Você está aqui

Mais de 38 mil pessoas fugiram do Afeganistão desde janeiro

  • 20/03/2017 14h27publicação
  • Cabul localização
Da DPA

Refugiados afegãos na Macedônia aguardam permissão para cruzar a fronteira do país

Mais 38 mil afegãos se tornaram refugiados este ano, diz a ONU    Arquivo/Nake Bateve/EPA/Agência Lusa

Um relatório publicado hoje (20) pela Organização das Nações Unidas (ONU) revela que, desde janeiro deste ano, 38.110 pessoas fugiram do Afeganistão para se afastar do conflito no país. Mais da metade das pessoas que se tornaram refugiadas são crianças.

Segundo a agência alemã DPA, no ano passado, 654 mil civis abandonaram suas casas pelo mesmo motivo. No Afeganistão, as tropas do governo lutam contra os radicais islâmicos, mas há também enfrentamentos entre milícias rivais. O regime Talebã caiu há 16 anos, mas a milícia nunca foi derrotada.

A maioria das pessoas que se deslocaram saíram das províncias de Kunduz e Baghlan, no Norte. Mas, no Sul do país, o conflito também se aprofundou.