Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Ex-comandante do navio Costa Concordia é condenado a 16 anos de prisão

Publicado em 11/02/2015 - 20:41

Por Da Agência Lusa Grosseto, Itália

O ex-comandante do navio de cruzeiro italiano Costa Concordia, Francesco Schettino, foi condenado hoje (11) a 16 anos de prisão no julgamento em que foi acusado de homicídio múltiplo e abandono de navio. A embarcação naufragou em janeiro de 2012, depois de se chocar com um rochedo na costa da Ilha de Giglio, ao largo da Toscânia, causando a morte de 32 pessoas.

Schettino, de 54 anos, foi condenado após 19 meses de julgamento e três anos depois do naufrágio. A condenação é passível de recurso. Não ficou imediatamente claro de que crimes foi considerado culpado o comandante, para quem o Ministério Público pedirá pena total de 26 anos e três meses.

Durante o julgamento, Schettino foi acusado de condução negligente do navio de cruzeiro em direção a rochedos, com 4 mil pessoas a bordo; de atrasar uma ordem de abandono da embarcação e de ter abandonado o navio, de forma covarde e pouco profissional.

Em sua defesa, o ex-comandante disse que a culpa da colisão foi da tripulação, que o atraso na evacuação do navio pode ter salvado vidas e frisou que caiu do barco quando o navio estava virando, e não o abandonou. Schettino argumentou ainda que estava sendo o bode expiatório do acidente e se disse vítima de uma caça às bruxas liderada pela imprensa.


Fonte: Ex-comandante do navio Costa Concordia é condenado a 16 anos de prisão

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias