Você está aqui

Ebola: Serra Leoa determina quarentena para 1,2 milhão de pessoas

  • 25/09/2014 10h11publicação
  • Serra Leoalocalização
Da Agência Lusa
Ebola (Ahmed Jallanzo/EPA/Agência Lusa/ Direitos Reservados)

Epidemia de ebola já matou 2.917 pessoas na África Ocidental, em 6.263 casos- Ahmed Jallanzo/EPA/Agência Lusa/ Direitos Reservados

Serra Leoa pôs sob quarentena, com efeitos imediatos, três regiões do país onde vivem 1,2 milhão de pessoas, para evitar a propagação da epidemia de ebola, anunciou nessa quarta-feira (24) o presidente Ernest Koroma. Atualmente, estão sob quarentena cinco dos 14 distritos do país.

“Os distritos Port Loko (Norte) e Moyamba (Sul) estão sob quarentena, com efeitos imediatos”, anunciou o presidente. A medida também atingiu a região de Bombali, no Norte.

Kenema e Kailahun, dois distritos do Leste do país e epicentro da epidemia em Serra Leoa, estão sob quarentena desde o início de agosto. Atualmente estão sob quarentena cinco dos 14 distritos.

“As pessoas que vivem nas áreas sob quarentena vão enfrentar numerosas dificuldades, mas a sobrevivência dos cidadãos do país é a nossa prioridade”, disse o presidente Koroma.

A epidemia de ebola já matou 2.917 pessoas na África Ocidental, em 6.263 casos, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde.