Você está aqui

Trump diz que "comunismo é passado" e volta a criticar Cuba e Venezuela

  • 06/10/2017 21h06publicação
  • Washingtonlocalização
Da Agência EFE
Trump declara que "o comunismo é passado" durante a celebração na Casa Branca

Trump declara que "o comunismo é passado" durante a celebração na Casa BrancaEFE/Jim Lo Scalzo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira (6) , durante a celebração do Mês da Herança Hispânica, na Casa Branca, que "o comunismo é passado" e que "a liberdade é o futuro", e voltou a criticar os governos de Cuba e Venezuela. A informação é da EFE.

Na cerimônia, realizada na Ala Leste da residência oficial, com mais de 200 líderes de negócios e religiosos da comunidade hispânica nos EUA, Trump lembrou que seu governo adotou diversas medidas para defender as "pessoas boas" de Cuba e Venezuela.

Participaram da cerimônia junto ao presidente americano a primeira-dama, Melania, e dois dos hispânicos de maior patente da equipe de Trump: o secretário de Trabalho, Alexander Acosta, e a tesoureira do governo, Jovita Carranza.

"Não suspenderemos as sanções ao regime cubano enquanto não houver liberdade na ilha”, enfatizou Trump na ocasião. O mandatário já expressou em várias ocasiões a sua oposição ao fim do embargo a Cuba caso não veja "reformas fundamentais".

Sobre a Venezuela, ele reafirmou sua rejeição à opressão "que está sendo feita pelo regime socialista" do presidente Nicolás Maduro.

* É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados.

Edição: -