Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Exército isola área para reconstituir morte de Marielle e Anderson

Publicado em 10/05/2018 - 19:30

Por Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Um grande esquema de segurança foi montado, na noite desta quinta-feira (10), em torno do local onde a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes foram mortos, para a reconstituição do assassinato.

Soldados do Exército realizaram o bloqueio de várias ruas próximas ao ponto exato onde os dois foram baleados em 14 de de março, no Estácio.

Homens do Exército bloqueiam local da reconstituição do assassinato da vereadora Marielle  Franco e seu motorista Anderson Pedro Gomes, no Estácio.
Homens do Exército bloqueiam local da reconstituição do assassinato da vereadora Marielle Franco (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O trabalho dos peritos da Polícia Civil começará às 22h, horário aproximado do crime, quando o carro de Marielle foi fechado por outro veículo e atingido por 13 tiros.

Quatro testemunhas que estavam perto do local participarão da reconstituição, a fim de, entre outras coisas, tentar definir se o som dos tiros que ouviram eram de pistola ou de metralhadora.

Tiros reais serão disparados, contra sacos de areia, para que as testemunhas tenham o som exato da rajada que vitimou Marielle e Anderson.

Para preservar a identidade dessas testemunhas, a área no entorno também foi isolada com dezenas de metros de lona preta, impossibilitando a visualização dos trabalhos dos peritos.

A imprensa é mantida afastada, bem como moradores do bairro, curiosos com a movimentação. O Exército informou que disponibilizou 200 homens em apoio para a operação.

Edição: Denise Griesinger

Últimas