 de fevereiro em homenagem à inauguração da Rádio das Nações Unidas, em 1946.

Brasil

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, defende o esporte como fator de desenvolvimento humano e reforça o trabalho que o Brasil tem feito no esporte paralímpico, que é uma importante vertente de inclusão social. Daniel Dias, maior medalhista paraolímpico brasileiro, também ressalta este ponto dizendo. “As celebrações deste ano buscam falar dos esportes que não são tão populares na mídia, como por exemplo, o esporte paralímpico”. A cobertura de esportes tradicionais e de esportes que recebem menos atenção na mídia é um dos subtemas para a data.

As estações de rádio interessadas no tema deste ano podem acessar o site oficial do Dia Mundial do Rádio disponível nas seis línguas oficiais da ONU: espanhol, inglês, francês, árabe, russo e chinês, e registrar seus eventos, seja entrevistas curtas ou programas de rádio. Foi definida ainda a hashtag #DiaMundialdoRádio para marcar a data.

Matéria alterada às 9h19 do dia 14/02 para acréscimo da fala do ministro do Esporte, Leonardo Picciani.

 

Edição: -

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Últimas notícias