Você está aqui

Paquistão: número de mortos em atentado sobe para 72, incluindo 29 crianças

  • 28/03/2016 06h56publicação
  • Islamabad (Paquistão)localização
Da Agência Lusa

As autoridades paquistanesas elevaram hoje (28) para 72 o número de mortos no atentado suicida deste domingo na cidade de Lahore, no Leste do país.

Zaeem Qadri, porta-voz do governo da província de Punjab, da qual Lahore é capital, afirmou que entre os mortos estão 29 crianças. Mais 315 pessoas ficaram feridas no atentado, no parque público Gulshan-i-Iqbal, acrescentou o porta-voz, citado pela agência oficial chinesa Xinhua.

Zaeem Qadri informou ainda que já foram identificadas 54 vítimas, cujos corpos foram entregues aos familiares.

O atentado, cuja autoria foi reivindicada pelo grupo talibã Jamaat ul Ahrar, foi praticado por um homem-bomba de 28 anos, procedente da cidade de Muzaffargarh, pertencente a Punjab.

O suicida entrou no parque e acionou o explosivo que tinha no corpo, perto da área de jogos para crianças, por isso a maior parte das vítimas é formada por crianças e mulheres, disse um integrante da administração da cidade, Mohammad Usman, acrescentando que o número de vítimas pode ser maior.

O ministro-chefe de Punjab, Shahbaz Sharif, anunciou três dias de luto e disse que todos os edifícios governamentais da província vão colocar a Bandeira Nacional a meio-mastro.

ONU

Ontem (27), o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou o atentado qualificando-o como um “abominável” ato de terrorismo. “O secretário-geral condena veementemente o atentado suicida de hoje [domingo] no parque Gulshan-i-Iqbal na cidade paquistanesa de Lahore”, disse o comunicado das Nações Unidas.

“O secretário-geral apelou para que os autores deste abominável ato terrorismo sejam levados rapidamente à justiça, em consonância com as obrigações de direitos humanos”.