Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

PMRJ volta ao Alemão após ação em que morreram 5 suspeitos de tráfico

Publicado em 17/07/2018 - 13:53

Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O Comando de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ) realizou hoje (16) uma operação no complexo de favelas do Alemão, na zona norte da cidade. Com a chegada dos policiais, houve confronto e um militar ficou ferido na perna, mas sem gravidade.

A ação ocorre  depois da morte, por policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), de cinco suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas neste domingo (15). Após o episódio de domingo, líderes da organização criminosa Comando Vermelho reuniram-se na comunidade para atacar as bases das UPPs nos morros e favelas do Rio, em represália pela morte dos cinco homens.

De acordo com a PM, quatro criminosos com mandados de prisão em aberto foram presos no complexo de favelas. Um deles é o traficante conhecido como Leleque, apontado como chefe do tráfico de drogas no bairro da Trindade, em São Gonçalo, que se escondeu no Alemão, após a ação do Comando Conjunto das Forças Armadas na Segurança Pública do Rio no Complexo do Salgueiro e no Jardim Catarina, em São Gonçalo, pelo quarto dia consecutivo contra o crime organizado na região.

Homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) prenderam na Comunidade da Fazendinha, no Alemão, um homem com 1 quilo de cocaína e dois rádios transmissores.

Prisão no Arará

Na manhã desta terça-feira, policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), em confronto com criminosos, balearam e prenderam André Luiz Cabral dos Santos, conhecido como Lacraia, apontado como chefe do tráfico na Favela do Arará, em Benfica, zona norte do Rio.

De acordo com a Polícia Civil, Lacraia participou da reunião com líderes de grupos criminosos para organizar o ataque às bases de UPP na região, em represália à morte dos cinco traficantes, domingo, no Alemão.

Segundo a corporação, Lacraia voltou hoje ao conjunto de favelas do Alemão para confirmar a participação dele nos ataques às bases da PM. O criminoso foi ferido em um dos acessos ao Morro do Adeus pela Rua Uranos, em Olaria. Ele foi encaminhado ao hospital, onde está sob custódia da PM.

Edição: Nádia Franco

Últimas