Você está aqui

Ebola: Serra Leoa investiga morte após OMS ter anunciado fim da epidemia

  • 15/01/2016 06h16publicação
  • Freetownlocalização
Da Agência Lusa

O governo de Serra Leoa investiga a morte de uma mulher após um primeiro teste positivo de ebola nessa quinta-feira (14), poucas horas depois de a Organização Mundial da Saúde (OMS) ter declarado o fim da epidemia na África Ocidental.

A estudante morreu pouco depois de ter sido levada doente para a cidade de Bamoi Luma, perto da fronteira com a Guiné, no Norte do país. O teste inicial deu positivo para o vírus, informou fonte do Ministério da Saúde da Serra Leoa à agência de notícias France Presse.

“Os resultados completos vão ser divulgados nesta sexta-feira”, disse ainda a fonte, acrescentando que estão sendo feitas análises complementares.

“Uma equipe de alto nível de funcionários do Ministério da Saúde, parceiros da OMS e do Centro de Controlo de Doenças, com sede em Atlanta (EUA), estão na capital para fazer investigações intensas”, disse o porta-voz do governo Abdulai Bayrayta.

A OMS anunciou ontem oficialmente o fim da epidemia de ebola na África Ocidental, após ter terminado o período de transmissão da doença na Libéria.

Iniciada em dezembro de 2013 na Guiné-Conacri, a epidemia propagou-se depois aos vizinhos Libéria e Serra Leoa, três países que concentraram 99% dos casos, bem como à Nigéria e ao Mali.

Em dois anos, o vírus, identificado pela primeira vez há quatro décadas, chegou, importado, à Espanha e aos Estados Unidos, tendo afetado 28.637 pessoas, das quais 11.315 morreram.