Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Antigo Cassino da Urca será restaurado com recursos do BNDES

Publicado em 17/12/2018 - 17:31

Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje (17) a aprovação de apoio não reembolsável no valor de R$ 11,4 milhões, no âmbito da Lei Rouanet, para o Istituto Europeo di Design - Brasil (IED-Rio). Os recursos serão utilizados na restauração e modernização do conjunto arquitetônico do antigo Cassino da Urca.

O prédio, situado no bairro da Urca, zona sul da cidade, é sede da IED-Rio, uma escola de desenho gráfico, de produtos e de moda. Ao longo de sua história, o local colecionou referências icônicas. Por lá, por exemplo, se apresentaram artistas famosas como Carmen Miranda. Além disso, o espaço abrigou ainda a extinta TV Tupi.

Segundo informação da assessoria de imprensa do BNDES, o IED-Rio fará também intervenções físicas no prédio para a implantação do Centro de Inovação e Design em Economia Criativa, que prevê investimento total no valor de R$ 21,4 milhões.

Falando à Agência Brasil, o vice-diretor do IED-Rio, Daniel Dias, disse que o Centro de Inovação em Economia Criativa deverá estar concluído no segundo semestre de 2020. Ele avaliou como positiva a aprovação dos recursos pelo BNDES.

Pesquisas

Voltado para pesquisas, esse centro será aberto ao público e abrigará o laboratório IED Lab Rio, consultoria e atividades culturais gratuitas, entre as quais exposições, teatro, música, cinema, desfiles, eventos, seminários e palestras, funcionando como espaço moderno de exibição de design e outras iniciativas culturais.

A proposta do IED-Rio é criar um grande laboratório aberto em ambiente favorável à criação de startups (empresas em fase inicial que desenvolvem produtos ou serviços inovadores), permitindo testar ideias antes de lançar projetos ao mercado, disse a assessoria do BNDES. No laboratório IED Lab Rio, serão desenvolvidas atividades em design de alimentos, artesanato, moda, entretenimento e sustentabilidade e cidades inteligentes.

Atualmente, o IED-Rio recebe em torno de 600 alunos por ano, em seus cursos de pós-graduação.

História

Construído em 1932, o prédio abrigou inicialmente o Hotel Balneário, depois transformado pelo empresário Joaquim Rolla no Cassino da Urca, que funcionou de 1933 a 1946, quando os jogos foram proibidos. Grandes nomes da música popular na década de 40, como a cantora Carmem Miranda, passaram pelo palco do cassino.

Em seguida, o local foi comprado pelos Diários Associados e adaptado para receber os estúdios da TV Tupi, que ficou no local de 1951 até 1980, quando encerrou suas transmissões. Até 1990, o prédio funcionava com escritórios, e foi retomado pela prefeitura. Em 2006 o prédio foi cedido por 50 anos ao Istituto Europeo di Design (IED), com sede em Milão, tendo como contrapartida a reforma do local.

O conjunto é formado por dois prédios interligados por uma passarela. A construção do lado da praia já foi reformada e está ocupada pelo IED.

Edição: Davi Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias