Rio: PM prendeu 25 pessoas e apreendeu 14 armas durante o réveillon

Não foram registradas ocorrências graves nas áreas de festa

Publicado em 01/01/2020 - 14:00 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A Polícia Militar informou hoje que das 6h da manhã de ontem (31) até a manhã desta quarta-feira (1°) prendeu 25 pessoas e apreendeu 14 armas de fogo durante a Operação Réveillon que mobilizou mais de 15 mil policiais militares e cerca de duas mil viaturas para atuar nas comemorações do Ano Novo em todo o estado. A corporação informou ainda que ao todo atenderam 1.086 casos, mas que “não houve ocorrências de vulto ou grandes proporções nas áreas de festa”.

Guarda Municipal

Já a Guarda Municipal do Rio deteve dez pessoas, sendo seis adolescentes e um adulto com mandado de prisão, em ocorrências de furtos de celular e de cordão, tentativa de furto, estelionato e agressão durante a Operação Réveillon 2020 na praia de Copacabana.

A equipe do Grupamento Especial de Praia e Marítimo retirou 135 barracas de camping e registrou seis casos de crianças perdidas na areia, além de orientar 50 pessoas, ciclistas e patinadores sobre o uso da ciclovia e da área de lazer. Em ação preventiva realizada na orla, guardas municipais da equipe lúdica do Grupamento de Ronda Escolar fizeram a identificação de 1.300 crianças com pulseiras, para facilitar na localização dos pais ou responsáveis caso se perdessem durante o evento. A equipe ainda distribuiu 800 ventarolas educativas, em parceria com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e a Fundação para a Infância e Adolescência (FIA).

Os agentes de trânsito da Guarda Municipal registraram 920 infrações em toda a cidade no dia 31 de dezembro, sendo aplicadas 186 multas somente em Copacabana. As equipes atuaram com foco nos pontos de bloqueio e na fiscalização do estacionamento irregular nas principais vias do bairro.

Ordem Pública

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) realizou uma grande operação na areia da praia de Copacabana e em outros pontos de grande concentração de público. De acordo com o secretário de Ordem Pública, Gutemberg Fonseca, o Viradão da Ordem Pública foi uma novidade para auxiliar o réveillon. "Percorremos, sem parar, 24 horas por dia, a orla e outros pontos de grande movimento, como Rodoviária Novo Rio, Aeroporto Santos Dumont e regiões de festejo. O objetivo foi buscar oferecer condições para que moradores e visitantes da nossa Cidade Maravilhosa aproveitem ao máximo a passagem para 2020. A ação é de ordenamento preventivo: planejada para acontecer antes, durante e depois da Festa da Virada, pois só ira terminar na manhã de sexta (3)”, disse.

Depósitos na areia

Durante a madrugada, a operação ainda se concentrou na busca por estruturas (como barracas e cadeiras) estocadas nas areias das praias por barraqueiros e ambulantes. Ao todo, 813 cadeiras foram apreendidas – a maioria deixada à noite na praia, o que é proibido pelo Código de Posturas municipal. Técnicos da Secretaria Municipal de Fazenda realizaram, até agora, 30 autuações, 90 orientações e duas notificações em 104 fiscalizações do comércio ambulante e geral.

 

Edição: Carolina Gonçalves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique