Digite sua busca e aperte enter

Um grupamento de militares da Polícia do Exército reforça segurança no entorno da Refinaria Duque de Caxias (Reduc) Tânia Rego/Agência Brasil

Compartilhar:

Forças Armadas ocupam Reduc e garantem escolta em todo o estado do Rio

Publicado em 27/05/2018 - 21:44

Por Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Tropas das Forças Armadas ocuparam, desde o fim da tarde deste domingo (27), as instalações da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), a principal do Rio de Janeiro,localizada na Baixada Fluminense. No local, foi montada uma central de escoltas, para garantir segurança no transporte de combustíveis em todo o estado.

A informação foi divulgada à noite, por meio de nota do Comando Conjunto das Forças Armadas no Rio de Janeiro.

“No complexo da Refinaria Duque de Caxias, tropas encontram-se ocupando parte das instalações físicas, onde está sendo estabelecida, pelos militares, uma central de escoltas e controle de saída de veículos. A finalidade desse procedimento é sistematizar o fluxo de abastecimento e alocar os meios necessários à segurança dos comboios destinados aos diferentes pontos do estado, dentro das prioridades estabelecidas pelo Gabinete de Gestão de Crise. Também foram disponibilizados à Secretaria de Segurança motoristas militares das três Forças, a fim de colaborar com o esforço de condução dos veículos de abastecimento”, destacou o Comando Conjunto.

Escoltas

Ainda segundo a nota, tropas estão circulando pelas principais rodovias do estado do Rio de Janeiro, a fim de garantir o livre trânsito e assegurar o direito constitucional de ir e vir.

“Estão sendo percorridos pelas tropas trechos da BR 101 Norte (até Campos dos Goytacazes), BR 101 Sul (até Paraty), BR 040 (até Petrópolis), BR 116 N (Rio-Teresópolis) e BR 116 S (até Resende). Ao longo desses trechos, as Forças Armadas oferecerão escoltas aos motoristas que desejarem seguir às suas regiões de destino, respeitando-se as divisas com os estados vizinhos (SP, ES e MG). Esse procedimento poderá ser repetido quantas vezes se façam necessárias.”

Edição: Armando Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias