Você está aqui

Presidente do Irã defende em Roma combate "sem ambiguidades" ao terrorismo

  • 25/01/2016 18h08publicação
  • Romalocalização
Da Agência Lusa

Presidente do Irã na Itália

Presidente do Irã, Hassan Rohani, se reúne em Roma com o presidente da Itália, EPA, Giuseppe Lami/Agência Lusa

O presidente do Irã, Hassan Rohani, defendeu hoje (25) a necessidade de “uma grande coesão internacional” e evitar as “ambiguidades” para combater eficazmente o terrorismo. A proposta de Rohani foi manifestada durante reunião em Roma com o presidente italiano, Sergio Mattarella.

“Para combater eficazmente o terrorismo, faz falta uma grande coesão internacional. Todos devem cumprir sua parte até ao fim e sem ambiguidades”, acrescentou o líder iraniano.

No encontro também foi abordada a situação na Líbia, onde o governo de Tobruk, internacionalmente reconhecido, rejeita um executivo de unidade nacional patrocinado pelas Nações Unidas.

“Sem um governo, a Líbia ficará nas mãos de traficantes de seres humanos. Nesta fase, é necessário que todas as partes alcancem um acordo, de modo a obter um executivo representativo. Apenas dessa forma será possível um compromisso por parte da comunidade internacional”, afirmou Rohani.

O líder iraniano iniciou nesta segunda-feira, pela Itália, sua primeira viagem à Europa, incluindo visitas ao Vaticano e à França. As viagens são parte da sequência do acordo nuclear e do fim das sanções internacionais contra a República islâmica.

O presidente do Irã anunciou sua chegada por meio de um comentário na rede social Twitter. “Aterrisei em Roma, com a expectativa de aprofundar nossas relações bilaterais e de explorar um compromisso construtivo.”

Rohani deverá se reunir ainda hoje com o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, e manhã (26) participará de um fórum económico e empresarial antes de ser recebido em audiência privada pelo papa Francisco.

Na quarta-feira (27), o chefe de Estado iraniano viaja para França, última etapa da visita à Europa.