Você está aqui

Polícia belga faz nova operação antiterrorismo em bairro de Bruxelas

  • 25/03/2016 11h22publicação
  • Bruxelaslocalização
Da Agência Lusa
Esquadrão antibomba em ação no bairro Shaerbeek, em Bruxelas, três dias depois dos atentados no aeroporto internacional e em uma estação de metrô da capital belga

Esquadrão antibomba em ação no bairro Shaerbeek, em Bruxelas, três dias após atentados no aeroporto internacional e em estação de metrô da capital belga que deixaram 31 mortosOlivier Hoslet/EPA/Agência Lusa

Uma nova operação antiterrorista de grande escala acontece hoje em Bruxelas, no bairro Schaerbeek. A informação é noticiada pela imprensa belga e cita caminhões militares e agentes fortemente armados.

As unidades especiais da polícia federal entraram em uma casa nesse bairro e uma explosão foi ouvida no início da intervenção.

Os arredores da área onde ocorre a operação foram fechados e estão protegidos por agentes fortemente armadas e por caminhões militares. Também é relatada a presença do serviço de detecção e desativação de explosivos da polícia local.

Na terça-feira (22), atentados terroristas no aeroporto de Zaventem e na estação de metrô de Maelbeek deixaram 31 mortos e cerca de 300 feridos na capital belga.

Ontem (24) houve várias ações nos bairros de Jette e Schaerbeek, em Bruxelas, que levaram à detenção de seis indivíduos.

Prisão em Paris

A polícia francesa confirma que operação antiterrorista no bairro de Schaerbeek, está relacionada à detenção do francês Reda Kriket, de 34 anos, em Paris, na quinta-feira. De acordo com a polícia francesa, armas pesadas e explosivos foram encontrados no apartamento de Kriket.

Segundo o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, a detenção, na quinta-feira, abortou um ataque em fase avançada contra a França.