Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Bombeiros alertam navegantes sobre baixo nível de rios no Acre

Publicado em 25/06/2018 - 19:54

Por Juliana Cézar Nunes - Repórter da Rádio Nacional Brasília

O baixo nível dos rios no Acre fez o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do estado recomendarem mais atenção para aos navegantes e tripulantes de barcos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a situação é mais preocupante no Rio Juruá, que nesta segunda-feira (25) chegou ao nível de 4,79 metros, 3 metros abaixo do considerado ideal para a navegação. No Rio Acre, que banha a capital do estado, Rio Branco, o nível está em 2,78 metros, quando o ideal seriam 6 metros.

De acordo com major bombeiro Cláudio Falcão, a situação em todos os rios do Acre tende a piorar porque o inverno amazônico está apenas começando. “O nível do Rio Juruá pode ficar abaixo de 3 metros nos próximos três meses, que são meses críticos: julho, agosto e setembro. Pode piorar, sim. Não temos previsão de chuvas significativas que possam alterar o nível do rio.”

Falcão pede atenção redobrada dos navegantes do Rio Juruá, especialmente no período noturno, quando os bancos de areia não estão visíveis. O tráfego no Juruá é mais intenso do que no Rio Acre, o que justifica uma maior preocupação das autoridades fluviais. “É preciso que os navegantes tenham bastante cuidado, conheçam bem a região para que não venham causar acidentes, usem material de segurança, como coletes salva-vidas em suas embarcações, para um eventual perigo.”

O Rio Juruá nasce no Peru; e, no Brasil, banha os estados do Acre e do Amazonas. No Acre, é fundamental para a navegação entre municípios como Cruzeiro do Sul, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter. Até o momento, o tráfego fluvial entre essas localidades não foi interrompido; mas a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros fazem o monitoramento e não descartam essa possibilidade pelo menos até o mês de outubro.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias