Você está aqui

Ataque à base da União Africana na Somália mata pelo menos 50 soldados quenianos

  • 15/01/2016 05h51publicação
  • Mogadíscio (Somália)localização
Da Agência Lusa

Pelo menos 50 soldados quenianos foram mortos hoje (15) em um ataque lançado pelo grupo extremista shebab contra a base da União Africana na Somália, informou a emissora a Al Jazeera.

Os extremistas shebab, ligados à Al Qaeda, lançaram o ataque contra a base da União Africana comandada pelos capacetes azuis quenianos em Ceel Cado, a cerca de 550 quilômetros de Mogadíscio, perto da fronteira com o Quênia.

Os shebab, retirados desde meados de 2011 de Mogadíscio, depois de o mesmo ter ocorrido aos redutos do grupo no Centro e Sul da Somália, continuam a controlar grandes áreas rurais, a partir das quais lançam operações de guerrilha e atentados suicidas contra símbolos do governo somali ou contra a força militar da União Africana na Somália (Amisom), que apoia o Executivo.