Digite sua busca e aperte enter

Após passar por reforma, o Espaço Cultural Renato Russo – 508 Sul, foi reaberto neste sábado (30) Valter Campanato/Agência Brasil

Compartilhar:

Espaço Cultural Renato Russo reabre depois de cinco anos fechado

Publicado em 30/06/2018 - 18:30

Por Débora Brito - Repórter da Agência Brasil Brasília

Depois de cinco anos fechado, o Espaço Cultural Renato Russo, um dos ambientes culturais mais importantes de Brasília, foi reinaugurado hoje (30). O espaço começou sua história na década de 70 e representa papel de destaque na formação de vários artistas e no desenvolvimento da cena cultural de Brasília.

A reinauguração do espaço foi marcada pela manifestação de grupos de teatro, grafite, abertura de exposições de arte e pela confraternização de antigos e novos artistas do teatro, música, grafite, cinema e circo. A programação deste sábado conta ainda com a apresentação de cantores, como Ellen Oléria.

A mãe do cantor e compositor brasiliense que nomeia o espaço participou da reinauguração e exaltou a iniciativa de reativar um espaço simbólico para todas as formas de arte da capital. “É um sonho realizado, porque um país sem cultura é difícil. Este espaço representa uma casa de cultura onde todas as tribos se encontram. A reinauguração é um orgulho pra nós da cidade”, disse Carminha Manfredini, mãe de Renato Russo.

Após passar por reforma, o Espaço Cultural Renato Russo – 508 Sul, foi reaberto neste sábado (30)
O ator, músico e artista plástico Renato Matos, que se apresentou várias vezes no espaço ainda na década de 70, também comemorou a reabertura - Valter Campanato/Agência Brasil

O ator, músico e artista plástico Renato Matos, que se apresentou várias vezes no espaço ainda na década de 70, também comemorou o que considera “a ressurreição” do espaço. “Nós antes usávamos muito este espaço. Nós criamos o centro de criatividade aqui na década de 70. É como se eu estive renascendo”, comentou Matos.

“Este é um espaço muito importante para a juventude brasiliense e um espaço carregado de tradição, de história. Ele nasceu em 1974 e influenciou a vida de várias gerações de artistas e do público. Estava fazendo muita falta, uma vez que estamos com muita carência de espaços culturais”, disse o Secretário de Cultura do Distrito Federal, Guilherme Reis.

Segundo a direção do Espaço Cultural, a revitalização não mudou a estrutura original do prédio, mas melhorou a forma de acesso a todas as áreas e a iluminação, som, entre outros equipamentos disponíveis nas salas de apresentação. “O espaço mantém a sua característica inicial e a principal diferença é que todos os espaços estão equipados e com acessibilidade. Continuaremos com programação, cursos, oficinas, experimentação, pesquisa, com jovens e idosos. O espaço é aberto para todos”, disse Johane Madsen, diretora do Espaço.

Reforma

Situado na w3 Sul, uma das principais vias da área central de Brasília, o espaço Cultural Renato Russo foi fechado há cinco anos para adequar sua estrutura às atividades culturais e melhorar a acessibilidade ao público. A obra que renovou todo o espaço custou R$ 6,2 milhões. Para manter a programação nos próximos 12 meses, o governo do Distrito Federal liberou R$ 800 mil e firmou parcerias com organizações da sociedade civil.

O local dispõe de um teatro galpão, uma sala multiúso para dança e teatro e uma sala de cineteatro, além de duas galerias de arte e uma biblioteca. As obras da área administrativa e de uma das galerias de arte ainda estão sendo finalizadas.

As atividades culturais do espaço serão diárias. A partir da próxima semana, o público também poderá ter acesso à programação do cinema. A estreia da sala de cinema será neste domingo, as 16h, com a exibição do filme Rock Brasília, seguida de debate com o diretor Vladimir Carvalho.

A abertura do espaço logo chamou a atenção dos moradores das imediações. “Eu sempre passava e via aqui abandonado, aí eu vi que estava reinaugurando e resolvi entrar. Achei legal a iniciativa de reestruturar um espaço desse pra dar valor a nossa cultura”, comentou Pedro Henrique Gonçalves, estudante brasiliense de 18 anos.

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, também participou da reinauguração do Espaço.  A expectativa do governo é que outros espaços culturais do DF que se encontram fechados possam ser reativados ainda este ano, como o Museu de Arte de Brasília e o Teatro Nacional. O governador informou ainda que nos próximos 45 dias outros dois novos complexos culturais devem ser abertos nas áreas periféricas de Brasília.

Edição: Sabrina Craide

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Últimas notícias