Digite sua busca e aperte enter

Feira do livro de Brasília Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Compartilhar:

Game da Cidadania desafia jovens que vão à Feira do Livro de Brasília

Iniciativa da CGU ocorre no âmbito da 35ª Felib na Biblioteca Nacional

Publicado em 07/06/2019 - 19:28

Por Kamilla Cerbino – Estagiária da Agência Brasil* Brasília

A Controladoria-Geral da União (CGU) lançou hoje (7) a primeira edição do Game da Cidadania, no âmbito da 35ª Feira do Livro de Brasília (Felib), que ocorre até o próximo dia 16, no Complexo Cultural da República, próximo à Biblioteca Nacional, no centro de Brasília. A atividade é realizada em plataforma virtual da CGU e voltada a adolescentes de 12 a 17 anos. O objetivo do game é estimular a reflexão e a conduta ética e cidadã entre o público jovem que frequenta a Felib.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Educação Cidadã da CGU, Audria Constantin, o lançamento do jogo dentro da Felib foi proposital, para atingir o público-alvo: “Queríamos um espaço com bastante jovens circulando para que eles pudessem conhecer o Game, por isso tivemos a ideia da feira. A feira tinha um tema voltado para a educação, que é no foco principal”.

Os interessados em participar do Game da Cidadania devem acessar o site da plataforma e se cadastrar. Após a inscrição, começa a segunda etapa do jogo, com base em técnicas de jogo virtuais. Com o tema Cidadania todo Dia, o jogo apresenta situações de conflitos éticos do cotidiano para que o participante escolha o posicionamento correto.

Os classificados seguem, então, para a última etapa e quem conseguir acertar todas as questões e fizer a pontuação máxima poderá enviar um vídeo de um minuto, com o tema Um Minuto de Cidadania, produzido por ele mesmo para concorrer a dez prêmios de mil reais. Os melhores vídeos, avaliados por uma comissão julgadora, serão também publicados nas páginas e redes sociais da CGU, para tornar o participante um protagonista na ação de combate à corrupção.

 

Assista na TV Brasil: CGU lança game que ensina cidadania a crianças e adolescentes


 

Cancelamento parcial

Por falta de verba, a 35ª Felib teve parte de sua programação cancelada. Sete autores renomados que participaram de atividades com o público não virão mais. De acordo com a organização da feira, a falta de verba para custear todas as atrações motivou a escolha por dar prioridade à programação voltada para o público infantil.

Feira do livro de Brasília
35ª Feira do Livro de Brasília Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Em nota publicada no site oficial do evento, a organização lamenta não ter conseguido manter a programação completa; se desculpa pela ausência de autores convidados e diz que espera poder contar com a presença dos escritores em outros eventos. O texto destaca ainda que havia a previsão de entrada de recursos, que não se concretizou. “Fomos forçados a fazer diversos e dolorosos cortes indigestos”, diz a nota.

Acompanhe a reportagem da Rádio Nacional sobre o cancelamento.

Estão mantidas as participações de Lázaro Ramos, Arnaldo Antunes e Fagner. A expectativa é de que pelo menos 10 mil pessoas circulem por dia pela Felib.

*Com informações da repórter Anna Luisa Praser, da Rádio Nacional.

Edição: Estagiária sob supervisão da editora Denise Griesinger

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias