Rio: polícia faz operação contra fraudes em abastecimento de água

Publicado em 12/12/2018 - 10:48 Por Vitor Abdala - Rio de Janeiro

Policiais civis e membros do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumprem hoje (12) mandados de prisão temporária e de busca e apreensão contra dois funcionários da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo o MPRJ, eles são suspeitos de integrar uma organização criminosa com o objetivo de fraudar a fiscalização, regularização de situações financeiras e pendências de consumidores da empresa, mediante o pagamento de propina.

Polícia Civil
Polícia Civil - Tânia Rego/Arquivo/Agência Brasil

As investigações foram autorizadas pela 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias, com base em informações colhidas nas interceptações telefônicas, onde foi constatado, segundo o Ministério Público, que os dois funcionários se organizaram para cometer crimes contra a administração pública indireta, mediante o pagamento de propina.

Além dos mandados de prisão com prazo de cinco dias, os investigadores fazem operação de busca e apreensão no endereço dos acusados, para identificar e qualificar todos os envolvidos no esquema criminoso, bem como individualizar a conduta de cada um e obter elementos para instrumentalizar eventual denúncia.

 

Edição: Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias