Rodoviários do Rio votam nesta tarde nova proposta em assembleia

Publicado em 11/06/2018 - 16:20 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Os rodoviários em greve no Rio de Janeiro decidem, em assembleia agora à tarde, se aceitam uma nova proposta apresentada pelas empresas de ônibus, após mediação da Prefeitura do Rio de Janeiro. A paralisação da categoria, que começou hoje (11) é por tempo indeterminado, e afetou a rotina dos cariocas que, desde cedo, lotam pontos de ônibus e esperam mais tempo do que o normal para se deslocar pela cidade. 

Greve paralisa ao menos cinco empresas de ônibus no Rio
Nesta segunda-feira, os cariocas estão passando mais tempo nas paradas de ônibus, à espera de transporte (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Os rodoviários decretaram a greve após dois anos sem aumento. Eles pedem porque 10% de reajuste, e as empresas ofereceram, inicilamente, 4% – 2% em junho e 2% em novembro. 

Diante do impasse, a prefeitura convocou uma reunião de emergência com os dois lados, e o resultado foi uma proposta intermediária, em que os rodoviários receberiam reajuste de 3,5% em junho e 3,5% em novembro, além do aumento de 50% na cesta básica e a manutenção de todas as cláusulas do acordo coletivo.

Caso a proposta seja aprovada, a greve deve terminar.

O presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio de Janeiro, Sebastião José, que participou da reunião na sede da prefeitura, disse que a proposta não é boa, mas é razoável. "Diante do cenário político e econômico e da crise, nos parece uma proposta razoável. Mas não é boa."

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias