Você está aqui

Alemanha estima receber 800 mil refugiados até o final do ano

  • 19/08/2015 18h23publicação
  • Frankfurtlocalização
Aline Moraes – Correspondente da Agência Brasil/EBC

O governo alemão anunciou nesta quarta-feira (19) que a estimativa de pedidos de asilo no país praticamente dobrou em relação à última previsão: de 450 mil para 800 mil até dezembro. “É quase quatro vezes o que nós recebemos no ano passado”, disse o ministro do Interior, Thomas de Maiziere.

A revisão dos números acompanha o intenso fluxo migratório vivido pela Europa como um todo, mas sobretudo pela Alemanha, o país que mais tem recebido solicitações de asilo no continente. Se a estimativa para o final do ano se confirmar, a Alemanha baterá o recorde de 1992, de 440 mil refugiados saídos do Leste Europeu.

Tanto a chanceler alemã, Angela Merkel, quanto o ministro do Interior disserram que o país tem condições de dar conta do desafio. Porém, Maiziere reforçou a necessidade de uma resposta conjunta da União Europeia, e disse que, se não chegar a um acordo, o bloco pode colocar em risco a livre circulação de pessoas.

“Nós não queremos controle nas fronteiras, mas no longo prazo – e eu disse isso várias vezes –, se os outros países não seguirem as regras, teremos que determinar o que isso significa para a livre circulação de pessoas na Europa”, disse Thomas de Maiziere.

Edição: Beto Coura